9,6% das adoções na Inglaterra são feitas por casais homossexuais

Segundo dados divulgados pelo Departamento de Educação da Inglaterra, as adoções realizadas por casais do mesmo sexo representam hoje 9,6% do total.  Um dos motivos, acreditam alguns, é o incentivo dado pela New Family Social que distribuiu cerca de 100 mil euros aos pais LGBTs que desejassem adotar uma criança.

Embora o número de adoções tenham diminuído com relação ao ano anterior, segundo Tor Docherty, presidente da New Family Social, “É encorajador ver que agências continuam a considerar e colocar com êxito crianças para adoção com casais do mesmo sexo.”

Ainda segundo Tocherty, é primordial que as necessidades básicas da criança sejam respeitadas e que as agências, que liberam as adoções, considerem toda a gama de possíveis pais, inclusive pais homossexuais.


>> Aproveitando sua visita:

– Ajude a ONG APOGLBT SP, Associe-se!
– Nosso evento no Facebook para 2020 foi criado: ParadaSP 2020
– Curta as redes sociais da Parada LGBT de SP: Facebook / Twitter / Instagram

Publicado por: Fabrício Viana
Fabrício Viana é o jornalista (MTB 80753/SP) responsável pela assessoria e comunicação da APOGLBT SP, ONG que realiza a maior Parada LGBT do mundo. Para a página de Imprensa, aqui. Contato com a diretoria da ONG, aqui. Mais sobre Fabrício Viana, clique aqui.