quinta-feira, junho 22, 2017
Cultura LGBT
Informações e notícias sobre a Cultura LGBT no Brasil e no mundo.

0 1826

Prepare-se para conhecer o maior festival de diversidade que o Brasil já viu. Dia 16 de junho tem a estreia do Milkshake Festival em São Paulo. O festival, que é sucesso em Amsterdã, desembarca por aqui com 4 palcos confirmados, DJs, bandas, performances, trio elétrico, brinquedos de parque de diversão e muito mais atrações distribuídas em 11 horas coloridas de festa.

E o mais legal de tudo isso: em parceria com a APOGLBT SP, ONG responsável pela maior Parada LGBT do mundo, você pode comprar seu convite com desconto! Isso mesmo! Basta usar o código promocional “PARADASP” no site http://www.milkshakefestival.com/

Milkshake Festival Brasil
16 de junho, sexta-feira, das 18h às 5h
Local: Av. Francisco Matarazzo, 678, Barra Funda, São Paulo/SP

Ingressos à venda: http://bit.ly/milkshake-tickets
Conheça o lineup: http://milkshakefestival.com.br/line-up/
Teaser: https://youtu.be/0kqo1Y51G5w

O casamento é a maneira legal que a sociedade encontrou para oficializar a união entre pessoas que se amam. Como sabemos, a manifestação do amor ultrapassa as barreiras de sexo e gênero, mas ainda hoje existem países que proíbem o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Sinônimo de tradicionalismo e bons costumes, os países asiáticos são um excelente exemplo de onde isso acontece, mas parece que a situação por lá está mudando. A justiça da ilha deu o primeiro passo para a legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo na quarta passada 24.

O Código Civil de Taiwan afirma que o contrato de matrimônio só pode ser assinado por um homem e uma mulher, mas a Corte Constitucional determinou que isso vai contra a constituição do lugar, que garante o direito ao casamento e igualdade entre todos os cidadãos.

Centenas de pessoas comemoraram a decisão em frente ao parlamento de Taiwan.

O governo tem 2 anos para aplicar a decisão, e caso o parlamento não aceite, a corte afirma que casais homossexuais poderão fazer o registro de casamento conforme sua interpretação.

Por estas e outras acreditamos em um mundo melhor para todos e todas!

O Líbano se tornou o primeiro país árabe a permitir a organização de uma Parada LGBT, mas os planos para um evento aberto foram cancelados depois de extremistas ameaçarem ataque durante a passeata.

A comunidade LGBT Libanesa estava programada para caminhar pelas ruas de Beirute no domingo (14), mas o evento foi cancelado depois das ameaças islâmicas, a fim de manter a segurança e integridade física dos membros.

Além da Parada, o movimento pelos direitos LGBT organizou uma semana inteira de atividades para discutir a diversidade no Líbano contemporâneo. Até o dia 22 deste mês, estima-se que 4 mil pessoas participaram em mais de 12 eventos, entre conferências, festas e workshops que tiveram lugar em Beirute e em outras cidades vizinhas.

O Presidente da Parada Libanesa, Bertho Makso, contou à Reuters que “É muito incrível. Um grande avanço. Uma enorme visibilidade. Antes, costumávamos ser ONGs individuais, mas agora temos uma semana inteira de atividades acontecendo pela cidade. Mais pessoas serão alcançadas e a tolerância espalhada”.

Embora a semana do orgulho LGBT seja um grande avanço, atos homossexuais ainda são puníveis de prisão no Líbano.

A Associação da Parada LGBT de São Paulo (APOGLBT SP) convida outras ONGs de direitos LGBTs, coletivos e militantes independentes para a reunião dos GTs (Grupos de Trabalho) para o Mês do Orgulho LGBT em 2017.

A reunião será neste sábado, 27/05, às 13h30, no Sindicato dos Comerciários de SP (Rua formosa, 99 – 12 andar).

Pedimos a gentileza para que, todas as pessoas interessadas, cadastre seus dados abaixo (caso já tenha se cadastrado em outro momento, não é necessário cadastrar-se novamente!):

A luta da comunidade LGBT por direitos e uma sociedade mais igualitária é histórica. Muitas coisas já foram conquistadas, mas ainda temos muitas coisas para reivindicar.

