segunda-feira, julho 24, 2017
Segmento T

Desde o ano passado é permitido o uso do nome social no CPF – Cadastro de Pessoas Físicas. Porém, só nesta quinta-feira (20), foi publicada no Diário Oficial da União a Instrução Normativa número 1718/2017 que permite não só a inclusão como também a exclusão do nome social no cadastro.

Segundo a Receita Federal, a inclusão do nome social no CPF atende ao decreto número 8.727 de 28 de Abril de 2016, que reconhece a identidade de gênero de travestis e transexuais em âmbito nacional e que a mesma seja identificada em documentos oficiais e registros da administração pública.

Em Abril deste ano, o Banco Central publicou Instrução Normativa para que o nome social fosse incluído em cartões de contas bancárias, instrumentos de pagamento e em canais de relacionamento em todo o País.

Em nota, a Receita divulgou que os interessados em atualizar a titularidade do CPF devem procurar as unidades da Receita Federal Brasileira e fazer o requerimento para a inclusão do nome social em seu documento.

Segundo a Receita, a alteração é feita de imediato.

“É um grande passo, muito importante para travestis e transexuais”. Foi assim que a auxiliar de enfermagem Josyane Pinto de Souza Mello definiu a emissão de sua Carteira de Identidade Profissional pelo Coren-SP. Ela é a primeira profissional de enfermagem a utilizar o nome social no Brasil, conforme prevê a Resolução do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) nº 0537/2017.

A auxiliar de enfermagem Josyane Pinto de Souza Mello comemorou a emissão da primeira CIP com o nome social no estado de São Paulo / Foto Coren-SP

Josyane esteve no Coren-SP nesta terça-feira (18/7) para a emissão do documento, que ficou pronto na hora. Funcionária da Fundação Municipal de Saúde de São Caetano do Sul e militante dos direitos LGBT, a profissional foi recebida pela presidente do Coren-SP, Fabíola Campos:

“Essa conquista é fruto de uma construção contínua , na luta contra o preconceito. Parabenizo a Josyane pela conquista que representa um avanço não apenas para ela, mas para toda a enfermagem. É a conquista de um direito”, comemorou Fabíola.

A profissional, que aguarda laudo para a utilização do nome social também no RG, explicou que apresentará a Carteira de Identidade Profissional, que é um documento oficial, para pleitear a inclusão do nome social também no crachá profissional.

“Até lá, posso utilizar o documento do Coren-SP como documento de identidade , apresentando-o sempre que me solicitarem”, finalizou Josyane.

Uma pulseira do arco-íris adquirida no exterior e perdida aqui no Brasil deu origem à uma ideia. A dificuldade de encontrar produtos direcionados à comunidade LGBT fez com que a ideia se tornasse um projeto. Assim nasceu a Logay, uma loja online que acredita no sonho da inclusão, na igualdade e no respeito à diversidade.

Dedicada ao público que acredita que a vida é bonita demais para ficar dentro de um armário, a Logay aposta em sua Linha Pride, que conta com produtos exclusivos criados e elaborados para exaltar o orgulho e o jeito colorido de ser de cada um de nós. Dentre as opções, encontram-se peças de vestuário, acessórios, presentes e até itens de decoração, como almofadas e quadros. Essa demonstração de respeito e tolerância levaram, também, à escolha de produtos multimarcas que abraçam a causa.

A comunidade sempre procurou abraçar as tendências da moda e do bom gosto, e este fator contribuiu para moldar a Logay. Logar é o ato de se identificar. Partindo deste princípio, a loja quer que você se identifique com ela. Você que sempre veste as cores do arco-íris, seja diariamente ou através de pequenos – ou grandes –  gestos.

Recentemente, na última 17ª Feira Cultural LGBT de São Paulo, a Logay firmou uma parceria com a APOGLBT – Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, na qual um kit foi elaborado para comemorar a Parada Gay e o Mês do Orgulho. Parte das vendas foi revertida para a associação e foi um enorme sucesso!

Para conhecer a loja, basta acessar http://logay.com.br. A entrega é feita para todo o Brasil – frete grátis para as compras acima de R$190 – e é oferecido parcelamento em até 3x sem juros para parcelas mínimas de R$50. Você ainda pode contatá-los através do e-mail contato@logay.com.br e seguir a página no Instagram – @logaybr – e no Facebook – http://fb.com/logaybr.

