quarta-feira, agosto 23, 2017
Release

Para quem acompanha as publicações no site da APOLGBT SP (www.paradasp.org.br), sabe que o tema da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo não é decidido apenas por nós e sim por um grupo de coletivos, ONGs de direitos humanos LGBTs e militantes independentes que participam ativamente de nossas reuniões realizadas ao longo do ano (e não somente nos meses que antecedem o evento).

A primeira reunião especifica para decidir o tema de 2017 ocorreu em 22/10, a segunda reunião, já com temas pré-selecionados ocorreu em 29/10 onde foi decidido “Estado Laico“.

Porém, ainda falta o slogan do tema e a justificativa que deverá ser divulgada. E você pode ajudar a escolher! O convite é aberto a todxs xs interessadxs! Participe, convide amigxs e compartilhe essa publicação.

A nossa reunião será realizada neste sábado, 12/11, na sede da UGT, que fica na Rua Aguiar de Barros, 144, a partir das 13h30 (ao lado do metrô Anhangabaú).

 

Conforme publicado aqui, a segunda reunião para definir o tema da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo ocorreu neste sábado na sede da UGT em São Paulo e contou com a participação de ONGs, coletivos e militantes autônomos.

Os quatro temas escolhidos na primeira reunião foram:

  • Estado Laico – 21 votos
  • Educação – 16 votos
  • Protagonismo das Mulheres LBT – 15 votos
  • Família – 14 votos

Para continuar o debate nesta segunda reunião sobre o tema, os assuntos foram sorteados nesta ordem:

  • Protagonismo das Mulheres LBT: com presença de representantes da Caminhada de Mulheres Lésbicas e Bissexuais e defesa da militante Ziza, apresentou-se a demanda que este segmento tem e o histórico de ações que as mulheres tem vivido, juntamente com sua necessidade de levar essa pauta para a sociedade;
  • Família: contrapondo o Estatuto da Família e a pluralidade das famílias atuais, defendido por Nelson Matias (um dos sócio fundadores da APOGLBT SP), é uma necessidade constante discutir este tema com a sociedade para garantir direitos conquistados e assegurar a igualdade perante a Lei das famílias constituídas e que não estão amparadas no estatuto;
  • Educação: apresentado por Felipe Oliva, idealizador do Vote LGBT, levou questões sobre a Ocupação das Escolas, Ideologia de Gênero, questões relacionadas a PEC e a educação como um todo;
  • Estado Laico: Welton Trindade, jornalista e militante, apresentou a quantidade de parlamentares religiosos eleitos que, juntos, somam quase metade da câmara de deputados e o quanto importante é enfatizar um Estado Laico;

Após a defesa dos temas, todos os presentes manifestaram suas opiniões e abriu-se votação para reduzir apenas em dois temas principais, que foram:

  • Estado Laico: 26 votos
  • Protagonismo das Mulheres LBT: 22 votos

Portanto, por meio de discussões e votação entre os presentes, o tema da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo em 2017 será Estado Laico. O slogan e justificativa que serão informados para a sociedade junto com o tema será definido em uma próxima reunião, marcada para 12 de Novembro. Local e horário serão informados em breve pelo site e redes sociais da APOGLBT.

Como muitos sabem, a ONG APOGLBT SP (Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo), responsável pela maior parada LGBT do mundo e outros eventos que envolvem cultura e militância LGBT, não impõe o tema da Parada. Este tema é construído ao longo do ano e envolve uma discussão ampla e democrática com outras ONGs de direitos LGBTs, grupos e militantes autônomos.

