A Última Estrofe e outras peças no Espaço Satyrianas 2019: são mais de 500 atrações!

De 14 a 17 de novembro, a região central de São Paulo recebe uma programação gratuita com espetáculos de teatro, dança, circo, performances, shows, debates e exibição de filmes. É a 20ª edição das Satyrianas, que ocupa espaços culturais na praça Roosevelt e nos bairros da Consolação, Bela Vista, Santa Cecília, República, Luz e Sé. De 14 a 17 de novembro, a região central de São Paulo recebe uma programação gratuita com espetáculos de teatro, dança, circo, performances, shows, debates e exibição de filmes. É a 20ª edição das Satyrianas, que ocupa espaços culturais na praça Roosevelt e nos bairros da Consolação, Bela Vista, Santa Cecília, República, Luz e Sé.

O festival reúne mais de 500 atrações, em 96 horas ininterruptas (até o ano passado, eram 78 horas) — a primeira apresentação começa à 0h01 da quinta-feira, e a abertura oficial será às 19h, com um flashmob, intervenção de dança, na praça Roosevelt, com integrantes d’Os Satyros. A lista completa está disponível no site www.satyrianas.com.br. Os ingressos para o festival funcionam no formato pague quanto puder.

Nesta edição, serão comemorados os 30 anos Cia. Os Satyros, um dos mais importantes grupos do teatro paulistano, responsável pela criação e organização das Satyrianas. Para a ocasião, a companhia preparou uma série de atividades que inclui, além de espetáculos, exibição de filmes e bate-papos sobre processo criativo, história do coletivo e de seus trabalhos.

Há, ainda, na grade, atrações internacionais, de países como Argentina, Sérvia, Grécia, França, Síria, Finlândia e Portugal.

 

TEATRO ADULTO

A casa de todos os Santos – Você não precisa acreditar em santos. Mas eles acreditam em você. Todas as suas escolhas sempre serão regidas por eles. “A Casa de Todos os Santos” conta três histórias de escolhas. Crentes e desacreditados, de diferentes religiões, lutam para defender ou escapar de suas escolhas. (60 min). Texto: Kako Soares. Direção: Kako Soares e Chris Ferreira. Elenco: Felipe Cantoni, Anderson Garcia, Gleidson Felipe, Babi Rosa, Bi Monteiro, Renata Fernandes, Pedro Fagundez, Renato Roriz, Vinicius Andrade, Edgar Luna, Matheus Sales, Andressa Kemelly. Quando: Dom, 17/11 às 22h30. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Antônio Pompêo). 18 anos.

A Comédia da Revolução Sexual – Comédia sobre a revolução do sexo, se o seu sexo falasse com você o que ele diria? Reclamações críticas, são reveladas pela a anatomia sexual humana de forma lúdica e engraçada dentro da comedia da revolução sexual. (60 min – SP). Texto: Heberth Bezerril. Direção: Heberth Bezerril. Elenco: Heberth Bezerril. Quando: Dom, 17/11 às 19h. Onde: Casa Café e Teatro. 16 anos.

A Decadência dos Seres Não Abstratos – A peça questiona os limites entre o concreto e o alegórico. É um exercício que cruza o teatro com as artes visuais, construído a partir de dois textos do livro “O Esteticismo Niilista do Número Imaginário” (É Realizações, 2013), de Marcio Aquiles. Em um território transcendental, um debate entre a Arte, a Matemática, a Filosofia, o Espaço e o Tempo, que surgem como personagens em luta com os humanos pela autonomia e existência de cada um deles. Em paralelo, uma artista plástica em crise criativa levanta questões sobre a angústia da existência. (50 min – Brasil/ Portugal). Texto: Marcio Aquiles. Direção: Luisa Pinto. Elenco: Carla Roeher, Fabiana Costa, Gabriela Fazuna, Higor Lemo, Jeff Medeiros, Matheus Rommaní, Nadia Verdun, Tom Paranhos e Vivi Mori. Quando: Qui, 14/11 às 22h, e Sex, 15/11 às 15h30. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Alberto Guzik). 14 anos.

A Flor Que Nele Habitava – Consciente da finitude das coisas e de sua vida, um homem perdido na noite se encontra em uma estação ferroviária, solitário decide compartilhar suas experiências sobre as particulares aparentemente comuns que compõem a existência, revelando suas grandezas e a monotonia que torna a vida sem sabor. (55 min). Texto: Jonatas Noguel. Direção: Jonatas Noguel. Elenco: Matheus Gonçalvez. Quando: Qui, 14/11 às 20h. Onde: Tenda Cacilda. 14 anos.

A Morte do Teatro – Uma leitura encenada das crônicas de Nelson Rodrigues – Leitura encenada a partir de estudos das crônicas politicas de Nelson Rodrigues. Um paralelo entre a sociedade e a política brasileira do passado, com os dias atuais. (60 min). Texto: Coletivo. Direção: Diego Chimenes. Elenco: Astrid Rausch, Bruna Bomfim, Carla Argenta, Diego Chimenes, Elis Rubinato, Fabrício Bini, Graziella Dias, Larissa Brito, Leonardo Correa, Mateus Torres e Tamayo Nazarian. Quando: Dom, 17/11 às 21h. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Antônio Pompêo). 16 anos.

A Pedra que Virou Anjo – A partir da adaptação do texto de Nelson Rodrigues “Valsa nº 6”, a história de uma menina de 8 anos é contada. Uma voz em cena, um grito, um protesto, uma proclamação. Uma utopia de que tempos melhores virão. (50 min). Texto: Clau Siqueira. Direção: Mayla Fernandes. Elenco: Clau Siqueira. Quando: Dom, 17/11 às 17h. Onde: Estação Satyros. 12 anos.

A REFORMA – Sete personagens decidem fazer uma reforma nas suas vidas, nos seus pertences, na sua cidade, mas não sabem como começar e terminar o projeto de renovação. Eles persistem, pois teme que não fazendo nada, não reste sequer pedra sobre pedra. (50 min). Texto: Danilo Corrêa. Direção: Bárbara Lamounier. Elenco: Alessia Krisanovski, Bruno Silvério, Dandara Azevedo, Danilo Corrêa, Hayla Cavalcanti, Luiza Khedi. Quando: Sáb, 16/11 às 18h. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Alberto Guzik). 16 anos.

A Stripper Invisível – Rubi cresceu em uma família bem estruturada e, ao descobrir o mundo das boates de strip, escolheu ganhar sua vida se despindo em clubes de elite de São Paulo em troca de um belo dinheiro. Com sua lábia, inteligência e, claro, seu corpo, além de seus talentos dramáticos, ela foi tendo acesso a homens poderosos – outros nem tanto – e seus segredos e sujeiras. Tanta sujeira e tanta misoginia despertaram em Rubi o instinto refreado em todos nós, e, aproveitando que ninguém desconfiaria dela, a stripper, vista como puta, o objeto: matou. (60 min). Texto: Clara Averbuck. Direção: Graziela Meyer e Clara Averbuck. Elenco: Graziela Meyer. Quando: Dom, 17/11 às 00h30. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Antônio Pompêo). 16 anos.

A todos os homens que nunca me amaram – A todos os homens que nunca me amaram foi um mergulho em experiências autobiográficas das autoras Carolina Caldas e Amanda Cristie. Alicerçardas em textos de escritoras como Virginia Woolf e Simone de Beauvoir, confundem relatos pessoais com ficção. Experiência dividida em três atos. (30 min – RJ). Texto: Carol Caldas e Amanda Cristie. Direção: Carol Caldas. Elenco: Amanda Cristie. Quando: Sex, 15/11 às 22h. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Antônio Pompêo). 14 anos.

A Última Estrofe – Dado é um cantor no auge do seu sucesso, uma pessoa de caráter duvidoso, onde em um momento de dúvidas da sua vida conhece um policial, que o salva de um precipício. Ele não vai medir esforços para conquista-lo, mal sabendo ele que a partir desse dia começa uma nova jornada na sua trajetória. (80 min – SP). Texto: Wood Moura e Whintney Polato. Direção: Rodrigo Ferraz. Elenco: Carola Valente, Daniel Alexs, Rafael Sabinos, Whintney Polato e Wood Moura. Quando: Dom, 17/11 às 22h30. Onde: Satyros Um. 16 anos.

As Bacantes – Cegado por uma obsessão doentia, o rei Penteu deixa toda uma cidade a mercê da vingança de um novo Deus, um tal Dioniso, e seu exército de mulheres selvagens. (90 min – SP). Texto: Kiko Marques. Direção: Kiko Marques. Elenco: Andreony, Bárbara Regina, Beatriz Mazarak, Cica Moura e Racine Tápias. Quando: Qui, 14/11 às 22h. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Antônio Pompêo). 14 anos.

Agnus Dei – Em um mundo pós-apocalíptico, uma mulher e uma figura estranha se encontram dentro de um misterioso bar. (35 min). Texto: Fabio Bach. Direção: Fabio Bach. Elenco: Sabrina Marques e Rafael Torres. Quando: Dom, 17/11 às 15h. Onde: Satyros Um. 14 anos.

Amélia (ou o imperscrutável predicado da hipocrisia) – Durante a festa de 76 anos de Amélia, questões pairam sobre as cabeças de seus filhos. Uma situação vista pela fresta da cozinha, sujeita a interpretações errôneas e suposições absurdas, resultaa em uma solução drástica. Um olhar sobre as estruturas hipócritas que sustentam a nossa sociedade. (50 min). Texto: Thais Ribeiro e Rafael Arruda. Direção: Diana Klautau. Elenco: Barbara Bernardes; Diana Klautau; Duda Meneghetti; Giulia Dianin; Willian Nobre. Quando: Qui, 14/11 às 20h. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Hilda Hilst). 12 anos.

