sábado, junho 24, 2017
Direitos LGBT
Diretos LGBTs no Brasil e no mundo.

O Twitter anuncia nesta segunda-feira (12) o lançamento de um emoji em homenagem à Parada do Orgulho LGBT de São Paulo que acontece na capital paulista no próximo domingo (18). Para utilizar o emoji, que traz a bandeira do arco-íris usada pelo movimento LGBT, basta publicar Tweets com a hashtag #ParadaSP. A imagem estará disponível até o dia 20 de junho.

Apenas nos primeiros cinco meses de 2017, foram feitas no Twitter mais de 30 milhões de menções a temas relacionados à comunidade LGBT.

“A Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, considerado o maior evento de visibilidade LGBT do mundo, ganha um importante aliado com essa iniciativa do Twitter, rompendo fronteiras e expandindo nossa luta, orgulho e militância. Que muitas pessoas usem a #ParadaSP para mostrar ao mundo que estamos aqui.”, afirma Nelson Matias Pereira – sócio fundador da APOGLBT.

Aproveite e siga nossa conta no Twitter: http://twitter.com/paradasp

A fim de promover o debate e a reflexão sobre a laicidade do Estado e o direito das mulheres, o GT Lésbicas e Bissexuais promoverá uma roda de conversa durante a 17ª Feira Cultural LGBT. O “Elas pelo Estado Laico” é o segundo evento promovido pelo coletivo, que pertence à Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo.

Ao longo do encontro, além de muita reflexão, será sorteado 1 par de ingressos para o Milkshake Festival e 1 par de acessos ao trio elétrico da Visibilidade Lésbica e Bissexual.

Convidados:

  • Celine Ramos (site Sou Betina)
  • Gorete Silva (Casa de Apoio Brenda Lee)
  • Larissa Helena (Coletivo LGBT História/USP)
  • Ane Sarinara (Sarrada no Brejo)

Serviço:

Debate de GT Lésbicas e Bissexuais durante a 17ª Feira Cultural LGBT
Dia: 15/06                                                                                                                                                           Horário: 13h às 15h.                                                                                                                                             Local: Vale do Anhangabaú, São Paulo/SP
Link do evento da 17ª Feira Cultural LGBT no Facebook:
https://www.facebook.com/events/1113142945497908

A Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo (APOGLBT SP) precisa, todos os anos, de voluntários para os eventos do Mês do Orgulho LGBT (Ciclo de Debates, Prêmio Cidadania em Respeito à Diversidade, Feira Cultural LGBT, Parada do Orgulho LGBT, entre outros).

Pessoas interessadas em fazer a diferença!

Se você tem um tempo disponível, e muita vontade de ser voluntário(a), cadastre-se abaixo. Assim que tiver alguma demanda, entraremos em contato com você!

A Associação da Parada LGBT de São Paulo (APOGLBT SP) convida outras ONGs de direitos LGBTs, coletivos e militantes independentes para a reunião dos GTs (Grupos de Trabalho) para o Mês do Orgulho LGBT em 2017.

A reunião será neste sábado, 03/06, às 13h30, na UGT (Rua Aguiar de Barros, 144)

Pedimos a gentileza para que, todas as pessoas interessadas, cadastre seus dados abaixo (caso já tenha se cadastrado em outro momento, não é necessário cadastrar-se novamente!):

A Prefeitura de São Paulo e a Associação da Parada do Orgulho LGBT se reuniram nesta segunda-feira, dia 29 de maio, para alinhar e traçar o planejamento para que a 21ª edição do evento seja um marco para a cidade.

Com estimativa de receber 3 milhões de pessoas, Prefeitura e Associação trabalham juntas para arrecadar recursos junto à iniciativa privada. Diversas empresas de diferentes segmentos, como alimentos e bebidas, cuidados de higiene pessoal, companhias áreas, setor de tecnologia e telefonia estão sendo procuradas para demonstrar apoio e patrocinar a Parada, que contará com um investimento de R$ 1,5 milhão.

De acordo com pesquisa realizada em 2016, cada pessoa que participa da Parada gasta, em média, R$ 73 no evento. Unindo esforços, a Prefeitura de São Paulo e a Associação pretendem melhorar e otimizar a Parada do Orgulho LGBT e torná-la ainda mais a cara de São Paulo.

Publicado originalmente no portal da Prefeitura de São Paulo

O casamento é a maneira legal que a sociedade encontrou para oficializar a união entre pessoas que se amam. Como sabemos, a manifestação do amor ultrapassa as barreiras de sexo e gênero, mas ainda hoje existem países que proíbem o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Sinônimo de tradicionalismo e bons costumes, os países asiáticos são um excelente exemplo de onde isso acontece, mas parece que a situação por lá está mudando. A justiça da ilha deu o primeiro passo para a legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo na quarta passada 24.