Como publicado em nosso portal, a primeira reunião para definir o tema de 2017 ocorreu neste sábado e, entre os presentes, foram sugeridos 11 assuntos que merecem nossa atenção:

  • Conselhos e Controle Social
  • Diversidade Raça e Classe
  • Educação
  • Estado Laico
  • Família
  • HIV/Aids
  • Protagonismo das mulheres LBT
  • Saúde
  • Desmilitarização da PM
  • União da Diversidade
  • União dos Movimentos

paradalgbt-sp

Após a explicação de todos os assuntos escolhidos, antes de decidir o tema final, os participantes decidiram por votação reduzir os 11 assuntos para apenas 4 principais:

  • Estado Laico – 21 votos
  • Educação – 16 votos
  • Protagonismo das Mulheres LBT – 15 votos
  • Família – 14 votos

Isso significa que o tema da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, em 2017, será definido na próxima reunião e será um destes quatro pré-selecionados.

Caso você queira participar e ajudar a definir o tema final da Parada do Orgulho LGBT em 2017, o convite às ONGs de direitos LGBTs, grupos e militantes autônomos continua aberto e a próxima reunião foi pré-agendada para o dia 29/10/2017 (será realizada na UGT, que fica na Rua Aguiar de Barros, 144, a partir das 13h30)

E não se esqueça, curta nossa página no Facebook: http://facebook.com.br/paradasp

Caso queira receber informações por e-mail, cadastre-se aqui.

Neste sábado, 22/10, a APOGLBT SP (Associação da Parada do Orgulho LGBT) realizará uma reunião para decidirmos o tema da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo em 2017, para isso, convida outras ONGs de direitos humanos LGBT, coletivos ou militantes autônomos para participar.

A reunião será realizada das 13h30 às 17h no Sindicato dos Comerciários: na Rua Formosa nº 99 (ao lado do metrô Anhangabaú).

O tema da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo é uma forma política de enviar uma mensagem para toda a sociedade, cobrando ou repensando demandas para a população LGBT. Para conhecer os temas utilizados em outros anos, visite este link:
http://paradasp.org.br/quem-somos/

Contamos com a participação de todxs! Divulguem em suas redes sociais.

Para mais informações, entre em contato com a nossa assessoria de imprensa:
http://paradasp.org.br/imprensa-apoglbt/

Para receber nossos informativos por e-mail, cadastre-se aqui.

A APOGLBT SP, ONG responsável pela maior Parada do Orgulho LGBT do mundo e outros eventos de militância LGBT, a pedido de seu presidente, vem a público agradecer os serviços prestados de forma voluntária pelo Sr. Agripino Magalhães, como Relações Públicas, até o final do ano de 2015.

São de esforços assim que conseguiremos, não só a APOGLBT SP mas diversos movimentos sociais de luta por direitos humanos, construir juntos um mundo melhor para todos.

Portanto, desde o início deste ano, o Sr. Agripino Magalhães não tem mais nenhum vínculo com a Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo.

Aproveitando este momento, comunicados que para intermediar relações, a ONG APOGLBT SP firmou contrato com uma Assessoria de Comunicação que deve, sempre que solicitado, informar quais os porta-vozes que podem e devem falar em nome da APOGLBT SP.

Em casos de dúvidas, entre em contato com nossa Assessoria de Comunicação.

.

 

Neste sábado, 06/08, a APOGLBT SP (Associação da Parada do Orgulho LGBT) fará uma reunião de avaliação do XX mês do orgulho LGBT de São Paulo e, para isso, convida outras ONGs de direitos humanos LGBT, coletivos ou militantes autônomos para participar.

A reunião será realizada das 14h até as 17h no Sindicato dos Comerciários: na Rua Formosa nº 99.

Neste encontro também agendaremos as próximas reuniões para início dos trabalhos do XXI Mês do Orgulho LGBT, começando pela escolha do tema de 2017.

Contamos com a participação de todxs!

Para receber nossos informativos por e-mail, cadastre-se aqui.

Para mais informações, entre em contato com: assessoria.imprensa@paradasp.org.br

 

orgulho lgbt
orgulho lgbt

Em 28 de Junho de 1969, nas primeiras horas da manhã, a polícia de Nova Iorque entrou no bar chamado Stonewall Inn, frequentado por LGBTs e, sob a alegação de irregularidades no local, prenderam diversas travestis. Não era a primeira vez que os policiais invadiam o local com essa desculpa. Mas foi a primeira vez que gays e lésbicas reagiram. E foram dois dias de confrontos intensos.