Amigos de Banheirão – A surpreendente estória de cinco homens que foram obrigados a passar uma noite confinados dentro de um banheiro público. (60 min – SP). Texto: Alexandre Cruz de Souza. Direção: Alexandre Cruz de Souza. Elenco: Jorge Padilha, Wilson Granja, Arisson Nunes, Geruzo dos Santos e Guilherme Yerthal. Quando: Sex e Sáb, 15/11 e 16/11 às 00h01. Onde: AP32. 18 anos.

Anatomia Maquibeth – Até onde você iria para buscar o poder? Um casal submerso no champanhe e no sangue, utiliza todos os recursos para ascender ao trono. Mas ser rei nada significa, é preciso ser tranquilo… E para manter a coroa em suas mãos, o casal faz girar as engrenagens da máquina do poder até a loucura. (50 min). Texto: Ana Carol Costa, Felipe Brognoni Casati e Mauro Júnior. Direção: Mauro Júnior. Elenco: Ana Carol Costa e Felipe Brognoni Casati. Quando: Sex, 15/11 às 1h30. Onde: Satyros Um. 16 anos.

Ânima – Uma trupe itinerante perde uma de suas principais integrantes. Para encontrar uma substituta, colocam um anúncio e quem responde é uma jovem palhaça, mas ao chegar ela encontra uma trupe diferente. A trupe mostra que a arte e o circo dizem muito mais sobre nossas vidas do que imaginamos. (60 min). Texto: Fernanda Suaiden. Direção: Isaac Ruy e Malu Frizzo. Elenco: Malu Frizzo, Júlia Navarro, Fernanda Stéfano, Maike Marques, Pablo Azevedo, Fernanda Suaiden, Mirielen Dolvik. Quando: Sáb, 16/11 às 01h30. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Alberto Guzik).  Livre.

Atritos – O espetáculo adensa os atritos das relações sociais e interpessoais, tomando por base as obras de Tchekov e as disputas de território no interior paulista. Os personagens encarnam lutas históricas de suas classes e disputam pela posse da terra, em um cenário de intolerância crescente que emerge do e (50 min). Texto: o grupo, a partir de adaptação de Rosyanne Trotta. Direção: Fernanda Zancopé. Elenco: Ana Carolina Costa e Felipe Brognoni Casati. Quando: Sex, 15/11 às 21h. Onde: Tenda Chico. Livre.

Babuska Show, O Programa da Família Brasileira – BABUSKA SHOW é uma sátira aos programas de auditório, com entrevistas, merchans, números musicais e basbuskets. CRONISTA SOCIAL, usa da comédia, para fazer um show de variedades, amenidades, bizarrices, cultura, sexo, e sátira política. É boca suja”, hipersexuada, e seu mascote é o sr. BILAU. (50 min). Texto: Viviane Figueiredo. Direção: Viviane Figueiredo. Elenco: Viviane Figueiredo, Mirtes ladeira e convidados. Quando:  Sáb, 16/11 às 21h. Onde: Tenda Cacilda. 16 anos.

Blecautes – Um assassinato brutal ocorre em rede nacional durante o reality show “Blecautes”, exibido pela Rede Granja. Você tem a chance de acompanhar o julgamento do século: o povo contra o Lobo Mau. Há chance de inocência para o lobisomem? O reality não acabou, pelo contrário: está só começando. (90 min). Texto: Leonardo de Sá. Direção: Leonardo de Sá. Elenco: Aline Machado, Camilla Ferreira, Leonardo de Sá, Sérgio PassarelI e Fernanda Heitzmann. Quando: Qui, 14/11 às 23h30. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Vange Leonel). 14 anos.

Boa Viagem, José. É o Fim – José acredita ter decifrado uma mensagem nas palavras-cruzadas que ele completa ao longo dos dias. Quando não restam vocábulos a serem preenchidos, ele pensa ter chegado a um ponto de limite. As ações do espetáculo permeiam a força das palavras acumuladas: as já ditas e as que permanecem ocultas. (15 min). Texto: Cleyton Barbosa. Direção: Cleyton Barbosa. Elenco: Cleyton Barbosa. Quando: Sex, 15/11 às 23h. Onde: Espaço dos Parlapatões – Palco Bar. 12 Anos.

BOLHAS – Mãe, pastora evangélica, de pensamento fundamentalista e o filho único, homossexual, em processo de rompimento com a igreja. Vivem em cidades distintas há alguns anos e estão planejando um reencontro. Em cena, ambos presentes, dialogam sem se comunicar. (60 min – SP). Texto: Haroldo França. Direção: Haroldo França. Elenco: Adriane Henderson e Pablo Azevedo. Quando: Dom, 17/11 às 18h. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Alberto Guzik). 12 anos.

Brazyl: Poema Anarco-Tropicalista – A peça é um painel-manifesto sobre o Brasil Contemporâneo e as suas raízes históricas. Um espetáculo de vanguarda, seguindo a tradição da linha do evolutivo do Teatro Brasileiro, inspirado no movimento tropicália e em Oswald de Andrade. (120 min – SP). Texto: Walter Lima. Direção: Walter Lima. Elenco: Gabi Costa, Lucas Valadares, Rosana Judkowitch, Vanessa Carvalho, WagnerVaz e Willian Maciel. Quando: Sex, 15/11 às 21h. Onde: Teatro Oficina. 16 anos.

Cabaré Humorístico – A MC desse cabaré é a misteriosa Madame T, muito mais desajustada que sexy. Uma sequência eletrizante de cenas improváveis prometem uma viagem no tempo (e na noção de realidade) apresentando quadros como: Monga, Xuxa, Nado sincronizado, Teste de elenco, A morte do cisne, entre outros. (60 min). Texto: Tãmara Vasconcelos. Direção: Tâmara Vasconcelos. Elenco: Vítor Kenzo, Isa Alcântara, Rafael Sopran, Alexandre Alves, Andressa Rosa, Satchi, Márcia Reis, Aline Caruso e Thais. Quando: Sex, 15/11 às 21h. Onde: Tenda Cacilda. Livre.

Café Augusta – A peça conta um pouco sobre estes moradores de uma grande cidade que, apesar de aparentemente serem simples seres humanos, começam a mostrar suas diferenças quando se encontram em um bar, na esquina da Augusta… Regados a boleros, bebidas e paixões começam a mostrar seus desejos e suas verdades! (70 min). Texto: Texto Coletivo. Direção: Karina Zimmermann. Elenco: Karina Zimmermann, Leandro Bertola , Jaime Ciró, Marcelo Sanoli, Rodrigo Miranda, Miriam da Silva, Aline Guedes, Rafael Pavan, Hérllon de Abreu Ataliba, Fábio Martins. Quando: Sáb, 16/11 às 15h. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Vange Leonel). 14 anos.

Cansei de Tomar Fanta – A peça traz o texto de Alberto Guzik buscando questionar o estereótipo presente nas relações heterossexuais. Através de comportamentos e estilos musicais que marcaram juventudes de diferentes épocas, o espetáculo ressignifica o diálogo do casal que, sentado em uma mesa de bar, discute a relação. (30 min). Texto: Alberto Guzik. Direção: Fábio Penna. Elenco: Beatriz Belintani e Luis Holiver. Quando: Sáb, 16/11 às 21h. Onde: Tenda Chico. Livre.

CÃO: Poesia não escrita Prescrita sob orientação Médicas de Amores Inacabados – “Cão” conta a história de Ricardo, que busca incessantemente em suas lembranças e memórias a resposta para a sua “existência”. Mas será que buscamos mesmo a verdade? Será que aguentaremos a verdade? Qual a verdade que você procura? Com influências da psicologia (Lacan, Freud, Jung, entre outros). (50 min). Texto: Rodrigo Guergolet e Giovanna Paixão. Direção: Rodrigo Guergolet. Elenco: Bianca Fina, Fellipe Cartier, Luíza Marcon, Rebeca Knopf e Raffael Mattos. Quando: Qui, 14/11 às 20h. Onde: Palco Via Roosevelt. 15 anos.

Caos – Contos Cariocas – Impasse e surpresas que todos estão sujeitos a vivenciar no dia-a-dia de cidade do Rio de Janeiro estão reunidos no espetáculo “Caos” de Rita Fischer, que estreou em 2017 no Rio, passou por quatro temporadas durante esses anos, inclusive em Portugal. (60 min). Texto: Rita Fischer. Direção: Thiago Bomilcar Braga. Elenco: Rita Fischer e Maria Carol. Quando: Sex, 15/11 às 21h. Onde: Espaço dos Parlapatões. 14 anos.

Capítulo VII: O elefante imóvel – Conjunto de ações performativas que se fundem de forma abstrata e sem ordem lógica para evocar o atual fracasso escolar e o retrocesso do método fônico, investigando as relações complexas entre infância, repetição, adestramento e a obra Niños inflando uns vejiga de Francisco de Goya. (47 min). Texto: Coletivo A Ovelha. Direção: Coletivo A Ovelha. Elenco: Alexandre Marchesini, Arthur Borges, Beatriz Correa e Jorge Ferreira. Quando: Qui, 14/11 às 21h30. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Hilda Hilst). 12 anos.