O Código Civil de Taiwan afirma que o contrato de matrimônio só pode ser assinado por um homem e uma mulher, mas a Corte Constitucional determinou que isso vai contra a constituição do lugar, que garante o direito ao casamento e igualdade entre todos os cidadãos.

Centenas de pessoas comemoraram a decisão em frente ao parlamento de Taiwan.

O governo tem 2 anos para aplicar a decisão, e caso o parlamento não aceite, a corte afirma que casais homossexuais poderão fazer o registro de casamento conforme sua interpretação.

Por estas e outras acreditamos em um mundo melhor para todos e todas!

A luta da comunidade LGBT por direitos e uma sociedade mais igualitária é histórica. Muitas coisas já foram conquistadas, mas ainda temos muitas coisas para reivindicar.

Um dos grandes perseguidores dos LGBTs atualmente são os extremistas religiosos, incluindo a bancada evangélica, que seguindo sua própria crença, tenta determinar regras e leis para toda a sociedade.

Exatamente por isso, a Parada do Orgulho LGBT em São Paulo desse ano (marcada para o dia 18/06) tem como tema a defesa da laicidade do Estado: “Independente de nossas crenças, nenhuma religião é lei! Todas e todos por um Estado laico”.

Sabendo disso, o GT Juventude promoveu uma ação durante a primeira edição do piquenique para LGBTs com deficiência, organizado pela página Menino Gay . Depois de discutido, o grupo criou frases que resumem o que pensam, e em uma seção de fotos, compartilhou conosco suas conclusões.

Veja abaixo, 12 falas do GT Juventude tem sobre a laicidade do Estado:

– Allan:  “O senhor é meu pastor e sabe que sou LGBT”

– Fabio: “Podemos andar juntos!”

– Guilherme: “Só estarei protegido se o Estado for laico.”

–  Ivone: “Siga o exemplo de Jesus e ame sem distinção.”

– Jefferson: “Primeiramente #ForaBancadaEvangélica, segundamente #VivaALaicidade”

– Leandrinha: “Eu respeito sua religião… Então, respeite minha identidade de gênero”

– Leo: “Sou LGBT e sou religioso, e sei que o Estado deve ser laico”

 – Matheus: “O Estado é laico e eu sou livre!”

– Mike: “Religião prega amor e não ódio às pessoas.”

– Moisés: “Eu respeito sua religião… Então, respeite minha orientação sexual”

– Nath: “Respeito para todos, todas as crenças, em todos os lugares!”

– Rafa: “Sua religião não mandarás em minha vida”

Para jornalistas, fotógrafos e veículos de comunicação interessados em cobrir a Parada do Orgulho LGBT de São Paulo no dia 18/06, ou ainda, a Feira Cultural LGBT ou o Prêmio Cidadania em Respeito à Diversidade, deverão fazer seu credenciamento até o dia 05/06 pelo endereço:

http://paradasp.org.br/credenciamento2017

Muita gente pede credencial de imprensa dias antes da realização do evento. Alguns outros pedem a credencial no dia. Isso é algo impossível. A Parada do Orgulho LGBT de São Paulo é o maior evento de visibilidade LGBT do mundo. Jornalistas e veículos de comunicação sabem que, para eventos deste porte, o credenciamento é iniciado e encerrado meses antes. Nós, para tentar auxiliar todos, conseguimos manter até o dia 05/06. Depois desta data, impossível!“,  ressalta Fabrício Viana, jornalista responsável pela imprensa da APOGLBT SP.

Outro detalhe importante é que, neste ano, todas as credenciais de imprensa terão o texto reforçando que o acesso aos trios durante a Parada é limitado a 15 minutos. Tempo suficiente para fotos, vídeos e pequenas entrevistas. Esse limite é dado porque já existe um número de convidados para cada trio e se todos da imprensa resolvem subir e permanecer, pode sobrecarregar os carros.

Após efetuar o cadastro no link acima, todos devem aguardar a confirmação. A equipe de imprensa da APOGLBT SP vai analisar todos os dados e se precisar, recusar algumas credenciais. A confirmação será dada até o dia 07/06 e as credenciais aprovadas serão entregues dia 09/06.

Além do Credenciamento, veículos que desejarem receber releases e informações da APOGLGBT nestes dias devem fazer também seu cadastro neste link:

http://paradasp.org.br/imprensa

.

Na próxima segunda-feira, 22/05, começa o 16º Ciclo de Debates promovido pela Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo (APOGLBT SP). O evento, aberto ao público e organizado por Willian Salvador Martins, tem como finalidade desenvolver o diálogo em função da realidade vivida por lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros visando o compartilhamento de experiências, visibilidade e luta da comunidade LGBT.