Um dos grandes perseguidores dos LGBTs atualmente são os extremistas religiosos, incluindo a bancada evangélica, que seguindo sua própria crença, tenta determinar regras e leis para toda a sociedade.

Exatamente por isso, a Parada do Orgulho LGBT em São Paulo desse ano (marcada para o dia 18/06) tem como tema a defesa da laicidade do Estado: “Independente de nossas crenças, nenhuma religião é lei! Todas e todos por um Estado laico”.

Sabendo disso, o GT Juventude promoveu uma ação durante a primeira edição do piquenique para LGBTs com deficiência, organizado pela página Menino Gay . Depois de discutido, o grupo criou frases que resumem o que pensam, e em uma seção de fotos, compartilhou conosco suas conclusões.

Veja abaixo, 12 falas do GT Juventude tem sobre a laicidade do Estado:

– Allan:  “O senhor é meu pastor e sabe que sou LGBT”

– Fabio: “Podemos andar juntos!”

– Guilherme: “Só estarei protegido se o Estado for laico.”

–  Ivone: “Siga o exemplo de Jesus e ame sem distinção.”

– Jefferson: “Primeiramente #ForaBancadaEvangélica, segundamente #VivaALaicidade”

– Leandrinha: “Eu respeito sua religião… Então, respeite minha identidade de gênero”

– Leo: “Sou LGBT e sou religioso, e sei que o Estado deve ser laico”

 – Matheus: “O Estado é laico e eu sou livre!”

– Mike: “Religião prega amor e não ódio às pessoas.”

– Moisés: “Eu respeito sua religião… Então, respeite minha orientação sexual”

– Nath: “Respeito para todos, todas as crenças, em todos os lugares!”

– Rafa: “Sua religião não mandarás em minha vida”

0 564

A Parada do Orgulho LGBT que acontece todos os anos na Avenida Paulista é apenas o encerramento de um mês repleto de atividades promovidas pela APOGLBT. Dentre essas atividades está a 1ª Cãominhada da Diversidade, em parceria com o projeto Amigos 4 Patas.

O evento, que acontecerá no dia 15/06, juntamente com nossa Feira Cultural LGBT no Vale do Anhamgabaú, tem como objetivo promover a reflexão e a diversidade junto com nossos melhores amigos: os animais, que não diferem pessoas por gênero, sexualidade, raça ou cor.

Além da caminhada, os donos dos animais poderão desfrutar de consultorias e demonstrações de comportamento, além de ter a chance de ganhar vários prêmios nos sorteios ao longo do dia.

Vale lembrar que o evento não é uma feira de adoção, mas será possível ter acesso à um “catálogo” com os organizadores, onde está documentado animais disponíveis esperando um lar.

A concentração acontece a partir das 9hs da manhã no Vale do Anhangabaú (com largada prevista para as 10hrs) – NÃO SE ATRASE! Você deve fazer um pequeno cadastro aqui: https://goo.gl/forms/H5pWMkglvYWibSCK2

O projeto Amigos 4 Patas não recolhe animais, mas auxilia no direcionamento decente dos bichinhos.

Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos – Lei 9605/98 – Art 32.

SERVIÇO:

1ª Cãominhada da Diversidade                                                                                                                           Dia: 15/06 – Das 09 às 17hrs                                                                                                                                 Endereço: Vale do Anhangabaú – Centro – São Paulo                                                                                             Organização: Amigo 4 patas e APOGLBT
Link do Evento no Facebook:
https://www.facebook.com/events/125782574652962/

LGBTs representam grande parte da sociedade, ocupando cargos e sendo referência para muitos. Esse é o caso do professor Luis Lima, que foi dar aula montado de drag queen, na última quarta (17), para promover a reflexão sobre a importância do combate à LGBTfobia.

Foto: Friday Manson/Arquivo pessoal

No dia que é celebrado o dia internacional de combate à LGBTfobia, os alunos de uma escola pública de João Pessoa tiveram aula com Friday Manson, nome usado por Luis no meio artístico.
Ele tem 25 anos, licenciatura e mestrado no ensino de Química, e ressalta a importância dessa representatividade para os alunos LGBTs.