Caras de Plauto – Comédia em versos baseada no original escrito por Plauto por volta dos anos 200 A.C. As confusões e desencontros decorrentes da presença de dois irmãos gêmeos numa mesma cidade. (65 min). Texto: Atilio Bari. Direção: Atilio Bari. Elenco: Eduardo Mancini, Marcelo Franzolin, Eduardo Osório, Lucio Dicetaro, Sabrina Lavelle e Atilio Bari. Quando: Sáb, 16/11 às 21h, e Dom, 17/11 às 20h. Onde: Espaço dos Parlapatões. 12 anos.

CARTA AO PAI – Em um sanatório, internado com tuberculose, o oprimido e doente autor judeu Franz Kafka escreve uma carta para seu pai, o opressor comerciante Hermann Kafka, em que fala do seu medo da figura paterna e da sua relação com ele em um acerto de contas de anos. Em novembro a carta completa 100 anos. (50 min). Texto: Dionísio Neto, a partir de Franz Kafka. Direção: Dionísio Neto. Elenco: Dionísio Neto. Quando: Dom, 17/11 às 18h. Onde: Satyros Um. Livre.

CHAOS – CHAOS é a história de um homem frustrado emocionalmente após um casamento duradouro que acabou. Com isso ele descobre, dentro de si, a mediocridade do ser humano e os sentimentos de solidão e fraqueza. O projeto transforma a existência em algo muito palpável a ponto de nos enxergarmos em cada lugar. (40 min – RJ). Texto: Cássio Borges. Direção: Cássio Borges. Elenco: Igor Martinez. Quando: Sex, 15/11 às 20h30. Onde: Satyros Um. 16 anos.

Chester não é perú – A investigação parte da noite de natal, mais especificamente do famoso Chester. Chester é um frango entuchado de hormônio que apodrece vivo. Em uma ceia em que o público está a mesa, figuras surgem com o ímpeto de dizer algo, mas nunca dizem. (30 min). Texto: Bruna Varga. Direção: Helena Panno. Elenco: Yago Marçall Carvalho, Beatriz Torres, Gustavo Amaral. Quando: Sex, 15/11 às 18h. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Alberto Guzik). 16 anos.

Cinco ensaios sobre a morte – O grupo de atores e dramaturgos que se formou de 2017 a 2018 no extinto Club Noir, faz sua primeira mostra teatral independente. Depois de abandonarem a Cia por motivos artísticos, o novo Grupo pensa uma nova vida. A estreia nasce através da morte do ponto onde se originaram. A morte do passado do grupo, marcará nessas duas únicas apresentações, o ponto de partida para novos caminhos. Cinco diferentes e inéditos textos curtos, em diferentes linguagens, sobre um único tema que inicia tudo: A Morte. Com trilha ao vivo, desenvolvida especialmente para o espetáculo. (80 min – SP). Textos: Katia Klassen,L.S, Henrique, Lis Sayuri Rocha Kuroki, Denizart Fazio e Keka Reis. Direção: Lívia Prestes. Elenco: Thiago Brianti, Thiara Théo, Thiago Winter, Ohana Lopes Ribeiro, Carolina Marafiga, Laura Paro Ferreira, Fábio Neppo, Maruan Ferreyra e Stephanie Lourenço Gulin. Quando: Sáb, 16/11 às 21h. Onde: Teatro Pequeno Ato. 16 anos.

Click – Uma família perturbada pelo sofrimento, e castigadas pela vida, obrigadas a viver em condições desumanas enxergam apenas uma unica saída, você seria capaz de julga–las? um atitude que vai modificar para a sempre a vida dessa família. O que você mais teme: a vida ou a morte? (15 min). Texto: Maycon Turell. Direção: Maycon Turell. Elenco: Hebert Freitas, Tawany Rein e Marta Régia. Quando: Sex, 15/11 às 15h. Onde: Satyros Um. 12 anos.

Colegial – Duas amigas do tempo de escola se reencontram já adultas para reviverem suas memórias e desejos de infância. (20 min). Texto: Eduardo Chagas. Direção: Eduardo Chagas. Elenco: Renata Admiral e Renata Bittencourt. Quando: Dom, 17/11 às 19h. Onde: Tenda Chico. 16 anos.

ContrAção – Quando a cor que tenho, o corpo que tenho, o jeito que tenho é a minha sentença de morte, como consigo viver? “ContrAção” é meu corpo pulsando, é meu povo lutando, é nossa ação contra aqueles que decidem quem deve viver e quem deve morrer. É um banquete de corpos descartáveis que a nação devorou. (50 min – MT). Texto: Suelen Alencar. Direção: Clodoaldo Arruda e Paulo França. Elenco: Clarinda Castro, Ézero Obalhe, Fabíola Karen, Lucas Layon, Jone Sayd, Sebastian Dantas, Suelen Alencar e Wender de Almeida. Quando: Sáb, 16/11 às 16h. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Hilda Hilst). 16 anos.

Consagração – Consagração nasce do desencontro das relações humanas e que põe em questão o universo do teatro em meio ao caos. Ao mesmo tempo em que aponta para questionamentos reais e de natureza urgente, são construídos no espetáculo quadros através de suas previsões do futuro. (50 min – SP). Texto: Ian Boato. Direção: Ian Boato. Elenco: Elza Martins. Quando: Sáb, 16/11 às 14h. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt. (Sala Hilda Hilst). 16 anos.

Dandara – Dandara é uma mulher perto dos seus 30 anos. Tem que viver todos os dias com seu pai, Valduir, aporrinhando as ideias querendo que a moça se case. Então Valduir com a ajuda de jacinto, seu empregado, conseguem 2 pretendentes a mão da moça, Frederico e Sebastião. Com quem será que ela irá se casar? (40 min). Texto: Wallace Borges. Direção: Wallace Borges. Elenco: Carolina Varani, Taís Lira, Henrique Sanchez e Leandro de Sousa. Quando: Sex, 15/11 às 15h30. Onde: Tenda Cacilda. Livre.

Desaparecidos – Quando pequeno fazia poesias, tinha um espelho como seu melhor amigo, admirava o pai em tudo, e percebia a vida através das pinturas de sua mãe. Calixto torna-se um homem solitário devido ao sumiço de seus pais, que passa a vida os procurando. (60 min). Texto: Oswaldo Moraes. Direção: Luciano Mendes de Jesus. Elenco: Oswaldo Moraes. Quando: Dom, 17/11 às 19h30. Onde: Satyros Um. 14 anos.

Duque – Uma comédia dramática de enredo simples, que narra as histórias vividas por um garoto na sua infância, junto com o seu cão. Com histórias reconhecíveis, o espetáculo parece falar da infância de todos nós. (30 min). Texto: Juliana Ostini e Renato Bego. Direção: Juliana Ostini. Elenco: Renato Bego. Quando: Dom, 17/11 às 15h30. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Vange Leonel). 10 anos.

ELVIRA Senhôra dos Bosques – Elvira surgiu do estudo de arquétipos de mulheres corrompidas por homens e que despertam para a vingança. É a história de uma assassina voraz que, em uma emboscada, precisa escolher entre causar mais mortes ou sua redenção. Com referências do teatro épico e kabuki, Elvira é uma experiência única. (50 min). Texto: Alex Pedro. Direção: Alex Pedro. Elenco: Ariane Roveri. Quando: Sáb, 16/11 às 23h. Onde: Satyros Um. 16 anos.

Em Atraso – O espetáculo que trata de forma divertida e por vezes ácida, a principal preocupação dos dias atuais… a falta de dinheiro. Em cena Martha e Miguel, que em uma manhã típica de sua vida de Classe Média Emergente Brasileira Tupiniquim são envoltos numa enigmática trama. (52 min). Texto: Miguel Henrique Hernandes (pseudônimo de André de Araújo). Direção: André de Araújo. Elenco: Patrícia Martins e Rian Adriano. Quando: Sáb, 16/11 às 16h. Onde: Tenda Chico. Livre.

Ensaio aberto sobre Jesus Cristo – O espetáculo é um ensaio aberto sobre algumas passagens marcantes da vida de Jesus Cristo. Os atores da peça irão apresentar algumas cenas existentes até o presente momento, trazendo reflexões sobre o tema e mostrando os bastidores do processo criativo e colaborativo desse grupo de teatro. (50 min). Texto:  Amanda Pickler, Bruno de Paula, Guilherme Andrade e o grupo. Direção: Guilherme Andrade. Elenco: Amanda Pickler, Bruno de Paula, Guilherme Andrade, Larissa Brito e Nicole Tacques. Quando: Dom, 17/11 às 17h30. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Antônio Pompêo). 14 anos.

Ensaio sobre às margens – Nove histórias se sucedem durante um monólogo sobre a rua. Ensaio sobre as Margens é uma avaliação crítica sobre as propriedades, a qualidade e a maneira de quem vive nas ruas; deixa–se cair por terra a vitimização, o romanticismo e nos coloca no local de refletir como nós os enxergamos. (40 min). Texto: Gustavo Henrique Costa. Direção: Thiago Domingues. Elenco: Gustavo Henrique Costa. Quando: Sáb, 16/11 às 17h. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Vange Leonel). 12 anos.

Ensaio sobre Coragem – A partir dos estudos da peça Mãe Coragem e Seus Filhos, quadros e esboços sobre a dramaturgia e diários de Brecht, um salto temporal localiza a política de segurança pública na cidade do Rio de Janeiro e registros em disputa com o real em uma guerra distópica assolada por uma realidade assistida. (40 min – RJ). Texto: Stace Mayka. Direção: Stace Mayka sob orientação de Marina Vianna. Elenco: Stace Mayka. Quando: Sáb, 16/11 às 23h30. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Alberto Guzik). 18 anos.