Espetáculo que aborda de forma poética temas como HIV/AIDS e identidade de gênero
fica em cartaz até o dia 31/07 no Teatro Sérgio Cardoso

Escrito por Brad Fraser, a história gira em torno de um grupo de amigos onde estão Shannon e David. David (Fernando Benicchio) é um artista plástico bem-sucedido em crise que decide retomar a profissão de garçom, já Shannon (Ricardo Almeida) é uma transexual com HIV que sonha em sua cirurgia de redesignação sexual.

Junto com os dois, estão diversos personagens que norteiam a vida em uma cidade grande, retratando a busca constante por transformações que tragam um novo sentido para suas vidas, tão demarcada pela virtualidade, solidão e caos.

Com 1h50 de duração, a peça é indicada para maiores de 18 anos. Ela entra em cartaz no dia 22 e fica até o dia 31/07. Moradores da Bela Vista/SP pagam meia-entrada.

Ficha técnica:

Texto: Brad Fraser. Direção e adaptação: Jean Mendonça. Assistência de direção: Denise Dietrich. Fotografia: André Martins, Carol Miniquelli e Gil Teles. Trilha sonora: Bruno Heitor. Iluminação: Osvaldo Herrero e Rodrigo Schorts. Figurino: Ingrid Menon. Caracterização: Ricardo Almeida. Operação de legendas: Filipe Miller. Operação de som: Luciano Ribeiro. Operação de luz: João Riddle. Design gráfico: Vinícius Lima. Produção executiva e tradução: Fernando Benicchio. Assessoria e comunicação: Sevilha Comunicação. Tradução de texto original: Fernando Benicchio. Produção: Felipe Lima, Fernando Benicchio, Keila Ribeiro e Luiza Lio.

Serviço:

Peça Pobre Super-Homem – Avesso do Herói
De 22 à 31/07/2017
Local Teatro Sérgio Cardoso
Valores R$ 30 (meia-entrada, R$ 15).
Moradores da Bela Vista (com comprovante de endereço) pagam R$ 15.
Sábado – 19h
Segunda e domingo – 20h

A equipe Skokka : O ator, escritor e produtor Rafael Bolacha, as atrizes La Diva Croquete e Vallentini, e os promotores Fabiana e Diego.

Nossa 21ª Parada do Orgulho LGBT foi realmente incrível. O tema “Independente de nossas crenças, nenhuma religião é lei! Todas e todos por um Estado Laico.”, discutido pela Associação da Parada LGBT de São Paulo (APOGLBT SP) junto com coletivos, ONGs LGBT e militantes independentes foi propagada por centenas de veículos de comunicação no Brasil e no mundo: levando a sociedade a uma grande reflexão.

O que não esperávamos é que, poucos dias antes, receberíamos um terceiro apoiador que ficou lado a lado de empresas parceiras como a Microsoft e a Accor Hotels. Sim, ela mesma, o Skokka!

Mas, se você não conhece, nós te apresentamos: Skokka é um site de relacionamento adulto que agrega todas as cores da nossa diversidade sexual: travestis, gays, lésbicas, casais, heterossexuais, enfim, um lugar onde todos são bem-vindos!

Presente em mais de 20 países, entre eles Holanda, Alemanha, Suiça, Itália, Colômbia e Peru, a rede Skokka tem milhares de pessoas cadastradas e o relacionamento adulto, focado em sexo, não se restringe a ele: você pode se cadastrar para buscar o amor da sua vida ou simplesmente fazer novos amigos.

Se você gostou, siga o Skokka nas redes sociais: Twitter, Facebook e Instagram.

E não esqueça de fazer seu cadastro aqui: https://br.skokka.com/

Grande representante da cena eletrônica nacional, o DJ Boss in Drama lançou no final da semana passada o lyric video de seu novo single, “Close Certo”.

A canção é interpretada por um dos grandes destaques da nova música brasileira, Linn da Quebrada, que divide a autoria com ele. Com referências da disco e do funk, a canção tem uma letra com mensagem divertida e ao mesmo tempo politizada. “Eu e a Linn queríamos fazer uma música que falasse sobre o ‘Close Certo’, que são atitudes positivas e que inspiram. Uma música para as pessoas dançarem, que fale sobre respeito e união” – conta Boss.