Essa batalha, de luta, ficou marcada na história do movimento LGBT do mundo todo. Por isso se comemora o dia mundial do Orgulho LGBT: pela primeira vez lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros deixaram de ser vítimas passando a lutar por respeito e direitos.

Nosso presidente, o advogado Fernando Quaresma, à frente da ONG APOGBLT (responsável pela maior parada LGBT do mundo), gravou um vídeo com um recado para todas as pessoas, movimentos sociais e interessados pela luta LGBT.

Assista agora mesmo:

logo-apoglbt

Nós, da Associação da Parada do Orgulho de Gays, Lésbicas, Bissexuais e Transgêneros de São Paulo (APOGLBT -SP), ONG responsável pela organização e realização da Parada do Orgulho LGBT há 20 anos, vem a público agradecer todas as pessoas, que como nós trabalharam o ano todo para que essa manifestação de visibilidade LGBT se tornasse possível, bem como todas as atividades do Mês do Orgulho LGBT pudesse ser realizada.

Agradecemos também, todas as pessoas que conseguiram unir na Avenida Paulista dois pontos importantes: alegria e militância.

Alegria com suas fantasias, felicidade no rosto e um orgulho de ser quem de fato são, sem medos ou receios.

Militância por entender que a Parada é antes de qualquer coisa, uma manifestação social e política.

Aliás, muitas pessoas que nos acompanha nas redes sociais, entendeu o recado e marcou o rosto com as cores da bandeira trans, fruto de nossa campanha #ChegaDeTransfobia, campanha esta que continuará o ano todo, para garantir o que a Comunidade LGBT quer alcançar e que foi nosso tema neste ano “Lei de Identidade de Gênero, Já! Todas as Pessoas Juntas Contra a Transfobia”

A APOGLBT agradece a todas as empresas que acreditaram nesse projeto e que nos patrocinaram ou apoiaram,  Skol e Caixa Econômica Federal, agradecer a Prefeitura de São Paulo que através da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania e sua Coordenadoria de Políticas para LGBT, destinou R$ 1,5 milhão em estrutura para a Parada 2016 (divididos entre Caminhada Lésbica, Manifestação Parada LGBT e Show de encerramento), ao Governo do Estado de São Paulo, que garantiu a estrutura da Feira da Diversidade 2016 e ao Sindicato dos Comerciários do Estado de São Paulo, que nos deu todo apoio na realização do Ciclo de Debates e do Prêmio Cidadania em Respeito à Diversidade, disponibilizando seu auditório.

Agradecemos a Four X Entertainment, Groupe 360 e OCP pelo apoio na organização do evento. Afinal, não é fácil realizar uma manifestação social de direitos LGBTs desta magnitude. Nem tudo sai conforme gostaríamos, mas de uma coisa temos certeza, foi mais uma Parada do Orgulho LGBT linda e com representatividade mundial.

Reforçando o que foi dito acima, “nosso trabalho continua o ano todo”. Seja por meio das nossas atividades como o Ato Basta!, Bloco da Diversidade, Ciclo de Debates, Ciclo de Leituras Dramáticas, Prêmio Cidadania em Respeito à Diversidade, Feira Cultural da Diversidade LGBT ou outras manifestações que coordenamos, através  das nossas mídias sociais, por meio do nosso portal www.paradasp.org.br que publica notícias e matérias da APOGLBT-SP, mas publica também materiais de terceiros, onde a Cultura, Cidadania e o Respeito às Políticas LGBT são importantes para toda nossa comunidade.