Ensaio sobre o golpe: uma reconstituição cênica do processo de impeachment de Dilma Rousseff – Parte de um projeto de reconstituição cênica do interrogatório da ex-presidente Dilma Rousseff durante o processo de impeachment. Utilizando o verbatim como mecanismo para um teatro documentário, esse espetáculo consiste na reprodução do discurso inicial de Dilma no Senado. (40 min). Texto: Discurso de Dilma Rousseff. Adaptação: Isabella Bottan. Direção: Aline Ferraz. Elenco: Isabella Bottan. Quando: Sex, 15/11 às 19h. Onde: Estúdio NU. 14 anos.

Estrabismos – Palestra/performance que discute o “duplo” e a ideia de “representação”. Várias linguagens comparecem, buscando um “choque de línguas”. Traduções se multiplicam em forma de vinhetas/espelhos que interrogam as irrelevâncias e os enigmas do cotidiano… (60 min). Texto: Sergio Zlotnic. Direção: Sergio Zlotnic. Elenco: Sergio Zlotnic. Quando: Sex, 15/11 às 16h. Onde: Estação Satyros. 14 anos.

Entre o Trem e a Plataforma – Cinco corpos abandonados, acometidos pela dúvida e medo do desconhecido, são impulsionados a seguirem seu próprio caminho. No trânsito entre o presente, passado e futuro, sobrevivem às marcas da ausência de uma figura masculina narrando suas histórias como ato de resistência. (60 min). Texto: Útopica Cia Teatral e e finalização dramatúrgica de Daniela Carinhanha e Diego Lima. Direção: Diego Lima. Elenco: Bianca Oliveira, Daniela Carinhanha, Diego Lima, Nathalia Della Fuente e Vinicius Secco. Quando: Sex, 15/11 às 15h30. Onde: Giostri Livraria Teatro. 14 anos.

ESPELHO DE NÓS – Espetáculo de dança teatro que fala sobre a busca da felicidade e a influência da sociedade em nossa vida. A história conta com Luan que vive preso em sua caixa, em sua forma de viver e a de Laura com suas questões sobre viver e se permitir sentir em seu mundo mais expansivo. (40 min – SP). Texto: Karoline Matias. Direção: Karoline Matias. Elenco: Rick Lucas, Felipe Lima, Lucas Correia, Rai Monteiro, Karoline Matias e Gisele Lopes. Quando: Dom, 17/11 às 20h30. Onde: Tenda Cacilda. 12 anos.

EU EM TI – Retratos / Um Documentário Cênico – EU EM TI – Retratos Um Documentário Cênico Um experimento cênico de Teatro Documentário que conta cenicamente à morte de uma travesti conhecida como Dandara dos Santos que foi brutalmente espancada até a morte em 15 de fevereiro de 2017, pelo fato de EXISTIR. (60 min). Texto: Fábio Eisner. Direção: Fábio Eisner. Elenco: Alicia dos Anjos, Cíntia Fer, David Amancio, Fábio Eisner, Gustavo Assumpção, Iara Marcek. Quando: Dom, 17/11 às 21h. Onde: Satyros Um. 14 anos.

Florença – Florença, o grito de uma liberdade sufocada por uma presença masculina. A posição da mulher em luta para expressar seu desejo acima de tudo e florir livre de todas essas amarras impostas pelo patriarcado. (40 min). Texto: Weverson Yachuva Zared. Direção: Weverson Yachuva Zared.  Elenco: Thaís Neres, Jéssica Talyciane, Mariana Figueiredo, Weverson Yachuva Zared, Carol Soares, Gabriel Leite. Quando: Qui, 14/11 às 23h. Onde: Satyros Um. Livre.

Gasolera – Ao se unir com o oxigênio e o calor a gasolina explode. Será esse seu mesmo destino ao se juntar com o amor e o desejo? GASOLERA é um jogo cênico que conta a historia de um elemento que insatisfeito com sua matéria, se encontra com algo pior: o corpo humano. (45 min). Texto: Malena Sbarato. Direção: Abel Garcia. Elenco: Malena Sbarato. Quando: Sáb, 16/11 às 00h30. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Antônio Pompêo). 18 anos.

Hitler de Peruca – A mente insana de um ditador e suas várias vozes internas num holocausto festivo. (30 min – SP). Texto: Michelle Ferreira. Direção: Rodrigo Ferraz. Elenco: João Delle Piagge, Rafael Sabinos e Raphael Garcia. Quando: Qui, 14/11 às 22h30. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Vange Leonel). 14 anos.

In-Cômodos – “In-Cômodos” é uma comédia dramática com cinco personagens: um palhaço sem graça; um militar fanático religioso; a primeira mulher a pisar na lua; um corcunda com dificuldades em se articular verbalmente e uma menina introspectiva. Aparentemente eles não sabem ao certo onde estão e há quanto tempo. (35 min – MT). Texto: Túlio Paniago e Wender Sobrinho. Direção: Heloise Godoy, Jean Pablo Loti e Rafael Cerigato. Elenco: Andreel Ferreira, Fabíola Karen, Jone Sayd, Jonathan Nery e Vinícius Amorim. Quando: Sex, 15/11 às 19h30. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Antônio Pompêo). 12 anos.

Iroko–Meu Universo – O espetáculo se passa em uma árvore, onde um jovem negro vai fazendo reflexões sobre suas memórias, origem e o tempo. Iroko, um orixá que simulacro do orixá “Tempo”, tenta fazer com que ressignifique heranças do que nos torna seres humanos, brasileiros, cidadãos mundiais. O que nos torna tempo. (50 min – RJ). Texto: Jeff Fagundes. Direção: Jeff Fagundes; Julia Limp; Ricardo Rocha; Felipe Palu. Elenco: Jeff Fagundes. Quando: Sex, 15/11 às 20h30. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Alberto Guzik). 16 anos.

Jantar às Escuras – Espetáculo de Dança–Teatro. Jantar às Escuras consiste na junção das artes para levar e elevar o público ao tema um tanto quanto curioso, fazendo com que mergulhem a esse convite tão intrigante. Como será esse jantar? Qual o sabor que ele terá? Isso só dependerá da confluência de ideias e sentimentos que brotará dos espectadores. (50 min). Direção: Alê Almeida. Elenco: Marianne Cardoso e Daniel Rolim. Quando: Qui, 14/11 às 23h. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Hilda Hilst). 16 anos. 

La Petite Mort – Sinopse: Para os franceses, “La Petite Mort”, é a transcendência após o orgasmo. No nosso universo, é um corpo que reverbera a rotina de sua depressão. Duas figuras apresentam o embate entre o respiro e o afogamento de uma mente tomada pela ansiedade. (15 min – RJ). Texto: La Petite Mort. Direção: Jeff Fagundes. Elenco: Fernanda Chazan e Elyseu Rodrigues. Quando: Sáb, 16/11 às 18h30. Onde: Satyros Um. 12 anos.

Lamentações – Duas prostitutas discutem sobre uma situação delicada, onde uma está grávida e acredita que o homem que a engravidou irá assumir o filho. (35 min). Texto: Fabio Bach. Direção: Fabio Bach. Elenco: Cíntia Crovelt, Luccas Malheiros, Marcella Aguiar. Quando: Dom, 17/11 às 16h. Onde: Satyros Um. 14 anos.

Leitura dramática Autoestrada para Damasco – Monólogo para uma atriz e um Urso – Uma atendente de pedágio trabalha na noite de Ano Novo. É a véspera das comemorações. Está desanimada, até encontrar seu novo amor, um urso pardo sem dinheiro para a tarifa. (30 min). Texto: Lucas Vitorino. Direção: Lucas Vitorino. Elenco: Thalita Duarte e Rodolfo Vetore. Quando: Sex, 15/11 às 17h. Onde: Tenda Cacilda. Livre.

Leitura dramática NOITE DE GUERRA NO MUSEU DO PRADO – Noite de Guerra no Museu do Prado de Rafael Alberti, peça que Martim Gonçalves estava a traduzir e pretendia encenar com a arquiteta Lina Bo Bardi no MAM/RJ. Esta leitura dramática recobra o último projeto não realizado por Martim Gonçalves, no eixo de atividades em comemoração aos seus 100 anos. (60 min – RJ). Texto: Rafael Alberti Tradução: Maria Clara Coelho. Direção: Ewald Hackler. Elenco: Alunos da SP Escola de Teatro e alunos da UNIRIO. Quando: Dom, 17/11 às 16h. Onde:  SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Antônio Pompêo). 16 anos.

Leitura Encenada – Psicose 4.48 – Sarah Kane – Nessa leitura encenada de Psicose 4.48 da dramaturga inglesa Sarah Kane, dois atores trazem ao palco os pensamentos de uma mente psicótica. Narrado de forma fragmentada e não linear o texto permeia entre o dramático e o lírico expondo a alienação causada por uma depressão profunda. (30 min) Texto: Sarah Kane. Direção: Leon Carvalho. Elenco: Jessica Aquino e Leon Carvalho. Quando: Sex, 15/11 às 17h. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Alberto Guzik). 16 anos.

Lu & Lu: Quase Proibido – 2 amigas trocam confidências, enquanto cuidam de suas aparências. Conversam sobre suas experiências tragicômicas em relacionamentos, discutem sobre os tipos dos beijos, motéis, preferências sexuais, propondo um jogo divertido, com diferentes ângulos, sem que exista um certo e errado sobre o assunto. (20 min). Texto: Renata Giriolli e Priscilla Leão. Direção: Fabio Penna. Elenco: Renata Giriolli e Priscilla Leão.  Quando:  Qui, 14/11 às 19h30. Onde: Estação Satyros. 16 anos.