O vídeo, gravado em São Paulo, foi dirigido por Bob Yang e Frederico Evaristo, com produção da Pajú Filmes. A letra da música foi inserida nas imagens por Pedro Hansen.

Recebendo reconhecimento internacional, Boss in Drama está essa semana na França. Ele foi o único DJ brasileiro convidado esse ano para se apresentar no festival Cannes Lions 2017.

Assista:

Uma das melhores maneiras de presenciar e salvar um acontecimento em nossa memória é registrando-a em foto ou vídeo. Ver o vídeo produzido por alguém é, na verdade, enxergar pelo olho de outra pessoa.

Por isso, sabendo que nem todas as pessoas tiveram a oportunidade de ir em nossa Parada do Orgulho LGBT, nós juntamos 07 vídeos produzidos por Youtubers, e que imprimem diferentes visões que irão, de certa forma, proporcionar a experiência da Parada à todos.

Confira:

– Canal Fábio Pastorello

 

– Canal Chá dos 5

 

– Canal DNA da Balada

 

– Canal Comprei um unicórnio

 

 

– Canal Leonardo Azevedo

 

– Canal Lilly&Bea

 

Canal das Bee

Premiação que homenageia ações dos direitos humanos
da população LGBT é uma das mais importantes no Brasil

Para homenagear e reconhecer ações sociais que contribuíram para o avanço dos direitos humanos da população LGBT, a Associação da Parada do Orgulho GLBT (APOGLBT) realiza a 17º edição do Prêmio Cidadania em Respeito à Diversidade. A atriz Leandra Leal e a trans Gretta Star são as mestres de cerimônia da premiação que acontece no dia 16 de junho na Academia Paulista de Letras, na capital paulista.

Ao todo são 19 categorias entre personalidades, entidades, autoridades políticas e ações culturais que contribuíram para o avanço dos direitos humanos da população LGBT em 2016/2017. As indicações dos premiados puderam ser feitas através do site da Associação (www.paradasp.org.br). A escolha foi feita pela diretoria da APOGLBT que avaliou a contribuição de cada um deles a comunidade LGBT.

A Premiação

O Prêmio Cidadania em Respeito à Diversidade surgiu com o objetivo de lembrar os fatos mais significativos no cenário político, social e cultural para a população LGBT, contribuindo na promoção dos Direitos Humanos. Reconhecendo a atuação dos premiados como sendo de alta representatividade na vida de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais. É também um momento de divulgação e valorização das atividades que contribuíram com o movimento na consolidação do respeito à diversidade, bem como um estímulo às práticas socialmente responsáveis.

O troféu para a cerimônia foi desenhado e doado à APOGLBT pelo arquiteto e jornalista Duílio Ferronato, desde a primeira edição do Prêmio. Uma réplica estará disponível no dia do evento.

Premiados 2017

Categoria / Homenageado

Artes Cênicas:  Gisberta – Luis Lobianco
Cinema Internacional:  Moonlight – Sob a Luz do Luar
Cinema Nacional:  São Paulo em Hi-Fi e A Glória e A Graça
Direitos Humanos: Flávia Piovesan – Secretária Especial de Direitos Humanos
Documentário: Laerte-se  e Gaycation – Ellen Page
Educação: Secretaria de Educação do Estado de São Paulo, E.E.Joaquim Luiz de Brito – Brito Sem Homofobia e Professor Luis Lima
Especial: Museu da Diversidade (5 anos de museu),  Museu de Berlim e livro Dois Pais, Sim! da autoria Vasco e Júnior
Esporte: Banda Alma celeste
Imprensa: Programa Fantástico – Reportagem sobre Crianças Trans
Internacional: Sara Ramirez.
Internet: Canal das Bee
Jovens: Candy Mel (Banda Uó)
Literatura:  Se eu fosse puta – Amara Moira
Memória: Elke Maravilha, Vitimas de Orlando, Dandara, Vítimas da Chechênia e Luis Ruas
Militância: Resistência Das Paradas – Campinas, Sorocaba, Rio de Janeiro
Música: Liniker
Publicidade:  SKOL – Campanha #RespeitoIsON (lançada no dia Internacional do Orgulho LGBT. Cerveja que se posicionou claramente a favor de LGBT’s e tem constantemente apoiado eventos para esse público) e Natura – Comercial Dia dos namorados
Trabalho:  OIT – Discute oportunidade de trabalho para o segmento LGBT
TV:  Novela Liberdade Liberdade