Nosso muito obrigado,

Fernando Quaresma
Presidente da APOGLBT SP

Maior manifestação mundial em favor dos direitos LGBT levantou bandeira contra Transfobia

A 20ª edição da Parada do Orgulho LGBT confirmou sua posição como a maior manifestação em favor dos segmentos LGBT do mundo. Cerca de 3 milhões de pessoas acompanharam os 17 trios nos trajetos entre a Av.Paulista e Rua da Consolação, em São Paulo. O tema desta edição foi “LEI DE IDENTIDADE DE GÊNERO, JÁ! – Todas as pessoas juntas contra a Transfobia!” #chegadetransfobia, em favor do segmento T: mulheres transexuais, homens trans e travestis. Este ano, a Parada do Orgulho LGBT passou a integrar o calendário oficial de eventos da cidade de São Paulo.

A manifestação contou com a presença do deputado federal, Jean Wyllys, autor da lei que tramita no Congresso para garantir os direitos civis do segmento T, celebridades e representantes da sociedade. Todos os trios trouxeram a bandeira T e frases que representavam cada um dos segmentos. A ideia era fazer uma grande mobilização para que a “Lei de Identidade de Gênero”, seja aprovada e que todos assumam a luta pelo fim da transfobia no Brasil.

A manifestação foi organizada pela Associação da Parada do Orgulho de Gays, Lésbicas, Bissexuais e Transgêneros de São Paulo (APOGLBT) com apoio da Four X Entertainment, Groupe 360 e OCP.

A 20ª edição da Parada do Orgulho LGBT teve a parceria de Skol, Bob´s, Caixa e Prefeitura de São Paulo, que destinou R$ 1,5 milhão em estrutura para a Parada (divididos entre manifestação e show de encerramento)

E a campanha “Marque-se”, usando a hashtag #ChegaDeTransfobia continua nas redes sociais. A militância com alegria continua, o ano todo!

Siga a Parada do Orgulho LGBT SP nas redes sociais:
Facebook: http://facebook.com/paradasp
Twitter: http://twitter.com/paradasp
Instagram: http://instagram.com/paradasp

A 20ª edição da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo acontece neste domingo, 29 de Maio, com concentração a partir das 10h, em frente ao MASP, na Avenida Paulista. O movimento é organizado pela Associação da Parada do Orgulho de Gays, Lésbicas, Bissexuais e Transgêneros de São Paulo (APOGLBT) com apoio da Four X Entertainment.

Para esta edição, o tema será “LEI DE IDENTIDADE DE GÊNERO, JÁ! – Todas as pessoas juntas contra a Transfobia!”, em favor do segmento T: mulheres transexuais, homens trans e travestis. Para dar voz à reivindicação, todos os 17 trios do segmento LGBT e que compõem a Parada levantarão a bandeira T. Todos os trios trarão a bandeira T e frases que representam cada um dos segmentos. A ideia é fazer uma grande mobilização para que a “Lei de Identidade de Gênero”, atualmente em tramitação na Câmara dos Deputados, seja aprovada e que todos assumam a luta pelo fim da transfobia no Brasil.

Na segunda coletiva de imprensa realizada ontem, o Prefeito Haddad assinou um decreto que torna a maior manifestação LGBT do mundo parte do calendário oficial da cidade.

“Hoje, com a assinatura do decreto que coloca a maior Parada do mundo no calendário oficial de eventos da cidade de São Paulo, a APOGLBT SP consegue mais um avanço na garantia de direitos do segmento LGBT. É mais uma conquista por todos esses anos de lutas em prol do segmento” conta Fernando Quaresma, presidente da APOGLBT.

Para garantir a estrutura da manifestação e das ações do Mês do Orgulho LGBT e captação de recursos, a APOGLBT contratou este ano a Four X Entertainment, produtora de eventos, que ficará responsável pela produção da Parada e ações do Mês do Orgulho, que incluem: 15º Ciclo de Debates, 16º Prêmio Cidadania em Respeito à Diversidade, 16º Feira Cultural LGBT e a 20ª Parada do Orgulho LGBT. A Four X atuará em parceria com outras duas empresas, a Groupe 360, empresa de Live Marketing e a OCP, empresa de eventos.