Luiza não é um Anjo – Luiza já tem 11 anos e não é mais “um anjo”. A relação com sua mãe ficou mais complicada após a perda de seu pai e a inesperada proposta de seus avós. Em meio a esse caos emocional, seus amigos Denis e Nani irão ajudá-la a entender seus traumas e a relação abusiva que ela tinha com seu pai. (45 min – SP). Texto: Willian Sampaio Novais. Direção: Florido. Elenco: Ana Malta, Gabriela Bandeira, Gama, Jorge Ferreira e Luiza Martins. Quando: Dom, 17/11 às 00h01. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Alberto Guzik).  14 anos.

Lute como uma garota – As mulheres são bem mais fortes do que muitos imaginam. A força feminina não deve ser subestimada.Estamos vivendo novos tempos: a discussão sobre os direitos das mulheres não se concentra mais em grupos específicos e a luta feminista amplia seu debate na sociedade. (25 min). Texto: Texto autoral. Direção: Gabriela Ribeiro e Gisa Rêveur. Elenco: Gabriela Ribeiro e Gisa Rêveur. Quando: Qui, 14/11 às 21h30. Onde: Tenda Cacilda. 12 anos.

Luto! Relatos não Héteros – 9 histórias de vida de pessoas com orientação homossexual transporta para a realidade preconceituosa da sociedade, família e do próprio indivíduo. São vivências de diferentes épocas e gerações que nos faz refletir sobre o quão irrelevante deveria ser a orientação sexual diante do valor como indivíduo. (80 min). Texto: Rogério Pimenta. Direção: Rogério Pimenta. Elenco: Beatriz Balthasar, Bino Campos, Eliana Löw, Letícia Castilho, Lucas Paulino, Maga Ares, Michelly Salles, Renata Vietas, Rose Maria. Quando: Dom, 17/11 às 16h30. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Vange Leonel). 12 anos.

MARIA S – Um espetáculo intimista que aborda ciclos da vida da rainha Maria Stuart. Através dela reflete situações vividas por diversas mulheres. Dialogando com a contemporaneidade; defendendo a libertação desse ser, mulher. O público se posiciona ao redor da cena tornando-se parte integrante do mesmo. (45 min). Texto: Antônio Deol. Direção: Antônio Deol. Elenco: Mônica Macêdo. Quando: Dom, 17/11 às 22h. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Hilda Hilst). 13 anos.

MÁSCARAS – Em uma sociedade, em que fingimos ser quem não somos, são raros os momentos em que podemos mostrar nossa verdadeira face. Vestimos máscaras no dia a dia para esconder nossos reais sentimentos. Assim a esquete Máscaras traz de forma divertida essa relação, através com os Clowns Plin e Docinho. (20 min). Texto: Raiane Monteiro. Direção: Gisele Lopes. Elenco: Felipe Lima e Raiane Monteiro. Quando: Sex, 15/11 às 00h30. Onde: Estação Satyros. Livre.

Máscaras do sucesso – Um ator se questiona em meio as experiências sobre o que realmente importa em sua vida.O que estamos fazendo com a vida que nos foi destinada a viver? Questões permeiam a cabeça do ator que se desdobra em inúmeros personagens e personas para levar a público seus sonhos, devaneios e percepções. (55 min). Texto: Kleber Marcolino. Direção: Theófila Lima. Elenco: Kleber Marcolino. Quando: Sáb, 16/11 às 19h30. Onde: Estúdio NU. 16 anos.

Meninos Também Amam _ fragmentos – MENINOS TAMBÉM AMAM celebra o amor e a liberdade, é um ato de resistência, um manifesto poético contra a lgbtfobia. Em cena performers homossexuais desnudam–se para dar voz ao afeto e em coro cantar pela poesia a legitimidade da expressão do amor plural e da diversidade de nossas vidas. (40 min). Texto: Rafael Guerche. Direção: Rafael Guerche. Elenco: Kaique Hector, André Abachioni, Guilherme Pires, Edemi Soares, Roger Silper e Rafael Guerche. Quando: Sáb, 16/11 às 02h. Onde: Espaço dos Parlapatões. 18 anos.

Mentirosos – A história começa a partir do ponto de vista de um Idoso que já não acredita em mais ninguém e vai ao psiquiatra para tentar entender o mundo. A trama se desenrola pela sua mente tentando discutir e debater as suas próprias verdades e mentiras. Nela estão presentes Políticos, o Pinóquio, casais apaixonados, Deus e, até mesmo, o Id, Ego e o Superego. (80 min). Texto: Caio Barros. Direção: Alan Barros. Elenco: Moacir Izidoro, Vini Morais, Ewinho Nunes, Eber Rodrigues, Wesley Vieira, Fabrício Tintiliano e Kauê Moretti. Quando: Sáb, 16/11 às 00h01. Onde: Espaço dos Parlapatões. 16 anos.

NÃO ELA – Experimento Vênus Pudica – Um experimento científico promete libertar mulheres de seus estigmas, culpas e traumas decorrentes exclusivamente de sua existência feminina, entretanto, fragmentos de suas memórias vêm à tona como parte do procedimento. As experiências encenadas na obra são consequências de uma sociedade patriarcal. (45 min). Texto: Letícia Tavares Homem. Direção: Letícia Tavares Homem. Elenco: Letícia Tavares Homem. Quando: Qui,14/11 às 19h30. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt. (Sala Vange Leonel).

NAQUELA NOITE EU OLHEI PELA JANELA E VI A LUA MORRER – Orlando, 60 anos, solitário. Numa tarde, ele recorda o passado, questiona o presente e duvida do futuro. No palco, a vida desse homem, da infância até o estigma de ser gay e velho. Uma peça-denúncia sobre o envelhecer do gay numa comunidade onde o ideal de beleza e juventude são intensos demais. (50 min). Texto: José Ricardo Brighi. Direção: José Ricardo Brighi. Elenco: José Ricardo Brighi. Quando: Sex, 15/11 às 17h. Onde: Giostri Livraria Teatro. 16 anos.

Nariz de Pedra – Três macacos que evoluem para Homem de Neandertal á procura de alimentos para sobreviver, fazem descobertas imprevisíveis, eles se tornam menos primitivos, mais sensíveis e com mais humor. (52 min). Texto: Plínio Augusto. Direção: Gabriel Guimard. Elenco: Plínio Augusto, Paulo Barros e Walmir Santana. Quando: Dom, 17/11 às 20h. Onde: Tenda Chico. 14 anos.

Náufraga – Uma jovem que acaba de atingir a maioridade encontra–se pela primeira vez diante do enfrentamento de um mundo burocrático, que traz memórias de uma infância órfã marcada pela estupidez e ganância humana. Diante da solidão e da espera por algo que não virá. (45 min). Texto: Cris Raséc. Direção: Cris Raséc e Direção Musical de Jonathan Silva. Elenco: Thaís Carvalho. Quando: Sex, 15/11 às 23h. Onde: Estação Satyros. 12 anos.

Nervo Exposto – Uma mulher desesperada com sua condição de imigrante Latina conta as verdades sobre a sua experiência de imigração. ( 50 min). Texto: Adaptação das obras de Artonin Artaud, Eduardo Viveiro de Castro, Jean Genet, Isidore Ducasse, Alvaro Machado e textos de Fransérgio Araújo e Marba Goicochea. Direção: Fransérgio Araújo. Elenco: Marba Goicochea. Quando: Dom, 17/11 às 00h30. Onde: Satyros Um. 18 anos.

Noite de Gala – Uma crítica ao universo das celebridades, da alta sociedade e das premiações do cinema. Nessa noite onde o humor negro é o astro, personagens pitorescas nos convidam a assistir uma premiação surpreendente (ou pra lá de engraçada, como preferir). (40 min) Texto: Jô Bilac. Direção: Cacá Toledo. Elenco: Barbara Thomaz, Christiane Fogaça, Cacá Toledo, Claudemir Santana, Zé Gui Bueno, Paula Possamos, Bruno Kott. Quando: Sex, 15/11 às 23h. Onde:  SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Antônio Pompêo). 12 anos.

Nostalgia do Amor Ausente – Reflete sobre a ausência do amor perdido. Há a narrativa da queda de Lúcifer castigado e ignorado por Deus. É sobre ser o anjo que cai, mas também sobre a mulher primordial Lilith que reúne energia para dizer NÃO, prefiro ser ausência a ficar por baixo. Uma convocação ao renascimento pós-perda amorosa. (55 min). Texto: Walmor Santos e Pri Calazans. Direção: Deia Oliveira. Elenco: Pri Calazans. Quando: Sex, 15/11 às 19h. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Alberto Guzik). 14 anos.

Nossos relatos rodriguianos – Em formato de instalação–cênica são 8 histórias reais, vinculadas a Anjo Negro de Nelson Rodrigues, que acontecem em torno de uma fogueira com músicas pagãs e danças circulares. A pública caminha entre as histórias e também vivencia, afinal as histórias podem ser do Nelson, minha ou sua! (70 min). Texto: Coletivo. Direção: Karina Zimmermann. Elenco: Aline Guedes, Fábio Martins, Herllon Ataliba, Jaime Ciro, Karina Zimmermann, Leandro Bertola, Luan Zambido, Maikon Zambido, Marcelo Sanoli, Miriam da Silva, Rafael Paduan, Rodrigo Miranda, Tiago Dua. Quando: Sáb, 16/11 às 19h. Onde: Praça Roosevelt. 12 anos.

