quarta-feira, agosto 23, 2017
Dicas da APOGLBT

Dia 29 de Maio (domingo), a partir das 10h na Avenida Paulista em São Paulo, a APOGLBT-SP, ONG que organiza a maior Parada do Orgulho LGBT do mundo, lança a campanha “Marque-se” nas redes sociais, pedindo para todas as pessoas marcarem seu rosto com as cores da bandeira trans (azul, rosa e branco) durante o evento e antes dele, pede para publicar também em suas redes, suas fotos com rosto marcado usando a hashtag:

#ChegaDeTransfobia

A ideia, que partiu da APOLGBT, do GT da Juventude e da Líbia Miranda, da empresa Four4X, é reforçar o tema da Parada de 2016, que neste ano é “Lei de Identidade de Gênero Já! Todas as Pessoas Juntas Contra a Transfobia!”, tema escolhido pela APOGLBT-SP junto com os coletivos e militantes independentes por meio de reuniões iniciadas em Outubro de 2015.

chega-de-transfobia

Eduardo Viana, fotógrafo, já registrou algumas fotos (acima e logo abaixo) de amigos, militantes, empresários, profissionais liberais e personalidades LGBTs que serão publicadas (todas elas) em breve no Twitter, Instagram e no Facebook da APOGLBT:

Twitter: http://twitter.com/paradasp
Instagram: http://instagram.com/paradasp
Facebook: http://facebook.com/paradasp

Se você postar em sua rede social, sua foto com o rosto marcado com as cores da bandeira Trans (boa qualidade) e marcar com um dos nossos perfis, nós iremos retuitar, compartilhar e divulgar também nas nossas redes. Vale lembrar que a foto tem que ter boa qualidade, tá?

Não quer tirar a foto? Não tem problema. Ajude-nos a divulgar a Parada do Orgulho LGBT de São Paulo nas suas redes, ou divulgue o tema “Lei de Identidade de Gênero, Já! Todas as pessoas juntas contra a transfobia!” sempre incluindo a hashtag:

#ChegaDeTransfobia

Dependendo da sua postagem, iremos compartilhar, retuitar ou mesmo repostar em nosso Instagram. Tudo com os devidos créditos. Não se preocupe.

chegadetransfobia-campanha-lgbt

Nossa ideia é, juntos, criar um grande movimento do “Marque-se” nas redes com o #ChegaDeTransfobia. Se existe essa possibilidade de fazer um “barulho digital nas redes”, faremos! Essa luta é de tod@s! Participe!

#ChegaDeTransfobia.

Assista ao vídeo:

Todo cuidado é pouco, segurança e respeito caminham de mãos dadas

Como todo grande evento, todo cuidado é pouco. Por isso nós, da Assessoria de Imprensa e Comunicação da APOGLBT pedimos que você não apenas leia as informações abaixo mas também compartilhe nas redes sociais para todos os seus amigos!

Segue nossas dicas:

– A Parada do Orgulho LGBT começa as 10h e, diferente dos outros anos, os trios começaram a andar a partir do meio dia. Chegue cedo;
– Deixe o carro em casa, dê preferência ao transporte público e alternativo;
– Ônibus e outras comitivas de interesse próprio devem respeitar o trânsito e não estacionar em lugares proibidos;
– Evite ir sozinh@ a Parada, combine com amigos e marque um ponto de encontro caso se percam;
– Use roupas leves e beba muita água durante o percurso;
– Evite bolsas e mochilas, carregue seu documento de identificação, cartões e pouca quantidade de dinheiro;
– Cuidado com furtos (e roubos), evite levar aparelhos eletrônicos de grande valor, como câmeras fotográficas e smartphones;
– Não reagir a provocações. Ao identificar qualquer ato discriminatório, comunique imediatamente o policial militar mais próximo;
– Durante a caminhada, dê atenção as pessoas com pouca mobilidade, que possuam alguma deficiência, crianças, pessoas com crianças no colo e claro, a nossa turma da melhor idade;
– Se fizer muito sol, não esqueça o protetor solar;
– Preserve praças, monumentos e outros patrimônios públicos durante o percurso;
– Utilize os banheiros químicos;
– Jogue lixo, no lixo;
– Evite consumo excessivo de bebidas alcoólicas, além do mais, pessoas vulneráveis são alvos fáceis de criminosos;
– Foi vítima de assédio ou foi testemunha? Denuncie imediatamente aos policiais militares;
– Não colabore com o comércio ilegal, não ao vinho químico. Compre bebidas e alimentos de vendedores credenciados e uniformizados;
– Caso precise de atendimento médico, procure pelos postos ambulatoriais no trajeto;
– Respeite os nomes sociais e identidade de gênero, das travestis, mulheres transexuais e homens trans;
– Respeite os seguranças, cordeiros, agentes de apoio, policiais militares, guardas civis metropolitanos, bombeiros e voluntários da APOGLBT SP;
– O evento é uma mistura de alegria com militância LGBT, caso possa, leve cartazes e faça seu protesto consciente e, de preferência, com o tema da Parada do ano. Mais informações em http://paradasp.org.br

E não se esqueça de curtir nossa página no Facebook:
https://www.facebook.com/paradasp