Como resultado desta nova estrutura entre a APOGLBT, Four X e seus parceiros – Groupe 360 e OCP, pela primeira vez, a Skol será a marca oficial da Parada do Orgulho LGBT. Presente com diversas ativações, a começar por um trio elétrico do Respeito Is ON, pedindo que todos respeitem a diversidade e a liberdade de escolha. No trio, shows de diversos artistas, entre eles Jaloo, Omulu, DJ Gorky e Pabllo Vittar. Skol estará em toda a extensão da parada com ativações, mensagens de respeito e cerveja gelada, incentivando os consumidores a viverem intensamente cada momento da vida – Claro, sempre com muita responsabilidade.

“Diversidade é o espírito do nosso tempo. É o que nos torna únicos, humanos e autênticos. A diversidade deve ser respeitada. Por isso, queremos engajar nossos consumidores a tomarem uma nova atitude: apertar o botão do respeito. Acreditamos que o respeito é o primeiro passo de uma longa caminhada para construir novos valores e esquecer velhas certezas. Respeitar todas as diferenças, respeitar ao próximo e incentivar que toda experiência tem que ser livre de preconceitos é um caminho que vamos abraçar”, afirma Fábio Baracho, diretor de marketing de Skol.

O respeito pela diversidade é o principal motivo para Skol entrar nessa parceria. “Vamos celebrar na melhor ocasião, junto das pessoas que têm tanto a nos ensinar sobre respeito. Vamos lutar para propagar essa onda de respeito a todos. Skol apoia o respeito porque a marca mais redonda do Brasil, não pode ser quadrada“, completa Baracho.

“Estamos felizes com a chegada de empresas que respeitam a diversidade e que se unem a nós nesta grande manifestação. É a maior Parada do Mundo e queremos torná-la a melhor”, explica Líbia Miranda, diretora da Four X.

Além de Skol, a 20ª edição da Parada do Orgulho LGBT tem a parceria de Bob´s, Caixa e Prefeitura de São Paulo, que destinou R$ 1,5 milhão em estrutura para a Parada (divididos entre manifestação e show de encerramento).

Programação da 20ª Parada do Orgulho LGBT

Com apresentação da Drag Queen Tchaka, a 20ª edição da Parada do Orgulho LGBT terá início às 10 horas e saída do primeiro trio às 13 horas. O trajeto dos trios será entre a Avenida Paulista e a Rua da Consolação. O último trio chega à Rua da Consolação às 18 horas. Ao final da Parada, no Vale do Anhangabaú, acontecerá a partir das 18 horas o Show de Encerramento da manifestação do orgulho LGBT.

A ordem dos trios e as respectivas atrações (algumas ainda estão sendo confirmadas) da Parada do Orgulho LGBT é a seguinte:

1- Trio de Abertura
(após a passagem deste trio será aberta uma bandeira com as cores do segmento T de 20 metros).
Algumas das atrações confirmadas: DJ DIEGO DUP e DIMMY SOLER

2- Trio Visibilidade Trans
Algumas das atrações confirmadas: LEDA BRIACHO, DJ MIDORE AMORIM e DJ SHINE

3- Trio Mães pela Diversidade
Algumas das atrações confirmadas: FESTA MEL COM LUANA HANSENE AD FERRERA e GLAMOUR GARCIA E ARIEL NOBRE

4- Trio da Prefeitura
Algumas das atrações confirmadas: DJ TAMAS, DJ ANDERSON POOH e DJ ZANBIANCO

5 – Trio da Prefeitura
Algumas das atrações confirmadas: DJ PATRICK SANDIN, DJ VLAD b2b MORAIS e DJ PATRICK SANDIN

6- Trio da Prefeitura
Algumas das atrações confirmadas: DJ ALESSANDRO SANTOS, DJ PAULO AGULHARI e DJ DIEGO DUP

7- Trio Apeosp
Algumas das atrações confirmadas:  DJ GUSTAVO VIANNA, DJ DENIS e DJ FERNANDO MORENO

8 – Trio Visibilidade Lésbica e Bissexuais
Algumas das atrações confirmadas:  DJ NATALIA LOPES, DJ ANA SERRONI e DJ MARA BORGES

