A Luta Amada: Exposição retrata 50 anos do movimento LGBTQIA+

Seguindo todos os protocolos de segurança por conta da pandemia (apenas duas pessoas por vez podem entrar nos espaços fechados e apenas 30, nos espaços abertos), a exposição “A Luta Amada – Movimentos LGBTQIA+ desde Stonewall” vai até 28 de Fevereiro de 2021 no Centro Cultural da Diversidade (Rua Lopes Neto, 206 – Itaim Bibi – São Paulo/SP)

O evento é uma parceria do Museu da Diversidade Sexual – MDS, instituição vinculada à Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, e do Goethe-Institut. A exposição em São Paulo é uma continuidade da edição Queer as German Folk que aconteceu na Alemanha.

Mais de 100 objetos foram digitalizados, como fotografias, panfletos, fanzines underground, cartazes e obras artísticas que revelam a história de debates da comunidade, ações de resistência, apresentações artísticas e festividades relacionadas aos últimos 50 anos de vidas LGBTQIA+ na Alemanha.

Serviço: 

A Luta Amada – Movimentos LGBTQIA+ desde Stonewall
https://fb.me/e/1ON9kdihb
De 23 de outubro de 2020 a 28 de fevereiro de 2021
Visitação de terça a domingo, das 10h às 18h – (11) 3079-3438
Centro Cultural da Diversidade (R. Lopes Neto, 206 – Itaim Bibi / São Paulo – SP)

 

 


>> Aproveitando sua visita:

– Ajude a ONG APOGLBT SP, Associe-se!
– Nosso evento no Facebook para 2020 foi criado: ParadaSP 2020
– Curta as redes sociais da Parada LGBT de SP: Facebook / Twitter / Instagram

Publicado por: Fabrício Viana
Fabrício Viana é o jornalista (MTB 80753/SP) responsável pela assessoria de imprensa e comunicação da APOGLBT SP, ONG que realiza a maior Parada LGBT do mundo. Para a página de Imprensa, aqui. Contato com a Diretoria da ONG, aqui. Seja um Associado/a, aqui