A Aliança Nacional LGBTI e a Rede GayLatino lançam o Manual de Comunicação LGBTI+.




Também nosso Twtiter e Facebook

Novo Manual de Comunicação LGBTI+, lançado pela Aliança Nacional LGBTI+ e Rede GayLatino, destinado aos meios de comunicação, jornalistas e estudantes da área propõe: “Substitua preconceito por informação correta!”.

A publicação é destinada aos meios de comunicação, incluindo jornalistas e estudantes da área. Tem por objetivo contribuir para diminuir preconceitos e estigmas e colaborar para o melhor entendimento de termos que são recorrentes entre a população LGBTI+, mas que podem não ser usuais no dia a dia de profissionais e estudantes da Comunicação, a fim de contribuir para um jornalismo inclusivo.

A primeira parte do Manual contém definições, conceitos e fenômenos acerca das pessoas LGBTI+ (lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais, intersexuais e outras identidades de gênero e sexualidade não contempladas na atual sigla adotada, representadas pelo “+”). Em seguida, o Manual traz alguns dos principais pontos históricos envolvendo a população LGBTI+, inclusive os avanços mais recentes em termos de reconhecimento dos direitos desta população no Brasil e no mundo, bem como considerações sobre as lacunas ainda existentes para que alcance a cidadania plena. Também informa sobre termos a serem evitados em comunicações sobre o tema LGBTI+, assim como pautas que podem ser de interesse de profissionais dessa área.

Este manual é resultado de um trabalho conjunto. Foram aproximadamente 300 sugestões e colaborações de especialistas, militantes, ativistas, associados das organizações envolvidas, autoridades públicas, professores, estudantes e profissionais da Comunicação, através de uma consulta pública com duração de dois meses. Além disso, esta obra é inspirada em manuais de comunicação LGBTI+ de organizações como a SOMOSGAY (Paraguai), a Colômbia Diversa (Colômbia), a GLAAD (Estados Unidos) e a ABGLT (Brasil).

Diversas parcerias foram importantes para a organização e divulgação deste material, entre elas, com a organização paraguaia SOMOSGAY em colaboração com o Fundo Robert Carr, a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná (SindiJor-PR), o Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros da Universidade Federal do Paraná, a Associação Brasileira de Famílias Homotransafetivas, a Associação da Parada do Orgulho GLBT do São Paulo, o Grupo Arco-Íris do Rio de Janeiro, o Instituto Brasileiro de Diversidade Sexual (IBDSEX) e a Comissão Especial de Diversidade Sexual do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil. Em especial, este manual conta com a parceria do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids (UNAIDS), sendo prefaciado pela Diretora do UNAIDS no Brasil, Dra. Georgiana Braga-Orillard.

É uma obra que procura ser sucinta e fornecer informações práticas para consultas rápidas. Não se trata de uma obra acadêmica com aprofundamento nos temas e conceitos, mas sim de uma proposta de ferramenta para o dia a dia de profissionais e estudantes de comunicação. Eventuais sugestões de melhoria, inclusão ou exclusão de texto, bem como críticas, podem ser encaminhadas para o e-mail aliancalgbti@gmail.com para análise pelo Grupo de Trabalho e incorporação nas próximas edições. Lançamentos

As seguintes datas de lançamento já estão confirmadas:

DF, Brasília: 16 de maio de 2018, às 14h.  Senado Federal, Sala da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa, Anexo II – Ala Senador Nilo Coelho

PR, Curitiba: 21 de maio de 2018, às 18h30. Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná, Rua José Loureiro, 211, Centro

SP, São Paulo: 22 de maio de 2018, das 18h30 às 21h. Novotel São Paulo Jaraguá, Rua Martins Fontes, 71, Centro

AL, Maceió: 25 de maio de 2018, às 9h. Assembleia Legislativa de Alagoas, Praça Dom Pedro II, s/nº, Centro

Ainda que a agenda de lançamento esteja em andamento, os profissionais da imprensa podem ter acesso ao manual por meio deste link.


>> Aproveitando sua visita:

– Ajude a ONG APOGLBT SP, Associe-se!
– Curta as redes sociais da Parada LGBT de SP: Facebook / Twitter / Instagram
– Participe também do evento oficial da Parada no Facebook: Parada do Orgulho LGBT de SP 2018

Publicado por: Fabrício Viana
Fabrício Viana é jornalista (MTB 80753/SP), gay, escritor premiado e responsável pela assessoria e comunicação da APOGLBT SP, ONG responsável pela maior Parada LGBT do mundo. Mais sobre Viana, aqui



Deixe uma resposta

13 + 14 =