“Desde que comecei a ensinar, há 7 anos, eu sou o professor que eu queria ter tido, principalmente como LGBT. Enquanto estudante, eu achava que eu não podia ocupar alguns espaços e trilhar alguns caminhos porque a sociedade me dizia que aquele espaço não era próprio para quem é homossexual… Não quero que meus alunos se sintam como eu me senti há muitos anos”, disse o professor.

Quanto a se montar de drag queen, ele recebeu a permissão da diretora para fazer a intervenção, que foi colocada em prática com os alunos do Ensino Médio, pautando que o ambiente escolar não deve ser um espaço para o reforçar as diferenças, e sim celebrar a diversidade.

Professor Luis/Arquivo Pessoal

Embora os estudantes já soubessem do lado artístico do professor, essa foi a primeira vez que Luis foi visto de drag pela turma. Ele afirma que os alunos tiveram uma aceitação muito positiva da situação, e que alguns, ao final da aula, foram declarar a admiração e o quanto aquilo foi importante para a composição de um futuro melhor.

“Um aluno disse que a perspectiva dele mudou muito, enquanto LGBT. Disse que eu sou um referencial positivo. Eu até chorei, porque a intenção é essa. Representatividade importa”, afirma.

Dia 15/06, durante a Feira Cultural LGBT no Vale do Anhangabaú em São Paulo, teremos o 2º Bate-papo com Autores/Editoras de Literatura LGBT.

Organizado pelo jornalista e escritor Fabrício Viana, o 2º bate-papo contará com 2 tendas onde 10 Autores/Editoras estarão expondo, vendendo e conversando sobre sua produção literária LGBT.

Com um público aproximado de 200 mil pessoas, esta é uma grande oportunidade para que todas as pessoas apaixonadas por livros com temática LGBT possam conhecer seus autores, editoras e comprar seus romances, crônicas, poesias, livros de não fição, livros eróticos, entre outros gêneros literários e ainda conversar com seus autores/editoras preferidos.

A tenda de Literatura LGBT terá início as 10h da manhã e irá até as 22h do mesmo dia. Entre os autores/editoras, estarão presentes (em ordem alfabética):

>> Alice Reis (WonderClub)
http://wonderclub.com.br/

>> Aline Stivaletti / Fábio Carvalho
aline.stiva@gmail.com

>> Fabrício Viana
http://fabricioviana.com/livros

>> Karina Dias
http://karinadias.com.br/

>> Léa Carvalho / Malu Santos (Editora Metanoia)
http://metanoiaeditora.com/

>> Manuela Neves (Editora Vira Letra)
http://editoraviraletra.com.br/

>> Occello Oliver (Cultura em Letras Edições)
http://culturaemletrasedicoes.com.br/

>> Paula Curi (Palavras, Expressões e Letras)
http://editorapel.com.br/

>> Silvano Sulzart
http://www.silvanosulzart.com.br/

>> Valdo Resende
https://valdoresende.com/literatura

Serviço:

Literatura LGBT: 2º Bate-papo com Autores/Editoras
Dia 15/06 – Quinta-feira (feriado)
Das 10h as 22h.
Local: Vale do Anhangabaú em São Paulo
Entrada gratuita
Link do evento:
http://paradasp.org.br/literaturalgbt2017

Na próxima segunda-feira, 22/05, começa o 16º Ciclo de Debates promovido pela Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo (APOGLBT SP). O evento, aberto ao público e organizado por Willian Salvador Martins, tem como finalidade desenvolver o diálogo em função da realidade vivida por lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros visando o compartilhamento de experiências, visibilidade e luta da comunidade LGBT.

PROGRAMAÇÃO:

– 22/05 – Segunda-feira
Tema da Parada – “Estado Laico”
Palestrantes: Secretário Márcio Fernandes Elias Rosa, Gedeon Freire Alencar e Orlanda Araújo.

– 23/05 – Terça-feira
Violência contra a mulher LBTT
Mulheres vítimas de intolerância religiosa, racismo, misoginia, bullying e machismo
Palestrantes: Soninha Francine, Viviany Beleboni, Coletiva Luana Barbosa e Fernanda Yonomiris.