O Alienista – Os barbeiros rivais Porfírio e João Pina veem em seus salões as reações de um acontecimento que deixou Itaguaí́ boquiaberta: a construção de um asilo para doentes mentais. A boataria só́ faz aumentar quando Dr. Bacamarte – o alienista – declara ter descoberto a linha exata que separa a loucura da sanidade, encarcerando, a seguir, todos os que demostram qualquer comportamento excêntrico – mesmo que o número de internos chegue a 4/5 da população de Itaguaí́! Nesse contexto, os barbeiros aproveitam o caos social para largar as tesouras e dar continuidade à rivalidade em outra arena: a da política. (55 min). Texto: Toni D’Agostinho. Direção: Toni D’Agostinho. Quando: Dom, 17/11 às 00h01. Onde: Espaço dos Parlapatões. 12 anos.

O Banquete no Éden – O que o mito do Jardim do Éden, teria a nos dizer sobre o que somos e a forma como nos relacionamos nos dias atuais? O Grupo Trapo debruça-se sobre o mito que encontra-se no íntimo de nossa formação e da construção de paradigmas, por um único motivo: Questionar significados! (50 min). Texto: Muriel Vitória. Direção: Muriel Vitória. Elenco: Isaque Patrício, Priscilla Rosa, Diego Britto, Marília Pacheco, Lucas Soares, Vitória Rabelo e Catarina Milanin. Quando: Qui, 14/11 às 23h00. Onde: Estação Satyros. 18 anos.

O Inspetor Geral do Brasil – Utiliza a comédia para falar sobre a impostura, a hipocrisia e o medo. O texto, Inspetor Geral do Gógol escrito em 1836, é tão moderno quanto as melhores peças deste século, tem a nossa versão “abrasileirada” para os tempos atuais. (80 min). Texto: Nicolai Gogol – Adaptação: Maciel Silva. Direção: Maciel Silva. Elenco: Angela Valentin, Allexandre Romero, Aline Feitosa, Cynthia Azevedo, Gall Barros, Chico Garcia, Fernando Diniz, Felipe Pondé, Leonardo Tersino, Lucas Mantellato Marina Honda, Renata Ohofugi, Tomás Vasconc. Quando: Sex, 15/11 às 15h30. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Vange Leonel). 16 anos.

O outro lado da guerra – Baseada no livro “A Guerra não tem rosto de mulher”, o espetáculo traz relatos verdadeiros de mulheres que foram ao front na II Guerra Mundial. Mulheres que viveram suas dores, amores, conflitos e perdas inseridas nesse ambiente hostil de guerra. (40 min). Texto: Atamaiabas. Direção: Coletiva. Elenco: Clara Leite, Dri Fáiden, Isabelle Cardoso e Silvia Moiella. Quando: Sáb, 16/11 às 19h30. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Alberto Guzik). 14 anos.

O Quarto Vazio – “O Quarto Vazio” conta a história de Yara e Lauro, juntos há mais de 20 anos, que para enfrentar uma crise financeira, colocam um quarto no apartamento que vivem para alugar. Logo aparece ítalo, jovem universitário que vai mexer com a vida dos dois. (55 min). Texto: Rodrigo Soares. Direção: Márcio Macena. Elenco: Renata Brás, Alexandre Barros, e Tales Ordakji. Quando: Sáb, 16/11 às 00h30. Onde: Satyros Um. 14 anos

O TREM – Durante uma noite, presos numa estação de Trem, pensamentos vão e voltam. Uma criatura que se vê parada no tempo tem que lidar com seus medos, angústias e indecisões ao se deparar com um desconhecido. (30 min). Texto: “O Trem” de Fábio Bach. Direção: Arisson Nunes. Elenco: Barbara Bernardes, Bruna Buzatto, Cinthia Cardoso, Henrique Melo, Vivian Tortejada. Quando: Qui, 14/11 às 19h. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Alberto Guzik). Livre.

O Usurário – Um inescrupuloso financista não mede esforços para continuar cada vez mais rico, mas um grupo de rapazes arma um plano pra lhe dar uma lição! Dinheiro, amor e morte nessa comédia do brasileiro Martins Pena, recheada de músicas compostas especialmente para o espetáculo. (70 min). Texto: Martins Pena e finalização de Juscelino Filho. Direção: Orias Elias e Walter Lins. Elenco: Walter Lins, Paloma Oliveira, Cristian Mazzetti, Sabinna DiColluccy, Gabriel Kadaj, Raul de Andrade, Adelmo Fernandes, Luis Bezerra e Orias Elias. Quando: Sáb, 16/11 às 20h30. Onde: Espaço Cultural Encena. Livre.

O Verdugo – Um carrasco de uma aldeia, o Verdugo, hesita em executar um homem que professa discursos revolucionários e é amado pelo povo. A lei é então posta em cheque quando seus representantes ignoram os argumentos do Verdugo e tentam subornar sua família para que a execução aconteça. (60 min). Texto: Hilda Hilst. Direção: Sérgio Marques. Elenco: Andressa Mello, Bárbara Ablas, Beatriz Belintani, Bianca Tocacelli, Diego Pallardó, Mateus Torres, Rafael Salgado, Simone Makhamra e Victor Rosa. Quando: Qui, 14/11 às 21h. Onde: Tenda Chico. 12 anos.

Os Contos Que Trago – Em um país onde a cultura é subjugada e os direitos encurtados vamos denunciar os maiores assaltos morais: o feminicídio, a homofobia, a brutalidade policial, a falta de empatia, o racismo, etc. Os Contos Que Trago é épico, é físico, é uma farsa mas não é fake news. É a escrota realidade brasileira. (60 min – RJ). Texto: Humberto Assumpção. Direção: Humberto Assumpção. Elenco: Rycher Juan, Maicon Carlos, Josy Louzada, Priscila Gonzaga, Bernardo Baumann, Ipojucan Dias, Humberto Assumpção. Quando: Sáb, 16/11 às 14h30. Onde: Estação Satyros. 14 anos.

Os Inimigos do Povo – A cidade de Molendal vive sua maior ascensão financeira devido aos poderes curativos de suas águas. Águas essas descobertas pelo médico Thomas Stockmann que desde então é considerado o maior amigo do povo, mas a maior fonte de renda de Molendal encontra-se infectada. O projeto também será apresentado no Programa Redenção. (50 min). Texto: João Paulo Guerra e Lucas Silveiras. Direção: Lucas Silveiras. Elenco: Renato Munhoz, Amanda Leite, Ingrid Bonkowski, João Paulo Guerra, Cauê Araujo, Felipe Beraldo, Juliano Toledo e Bruno Soares. Quando: Sáb, 16/11 às 20h. Onde: Praça Roosevelt. Livre.

Os negros estão aqui – Frequentemente tratados como objetos de desejo, motivos de piadas, olhares desconfiados e comentários impiedosos, OS NEGROS ESTÃO AQUI para dizerem e encenarem aquilo que precisa ser dito e repetido quantas vezes for necessário. (20 min – MG). Texto: Thiago Augusto. Direção: Rubia Bernasci e Thiago Augusto. Elenco: Rubia Bernasci e Thiago Augusto. Quando: Sex, 15/11 às 21h. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Antônio Pompêo). Livre.

OBI – O espetáculo resgata a ancestralidade afro brasileira por meio da contação de três contos sobre os Orixás, livremente inspirados na mitologia Ioruba e adaptada pelo grupo. (50 min). Texto: Anna Dulce. Direção: Pin Nogueira. Elenco: Clovis Lima, Luís Garcia e Maria Helena Menezes. Quando: Dom, 17/11 às 16h30. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Hilda Hist). 14 anos.

Ópera dos Bêbados – Já se perguntou quais os piores motivos que leva o indivíduo a beber? Ópera dos bêbados mostra alguns motivos principais, e toda jornada de uma madrugada no bar afogando todas as mágoas, paquerando, contando as piores histórias e tirando uma “sarro” da triste vida cotidiana. E então vamos beber? (40 min). Texto: Victor Rigonatti. Direção: Victor Rigonatti. Elenco: Lucas correia, Newton Véio, Rai Monteiro, Lucas Morais, Tom Sousa, Aruana Granier, Karol Matias, Nayra Priscila, Luiz Thaixpetacular, Rick Lucas, Gabriela Jonas, Victor Gabriel Lopes e Rúbia de Ponte Fernan. Quando: Sáb, 16/11 às 00h30. Onde: Estação Satyros. 12 anos.

Parexistência – Por dentro de uma casca animal um fungo se espalha até tomar conta do ser A existência do parasita é a queda do inseto A queda é o desembarque para água (30 min). Texto: Arthur Murtinho. Direção: Amanda Steinbach. Elenco: Daiane Sousa. Quando: Sex, 15/11 às 00h01. Onde:  SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Alberto Guzik). 14 anos.

Paraíso – O Invisível – Ao se deparar com o próprio pai em sua sala de cirurgia, a trajetória de vida de um médico bem sucedido caminha para um novo lugar. Ali, ele se vê incapaz de continuar a ser o que havia sido até então para, enfim, se transformar em algo maior: o Paraíso. (63 min). Texto: Denis Antunes e José Trassi. Direção: Denis Antunes. Elenco: José Trassi. Quando: Qui, 14/11 às 21h. Onde: Espaço dos Parlapatões. 14 anos.