9 – Trio Militância LGBT
(após a passagem deste trio será aberta a tradicional bandeira com as cores do movimento LGBT de 20 metros).
Algumas das atrações confirmadas:  COLETIVO REVOLTA DA LAMPADA – DJS GUSTAVO BONFIGLIOLI, NETO LUIZ, LEANDRO CUNHA, ONG ADBCD’s – DJS JULLUOS ALMEIDA, JORDAN BENNASSE

10 – Trio 10 – Apoio

11- Trio Lei 10.948
Algumas das atrações confirmadas:  DJ MARI CASAGRANDE, DJ ROGERIO E TJ CAMPOS + CANTORA e DJ RAFAEL ALMEIDA

12 – Trio Comerciários
Algumas das atrações confirmadas:  DJ MARY & JANIES e FABIO CODATO

13 – Trio Visibilidade Jovem
Algumas das atrações confirmadas: CYBER, ERIK VILAR, NALAYA, PAULO PRINGLES e NALAYA

14 – Trio Visibilidade Gay e Bissexuais
Algumas das atrações confirmadas: DJ ANDRE POMBA, DJ SERJO, DJ THIAGO RIBEIRO e DJ GABS

15 – Trio Artistas LGBT
Algumas das atrações confirmadas: MARCIO (DANGER) e DJ HARRY LOUIS

16 – Trio Skol
Algumas das atrações confirmadas: DJ GORSKY, PABLO VITTAR, JALOO e HOMULU

17 – Trio da Paz
Algumas das atrações confirmadas: ALINNE ROSA + CHA DA ALICE

O primeiro trio sairá da Av. Paulista às 12 horas e o último trio às 16 horas. O encerramento será às 18 horas em frente à Praça Roosvelt, na Consolação.

Cada trio percorrerá o trajeto da Parada entre a Av.Paulista e Rua da Consolação com tempo estimado de 2h a 2h45.

Bloqueio Av.Paulista

A Av. Paulista estará bloqueada para carros a partir das 8 horas do dia 29 de maio. A liberação da avenida acontecerá após a limpeza da via urbano no domingo. A Rua da Consolação ficará bloqueada para carros entre 12 e 18 horas.

Atrações Trios
Serão mais de 30 DJs, além das cantoras Analaia, Alinne Rosa (que virá no último trio da Paz), Pepê & Neném, Denis DJ (Apeosp), entre outras surpresas.

Alimentação
A parte de alimentação durante a 20ª ficará a cargo do Bob´s. A comercialização dos produtos será feita por 400 ambulantes credenciados pelo Bob´s. No dia serão vendidos sanduíches e milk shake, além de snacks Pepsico.
Durante a Parada do Orgulho LGBT, quatro postos de abastecimento funcionarão para suporte aos ambulantes que comercializarão bebidas e alimentos.

Segurança e Atendimento Saúde
Haverá uma estrutura na região cedida pela Prefeitura composta por oito ambulâncias de UTI, oito ambulâncias de remoção, quatro postos médicos, 30 brigadistas, 200 seguranças, 180 cordeiros e 780 banheiros químicos. Além da estrutura oferecida pelo órgão municipal, policiais militares, e policiais da delegacia de polícia de repressão aos crimes raciais e delitos de intolerância (Decradi), bombeiros civis, cordeiros para os trios; além de seguranças que completam a estrutura de apoio ao público. A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) ficará responsável pelas interdições das vias no entorno.

SERVIÇO:

20ª Edição da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo
– Tema: “LEI DE IDENTIDADE DE GÊNERO, JÁ! – Todas as pessoas juntas contra a transfobia”
– Horário: das 10h às 18h
– Concentração: Em frente ao Masp, na Avenida Paulista – São Paulo/SP
– Realização: APOGLBT
– Produção: FourX em parceria com a Groupe 360º e OCP
– Apoio: Prefeitura de São Paulo
– Site da APOGLBT: http://www.paradasp.org.br