PROGRAMAÇÃO:

– 22/05 – Segunda-feira
Tema da Parada – “Estado Laico”
Palestrantes: Secretário Márcio Fernandes Elias Rosa, Gedeon Freire Alencar e Orlanda Araújo.

– 23/05 – Terça-feira
Violência contra a mulher LBTT
Mulheres vítimas de intolerância religiosa, racismo, misoginia, bullying e machismo
Palestrantes: Soninha Francine, Viviany Beleboni, Coletiva Luana Barbosa e Fernanda Yonomiris.

– 24/05 – Quarta-feira
Jovens; Sexualidade e Prevenção
Palestrantes: Marcos Blumenfeld Deorato, Ivone de Paula, Fabiola Santos Lopes e Revista Viração.

– 25/05 – Quinta-feira
Família, crianças transgêneros, adoção e terceira idade
Palestrantes: Hellen Lanhellas, Tom Cordeiro, Angela Fontes e Alexya Salvador.

– 26/05 – Sexta-feira                                                                                                                             Empregabilidade e empoderamento LGBT da Pessoa com Deficiência (PCD).
Palestrantes: Ivone Oliveira, Silvana Pereira Gimenes, Junior Nascimento e Leandra Du Art.

Os debates ocorrerão do dia 22/05 até o dia 26/05 (sexta-feira), das 19h às 21h, na Secretaria da Justiça – Pátio do Colégio, nº 184. A entrada é gratuita e não é necessário inscrição. Basta comparecer.

SERVIÇO:

16º Ciclo de Debates – APOGLBT SP
– Data: 22 a 26/05 – Horário: das 19h às 21h – Entrada gratuita.
– Local: Secretaria da Justiça – Pátio do Colégio, 184 (ao lado do metrô Sé). São Paulo / SP
– Realização: APOGLBT
– Apoio: Ibis Budget Frei Caneca, Ibis Paulista, e Ibis Budget Paulista
– Apoio Institucional: Secretaria de Saúde, Secretaria de Justiça e Secretaria de Direitos Humanos
– Patrocinadores: Skol e Uber
– Site da APOGLBT: http://www.paradasp.org.br
– Link do evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/1825505277774197

Hoje, dia 17 de Maio, dia Internacional de Combate à LGBTfobia, a Associação da Parada LGBT de São Paulo (APOGLBT-SP) realizou na Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Governo do Estado de São Paulo sua primeira coletiva de imprensa para apresentar o 21º Mês do Orgulho LGBT 2017.

A Mestre de Cerimônia, a drag queen Tchaka, fez suas considerações e destacou a importância do tema deste ano na Parada do Orgulho LGBT de São Paulo que é “Independente de nossas crenças, nenhuma religião é lei! Todas e todos por um Estado Laico”. Em seguida, abriu falas para as autoridades presentes e para Claudia Regina, presidente da APOGLBT.

Claudia destacou a importância do tema “Estado Laico” e reforçou que todas as ações são planejadas ao longo do ano e que a escolha envolveu mais de 150 militantes, incluindo ONGs e coletivos, para que, juntos, decidam quais ações devem ser priorizadas.

Estavam presentes no Cerimonial, o Sr. Marcio Elias Rosa (Secretario de Justiça e Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo), Thiago Amparo (Secretário Adjunto de Direitos Humanos e Cidadania da Prefeitura de São Paulo), Leonardo de Morais Barros (Chefe de Gabinete da Secretaria de Justiça), Maria Clara Gianna (Diretora do Centro de Prevenção DRT/Aids) e os representantes das empresas patrocinadoras Skol e Uber.

Letícia Mazon (Gerente de Comunicação) da Uber, ressaltou que a Uber já realizou diversas ações de inclusão da diversidade no Brasil e no mundo, já Maria Fernanda, Diretora da Ambev, reforçou que este é o segundo ano que a marca Skol patrocina o evento, e que este ano a empresa produziu uma edição/tiragem especial de latas da cerveja Skol com as cores da bandeira LGBT.

Ambas empresas demonstraram estar animadas e acreditando no projeto Parada do Orgulho LGBT de São Paulo.

O 21º Mês do Orgulho LGBT de São Paulo 2017, tem em sua programação os seguintes eventos: Ciclo de Debates LGBT, Ciclo de Leituras Dramáticas, Campanhas de Saúde, Mostra de Cinema, Em Memória, Feira Cultural LGBT, Prêmio Cidadania em Respeito à Diversidade, Jogos da Diversidade e a 21ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo (com seu show de encerramento) que ainda é considerada o maior evento de visibilidade da comunidade LGBT do mundo.

Para acessar a agenda completa, o link é http://paradasp.org.br/agenda2017

A segunda Coletiva de Imprensa está prevista para acontecer no dia 13/06/2017.