Pequenos Perversos Polimorfos – O espetáculo questiona a relação dos desejos em um país cada vez mais dissimulado, sectário e violento com o que se revela diverso e a impossível luta para assumir-se quem se é frente e uma moral supostamente permissiva, que esmaga tudo ao menor sinal de um sorriso. “…e se eu te desse um beijo?” (50 min). Texto: Helder Parra. Direção: Higor Lemo. Elenco: Carla Roeher, Gabriela Fazuna, Helder Parra, Higor Lemo, Paula Barros e outros. Quando: Sex, 15/11 às 18h. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Antônio Pompêo). 16 anos.

Pés Descalços Não Fazem Barulho – A peça coloca em cena as tragédias que o homem contemporâneo ainda deve enfrentar, como a dor da perda, a tirania, as cicatrize da ditadura, o silenciamento da sociedade, a violência contra a mulher e a busca desesperada por corpos desaparecidos que nunca foram enterrados. (60 min ). Texto: Hugo Leão, Laísa Alfenas e Luis Holiver. Direção: Henrique Mello, Sabrina Denobile e Roberto Francisco. Elenco: Ana Carolina Sbarai, Anna Paula Kuller, Enrico Ruberti, Fábio Melgarejo, Hugo Leão, Laísa Alfenas, Laysa Alencar, Léo Pegozzi, Luis Holiver e Roberto Francisco. Quando: Sáb, 16/11 às 18h. Onde: Estação Satyros. 16 anos.

Poema Suspenso Para uma Cidade em Queda – Uma pessoa cai do topo de um prédio e não chega ao chão. Os anos passam e toda a vida dos moradores desse prédio se congela em seus próprios traumas enquanto aquele corpo permanece em suspenso. Após 33 anos, aquele corpo continua “sem cair” e as histórias de cada morador vão se amarrando de formas inusitadas. Presos numa espécie de “buraco negro pessoal”, os personagens vivem uma experiência que não finaliza, que gira em círculos, que ignora seu entorno. Trata-se de uma fábula contemporânea sobre a sensação de suspensão e paralisia geral do mundo contemporâneo. Através do excesso de possibilidades e uma abertura de infinitos caminhos a percorrer em um segundo, o homem pára diante de tudo e começa a traçar um caminho circular dentro de seu reduto que, muitas vezes, ilude uma vida, mas, na verdade, é um eco de si mesmo. (60 min). Texto: Cia Mungunzá de Teatro e Luiz Fernando Marques e finalização de Verônica Gentilin. Direção: Luiz Fernando Marques. Elenco: Lucas Beda, Marcos Felipe, Sandra Modesto, Verônica Gentilin e Virginia Iglesias. Quando: Sex e Sáb, 15/11 e 16/11 às 20h e Dom, 17/11 às 19h. Onde: Teatro de Contêiner Mungunzá. 16 anos.

Primeiro era o verbo… depois virou qualquer coisa!! – Dois atores conversam sobre as dificildades da carreira, sendo que um já é bem sucedido, e o outro continua batalha entre testes e cursos de teatro. (15 min). Texto: Texto original. Direção: Régis Trovão Rodrigues. Elenco: Paulo Vilhena e Marcos Roza. Quando: Sáb, 16/11 às 22h30. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Alberto Guzik). Livre.

 

Quarto Azul – Quarto Azul conta a história de um casal no início de sua relação. O primeiro beijo, o primeiro encontro, a primeira discussão, tudo apresentado de forma cômica e romântica. Como não sentir falta de quando tudo era novidade? Juntos descobrimos nossa reação ao entrar neste quarto pela primeira vez. (50 min – AM). Texto: Felipe Maya Jatobá e Kirk Thiago Pedroso. Direção: Felipe Maya Jatobá. Elenco: Caio Muniz e Felipe Maya Jatobá. Quando: Sex, 15/11 às 20h. Onde: Tenda Chico. 14 anos.

Que Festa É Essa, Criatura? – Palhaça Incrível Teimosa foi contratada pela mulher mais rica da cidade para animar uma grande festa. Nada poderia sair errado. Porém, perfeição não faz parte do mundo às avessas desta palhaça e tudo o que era para ser ordenado e bem-acabado, se transforma mesmo numa enorme e divertida confusão! (47 min – PR). Texto: Daniele Pezenti. Direção: Daniele Pezenti. Elenco: Daniele Pezenti / Palhaça Incrível Teimosa. Quando: Dom, 17/11 às 19h. Onde: Praça Roosevelt. Livre.

Retalhos – Questionar? Essa palavra não devia existir em meu vocabulário. Eu cresci tentando me manter invisível e quanto mais eu fazia isso, mais visível me tornava a seus olhos. Uma atriz sozinha interpreta um relato forte e descritivo de uma relação abusiva. (15 min). Texto: Retalhos. Direção: Erik Santana. Elenco: Ana Carolina Sbarai. Quando: Sex, 15/11 às 20h. Onde: Tenda Cacilda. 14 anos.

Satyriase – a resistência – Criada em 2011, Satyriase proporciona ao público uma atração sensorial que visa trazer o espectador a participar da arte sem amarras nem pudores. Os textos, abertamente eróticos, são apresentados enquanto o público, vendado, é estimulado em seus sentidos. (50 min). Texto: Luiza Pastor. Direção: Luiza Pastor. Elenco: Luiza Pastor, Flavio Ferrari, Ricardo Torres, Carol Bifulco, Otavio Azevedo, Danilo Amaral e Adriane Gomes. Quando: Sáb, 16/11 às 02h. Onde: Estação Satyros. 18 anos.

Sede – Mulher publica em sua conta do twitter que deseja matar alguém, esse alguém se apresenta e acontecimentos inesperados são desencadeados. (30 min). Texto: Leonardo Gênesis. Direção: Sede Coletivo. Elenco: Carol Salles e Elis Negrão. Quando: Dom, 17/11 às 17h. Onde: Satyros Um. 14 anos.

SER ou enlouqueSER, o resto é silêncio. – Ser ou enlouquecer? A loucura da reflexão do ser ou não ser está presente no cotidiano e na vida de todos. Seja por meio de desejos, medos, anseios, deveres ou escolhas. Tudo existe, tudo acontece aqui, tudo é real, o ser fala, a loucura grita e o resto é silêncio. (80 min – SP ). Texto: O Grupo. Direção: Márcia Azevedo. Elenco: César Pettine, Daniel Bueno, Giovanna Rubbo, Isa Araújo, Jeniffer Rodrigues, Leonardo Délbo, Tabata Andrade, Tássio Bizarri, Tiago Dorell, Yedda Camille e Willian Leal. Quando: Dom, 17/11 às 22h30. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Alberto Guzik). 12 anos.

Sertão Encantado – No Sertão de Araguaína já é noite de São João quando um jovem casal desperta para o amor Rosinha, uma jovem cheia de sonhos se encanta ao ouvir o canto doce da voz de Pirilampo que ressoa às margens do Rio Araguaia, por onde caminham. Mas o amor é um sentimento novo e puro e ainda sem se conhecerem, vão à procura um do outro. Com seus atrapalhados amigos Zé e Maria, buscam por conselhos amorosos com um misterioso feiticeiro do sertão, Sr Cumará! Mas vejam só que coisa! Não é que o próprio Feiticeiro também se apaixonara por Rosinha? E com tantas simpatias poções e feitiços voltas e reviravoltas, quem sabe onde esta história vai dar? (60 min). Texto: Diego Summer. Direção: Diego Summer. Elenco: Gabriela Gaabe, Cleo Ribeiro, Diego Summer, Diogo Guedes, Tom Nunes Márcio Telles. Quando: Sex, 15/11 às 21h e Sáb e Dom, 16/11 e 17/11 às 15h30. Onde: Teatro Jaraguá. Livre.

Stonewall 50 – Uma Celebração Teatral – Dirigido por Renato Farias, o ator Thiago Mendonça protagoniza o espetáculo inspirado no episódio que foi o marco zero das lutas LGBT nos Estados Unidos, ocorrido há cinco décadas. Na madrugada de 28 de junho de 1969, a reação dos frequentadores de um bar em Nova York, em revide a uma ação policial abusiva, violenta e frequente, tornou-se o ícone do movimento pela igualdade, respeito e conquista dos direitos civis da comunidade LGBT. Com base nessa história e em experiências pessoais, Thiago Mendonça e Renato Farias criaram o roteiro do documentário cênico. Artistas e personagens ligados ao movimento gay, como Judy Garland, Madonna, George Michael, Marsha P. Johnson, Vange Leonel, Divina Valéria e Renato Russo também são homenageados no espetáculo (70 min – RJ). Quando: Dom, 17/11 às 02h. Onde: Estação Satyros. 14 anos.

Tântrica Santina forjada em sangue a sorte imaculada e um homem morto – É o monólogo de uma mulher em tempo e espaços indefinidos. O espetáculo apresenta uma miscelânea de referências, tanto na encenação ritualística, quanto no texto poético e lírico. O clima da obra remete a um barroco sombrio, onde o sacro e o profano são constantemente citados e convivem lado a lado. (47 min – BA). Texto: Thor Vaz. Direção: Thor Vaz. Elenco: Rita Rocha. Quando: Qui, 14/11 às 20h30. Onde: Estúdio NU. 14 anos.

Te Encontrei – Espetáculo em 2 atos. Adaptação de textos de Karl Valentin e Antonio Rocco. Primeiro ato: O autor descreve com bastante humor sobre várias fornas de usufruirmos do teatro. Segundo ato: Berenice é uma pessoa que não queria nada muito sério com ninguém, mas “alguém” quis algo muito sério com ela. ( 50 min). Texto: Karl Valetin, Antonio Rocco com adaptação de Denis Snoldo e Tin Oliveira. Direção: Hilton Have. Elenco: Hilton Have, Edde Cardoso, Mila Amorim, Denis Snoldo e Eluizio Felix. Quando: Sex, 15/11 às 21h30. Onde: Estação Satyros. Livre.