– 24/05 – Quarta-feira
Jovens; Sexualidade e Prevenção
Palestrantes: Marcos Blumenfeld Deorato, Ivone de Paula, Fabiola Santos Lopes e Revista Viração.

– 25/05 – Quinta-feira
Família, crianças transgêneros, adoção e terceira idade
Palestrantes: Hellen Lanhellas, Tom Cordeiro, Angela Fontes e Alexya Salvador.

– 26/05 – Sexta-feira                                                                                                                             Empregabilidade e empoderamento LGBT da Pessoa com Deficiência (PCD).
Palestrantes: Ivone Oliveira, Silvana Pereira Gimenes, Junior Nascimento e Leandra Du Art.

Os debates ocorrerão do dia 22/05 até o dia 26/05 (sexta-feira), das 19h às 21h, na Secretaria da Justiça – Pátio do Colégio, nº 184. A entrada é gratuita e não é necessário inscrição. Basta comparecer.

SERVIÇO:

16º Ciclo de Debates – APOGLBT SP
– Data: 22 a 26/05 – Horário: das 19h às 21h – Entrada gratuita.
– Local: Secretaria da Justiça – Pátio do Colégio, 184 (ao lado do metrô Sé). São Paulo / SP
– Realização: APOGLBT
– Apoio: Ibis Budget Frei Caneca, Ibis Paulista, e Ibis Budget Paulista
– Apoio Institucional: Secretaria de Saúde, Secretaria de Justiça e Secretaria de Direitos Humanos
– Patrocinadores: Skol e Uber
– Site da APOGLBT: http://www.paradasp.org.br
– Link do evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/1825505277774197

Hoje, dia 17 de Maio, dia Internacional de Combate à LGBTfobia, a Associação da Parada LGBT de São Paulo (APOGLBT-SP) realizou na Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Governo do Estado de São Paulo sua primeira coletiva de imprensa para apresentar o 21º Mês do Orgulho LGBT 2017.

A Mestre de Cerimônia, a drag queen Tchaka, fez suas considerações e destacou a importância do tema deste ano na Parada do Orgulho LGBT de São Paulo que é “Independente de nossas crenças, nenhuma religião é lei! Todas e todos por um Estado Laico”. Em seguida, abriu falas para as autoridades presentes e para Claudia Regina, presidente da APOGLBT.

Claudia destacou a importância do tema “Estado Laico” e reforçou que todas as ações são planejadas ao longo do ano e que a escolha envolveu mais de 150 militantes, incluindo ONGs e coletivos, para que, juntos, decidam quais ações devem ser priorizadas.

Estavam presentes no Cerimonial, o Sr. Marcio Elias Rosa (Secretario de Justiça e Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo), Thiago Amparo (Secretário Adjunto de Direitos Humanos e Cidadania da Prefeitura de São Paulo), Leonardo de Morais Barros (Chefe de Gabinete da Secretaria de Justiça), Maria Clara Gianna (Diretora do Centro de Prevenção DRT/Aids) e os representantes das empresas patrocinadoras Skol e Uber.

Letícia Mazon (Gerente de Comunicação) da Uber, ressaltou que a Uber já realizou diversas ações de inclusão da diversidade no Brasil e no mundo, já Maria Fernanda, Diretora da Ambev, reforçou que este é o segundo ano que a marca Skol patrocina o evento, e que este ano a empresa produziu uma edição/tiragem especial de latas da cerveja Skol com as cores da bandeira LGBT.

Ambas empresas demonstraram estar animadas e acreditando no projeto Parada do Orgulho LGBT de São Paulo.

O 21º Mês do Orgulho LGBT de São Paulo 2017, tem em sua programação os seguintes eventos: Ciclo de Debates LGBT, Ciclo de Leituras Dramáticas, Campanhas de Saúde, Mostra de Cinema, Em Memória, Feira Cultural LGBT, Prêmio Cidadania em Respeito à Diversidade, Jogos da Diversidade e a 21ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo (com seu show de encerramento) que ainda é considerada o maior evento de visibilidade da comunidade LGBT do mundo.

Para acessar a agenda completa, o link é http://paradasp.org.br/agenda2017

A segunda Coletiva de Imprensa está prevista para acontecer no dia 13/06/2017.