Serviço:

17º Prêmio Cidadania em Respeito à Diversidade
– Dia 16 de Junho de 2017
– Horário: as 19h
– Local: Academia Paulista de Letras – Largo do Arouche, 324 – República
– Realização: APOGLBT
– Patrocínio: Skol, Uber e Doritos
– Apoio institucional: Governo do Estado de São Paulo, Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo,  ACGE – Assessoria de Cultura para Gêneros e Etnias
– Apoio: Accor Hotels
–Evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/1691770107789673

 

Release do patrocinador Uber:

A Uber acredita que todo mundo deve ter o direito de ser autêntico em sua individualidade, orientação sexual e identidade de gênero, e mais que isso, se sentir seguro e respeitado em qualquer ambiente. Pensando nisso, a Uber lança hoje uma ação direcionada aos mais de 50 mil motoristas parceiros no Brasil para conscientização e combate à homofobia. A ideia é criar um ambiente cada vez mais seguro e inclusivo para o público LGBTI nas viagens feitas pela plataforma Uber.

A primeira ação é o lançamento da Cartilha de Respeito LGBTI+, que pretende levar aos motoristas parceiros da Uber algumas das questões relacionadas ao público LGBTI, apresentando como lidar com situações do dia-a-dia de modo inclusivo e respeitoso, mantendo a plataforma da Uber livre de qualquer ato ou comentário discriminatório.

Além de uma versão on-line e do vídeo, cerca de 40.000 cópias da Cartilha serão distribuídas para os parceiros da Uber nos diversos postos de atendimento pelo Brasil ao longo do próximo mês. Junto com a Cartilha, a Uber disponibilizará adesivos “Carro livre de discriminação”, que parceiros poderão colar em seus carros. Serão feitas ainda sessões informativas nos centros de motorista da Uber para apresentar o conteúdo da Cartilha e criar uma oportunidade para debater estes temas.

Tão diversas quanto a própria Parada serão as atrações do Trio Uber neste domingo em São Paulo. Do pop ao sertanejo, do eletrônico ao Axé, a Uber promoverá um verdadeiro encontro colorido entre todas as tribos. Entre as atrações, a tradicional festa Chá da Alice, participações especiais das cantoras Anitta, Naiara Azevedo, Lorena Simpson e Márcia Freire (ex-Cheiro de Amor), além de uma atração musical surpresa. A Uber vai transportar a alegria para Avenida Paulista a partir do meio dia deste domingo, 18 de junho.


Gostou?

Confirme presença no evento oficial da Parada LGBT de São Paulo no Facebook:
https://www.facebook.com/events/105978123240834

A primeira edição dos Jogos da Diversidade de São Paulo acontecerá no dia 17/06, véspera da nossa Parada do Orgulho LGBT. O evento foi criado para celebrar a diversidade através de competições esportivas saudáveis entre os membros da comunidade LGBT, e é organizado pela APOGLBT e CDG Brasil – Comitê Desportivo LGBT.

Dentre as modalidades disponíveis estão: Bilhar, Carteado, Dança, Futebol Feminino, Futsal Masculino, Gaymada, Handebol, Natação e Voleibol, além de uma aula livre de Zumba.

Para participar, basta enviar sua inscrição através do site oficial. Existem duas possibilidades de inscrição: “Inscrição de equipes” para modalidades coletivas, e “Inscrição de atletas” para as individuais.

A participação é gratuita, mas no dia do evento, cada participante deve contribuir com 1 pacote de leite em pó (mínimo 400 gramas), que será doado para uma instituição de caridade.

Os jogos serão realizados no Complexo Desportivo do Ibirapuera. Mais informações no evento oficial.

Serviço:

Jogos da Diversidade                                                                                                                                                Dia: 17/06 (Sábado)                                                                                                                                               Hora: Das 08h às 20h                                                                                                                                             Endereço: Complexo Desportivo do Ibirapuera (Rua Abilio Soares, 1480 – São Paulo)
Website: http://www.timebrasil.lgbt/jogosdadiversidade