TEATRO LAMBE-LAMBE DOC. – LAMBE LAMBE DOC. A poética do pequeno: quatro caixas, quatro memórias em até quatro minutos de história cada. A MALA DE HANA, por Cíntia Fer, CAUSOS DA LORIS, por David Amancio DOENÇA DA ALMA, por Gustavo Assumpção e RETRATOS, por Fábio Eisner. (60 min). Texto, Direção e Elenco: Cíntia Fer, David Amancio, Fábio Eisner e Gustavo Assumpção. Quando: Dom, 17/11 às 16h30. Onde: Praça Roosevelt. 14 anos.

Teatro Lambe Lambe – Fases da Vida – Teatro Lambe Lambe – Fases da Vida reúne 03 atores, 03 caixas e 03 histórias de curta duração (Teatro Lambe Lambe é um mini teatro, um espetáculo assistido através de um orifício na caixa). As Narrativas:”A bailarina”, “O que é a felicidade” e ” A espera” são espetáculos independentes porém conectados. (90 min). Produção/Realização: Cia Fuxico de Teatro. Elenco: Alessandra Nascimento, Cida Lima e Ronaldo Barbosa. Quando: Sáb, 16/11 às 18h30. Onde: Praça Roosevelt. Livre.

Testemunhos Sagrados da Cronologia de uma Bicha – Sejam todos bem-vindos dentro da minha mente. A mente da Bicha. Testemunhos Sagrados da Cronologia de uma Bicha é uma saga cronológica onde o autor-protagonista relata cronologicamente sua trajetória homoafetiva. Com a proposta de uma experiência imersiva, o público é personagem fundamental. (45 min). Texto: Guilherme Yerthaal. Direção: Guilherme Yerthaal. Elenco: Guilherme Yerthaal. Quando: Sex, 15/11 às 16h. Onde: Satyros Um. 16 anos.

Trágico Bicho Homem – Se do pó viemos ao pó retornaremos. Estamos em estado trágico: somos a poeira das estrelas. Somos a coletividade em um mundo que morre e nasce todos os dias, o ciclo da vida. Somos corpos animalescos movidos a eletricidade de raios e relâmpagos. Somos o som dos trovões. Somos aqueles que se violam. (70 min). Texto: Adaptação da trilogia de Sófocles. Direção: André Haidamus. Elenco: Yasmin Thin Qi, Aliyne Gama, Chiara Mazza, Giovanna Lippolis, Thiago Cardoso, Beatriz Alquimim Gross, Thaina Nunes de Oliveira Muniz, Bianca Correia Gomes, Rafael Bonafé Siqueira e outros. Quando: Sáb, 16/11 às 19h. Onde: Tenda Chico. 14 anos.

Transderella – Cindy, uma menina transexual que mora com sua madrasta e seus dois irmãos adotivos que não a tratam da forma como uma mulher transexual. Quando a Rainha Iberi e o Príncipe Malik resolvem dar um Baile Real Cindy contará com a ajuda da Fada Drag Madrinha para comparecer ao baile da forma que é. (120 min). Texto: Lino. Direção: Lino. Elenco: Alicia dos Anjos, André Lino, Pedro Augusto, Thiago Vaz, Bruna Grasseli, Priscila Labronici, Mariana Sena, Alessandro Fritzen, Gabi Tarifa, Mixa Andrade, Jéssica Oliveira, Sydney Salvatori e Sthef L. Quando: Sáb, 16/11 às 18h. Onde: Tenda Cacilda. 12 anos.

Um Match Grego – Num mundo fantástico e pós-moderno imaginou-se um encontro amoroso entre Medeia e Creonte, alguns anos antes da obra clássica de Eurípedes. Os desdobramentos desse match só uma realidade dos tempos de hoje é capaz de revelar. (25 min). Texto: Dramaturgia Coletiva. Direção: Lúcia Rosa. Elenco: Marcela Chamlian e Sandro Martyns. Quando: Sex, 15/11 às 00h30. Onde: Satyros Um. Livre.

Um Passeio no Bosque – Num jogo emocionante e engraçado, um diplomata russo e outro americano encontram-se em um bosque na Suíça para discutir um tratado de desarmamento nuclear, em quatro cenas nas quatro estações do ano; verão, outono, inverno e primavera, nesta ordem. O russo um velho e desencantado profissional que insiste em acordar uma amizade antes de qualquer acordo profissional. O americano acredita piamente que pode salvar o mundo com seu plano e, por tanto, recusa a amizade, valorizando o profissionalismo. Eles não conseguem salvar o mundo, mas quase se tornam amigos. O encontro é um fracasso muito bem sucedido… (90 min). Texto: Lee Blessing. Tradução: Bárbara Heliodora. Direção: Marcelo Lazzaratto. Elenco: Gustavo Merighi e Beto Bellini. Quando: Sex e Sáb, 15/11 e 16/11 às 21h e Dom, 17/11 às 19h. Onde: Espaço Elevador. 14 anos. 

 

Uma Apressada Antologia de Novíssimos – Dramaturgias surgidas segundo o amplo horizonte da criação, assistidas e provocadas por um orientador, seguindo um regramento que deseja apenas desmitificar a distância entre a sensibilidade autoral e a criação efetiva e técnica. (60 min). Texto: Daniel Do Valle, Daniella Coutinho, Edu Newes, Fabiana Correira, Weverson Yachuva Zared e Brysa Delgatto Godoy. Direção: Marcio Tito Pellegrini. Elenco: Fabrício Castro, Maura Ferreira, Ingrid Adely, Cica Moura, Thais Neres e Theofila Lima. Quando: Sex, 15/11 às 00h30. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Antônio Pompêo). 14 anos.

Uma noite com Fulanas – Oito mulheres. Oito pantufas. Oito copos vazios. Oito é infinito, oito é outro, oito é coito, oito é torto. Oito mil terminações nervosas vezes oito , oito milhões de sinapses femininas em ação em uma noite alucinante. (50 min). Texto: As Fulanas. Direção: Fefa Codesso. Elenco: Atrizes improvisadoras: Amanda Rodovalho, Beatriz Torres, Camila Penna, Carolina Petrucci, Clarice César, Iara Perri, Fefa Codesso e Luiza Helena. Quando: Qui, 14/11 às 20h30. Onde:  SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Alberto Guzik). 18 anos.

Uma Vida Qualquer – Cinco atores que se revezam entre mais de 20 personagens em mais de 10 cenas. Reunindo histórias que se unem a partir de um óbito, diversos arquétipos sociais são revelados ao decorrer da peça, partindo de uma situação para investigar o quanto cada um de nós guarda uma certa morbidez. (30 min). Texto: Rodrigo Soares. Direção: Thiago Brianti. Elenco: Cibele Gonçalves, Dani Bavoso, Roberson Lima, Stephanie Lourenço, Tales Ordakji. Quando: Sex, 15/11 às 20h30. Onde: Estação Satyros. 14 anos.

Una – Dedicado a todas as outras – West Yorkshire, 1977. Um assassino em série está aterrorizando o condado inglês; Enquanto essa história se desenvolve ao seu redor, Una, então com seus 12 anos, vivencia uma série de atos violentos, pelos quais se culpa. Baseado na Graphic Novel “Desconstruindo Una” da artista britânica Una. (90 min). Texto: Coletivo Rubra. Direção: Felipe Vieira de Galisteo. Elenco: Allie Lopes, Ana Laura Alvarez, Bruno Alves, Guilherme Maniezo, Heloísa Araújo, Júlia Miller, Kamila Santos, Laís Soares, Larissa Cardoso, Mileny Vitória e Mikaely Queiroz. Quando: Dom, 17/11 às 14h. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Alberto Guzik). 14 anos.

Vikings e o Reino Saqueado – Dois palhaços que se apresentam como guerreiros vikings voltando a seu reino após terem realizado desastrosas batalhas pelo mundo. Ao chegarem se deparam com sua rainha destituída e o trono tomado por duques.O desafio dos Palhaços-Vikings é retirar os duques do poder e devolve-lo para o povo. (50 min – PR). Texto: Cia. Os Palhaços de Rua. Direção: Cia. Os Palhaços de Rua. Elenco: Adriano Gouvella e Lucas Turino. Quando: Sáb, 16/11 às 19h. Onde: Praça Roosevelt. Livre.

Zoológico Humano – No futuro, a política de extermínio da população negra alcançará seu maior êxito: restará, apenas, uma mulher negra e um homem negro no mundo. Por serem raros, eles serão mantidos em um jardim zoológico, presos na mesma jaula para que reproduzam e, dessa forma, não sejam totalmente extintos. (70 min). Texto: Robinson Rogerio. Direção: Gustavo Amaral. Elenco: Carla Silveira e Robinson Rogério. Quando: Dom, 17/11 às 19h. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Antônio Pompêo). 14 anos.

 


>> Aproveitando sua visita:

– Ajude a ONG APOGLBT SP, Associe-se!
– Nosso evento no Facebook para 2020 foi criado: ParadaSP 2020
– Curta as redes sociais da Parada LGBT de SP: Facebook / Twitter / Instagram

Publicado por: Fabrício Viana
Fabrício Viana é o jornalista (MTB 80753/SP) responsável pela assessoria e comunicação da APOGLBT SP, ONG que realiza a maior Parada LGBT do mundo. Para a página de Imprensa, aqui. Contato com a ONG, aqui