Conheça as pessoas e instituições vencedoras do Prêmio Cidadania em Respeito à Diversidade LGBT+

Release pra imprensa, aqui

Quem acompanhou a transmissão organizada pela Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, nesta segunda-feira, pode presenciar a revelação dos nomes vencedores da 20ª edição do Prêmio Cidadania em Respeito à Diversidade LGBT+. Receberam a premiação quem ganhou a maioria dos votos das 3.624 pessoas que participaram da votação, entre os dias 04 e 23 de maio, após o processo público de indicações, realizado entre os dias 07 e 26 de abril.

Das nove categorias, apenas uma premiada não participou virtualmente da cerimônia, a jogadora de futebol Marta Silva, premiada em Esportes. Ela está se preparando para estrear nos Jogos Olímpicos.  O padre Júlio Lancellotti recebeu a premiação de Celebridade Aliada. Em seu agradecimento, o padre Júlio disse que “estamos unidos pela vida, pela diversidade, pelo respeito e pela dignidade.”

A drag queen Rita von Hunty foi premiada como Digital Influencer. Ela agradeceu dizendo “saber que a gente chegou ao 20º prêmio faz com que a gente pense que a nossa história, trajetória, acúmulo e luta são muito longos, que a gente tem muitas coisas para celebrar e comemorar e que a gente ainda tem muita luta pela frente e muita coisa pra fazer e pra mudar.”

A cerimônia foi apresentada pela atriz Gretta Star e pelo DJ Tico Malagueta. Também teve shows do cantor Brunelli, da artista performática da noite paulistana Marcinha do Corinto e do maestro Ettore Veríssimo e o pianista Gabriel Fabbri do Coral Câmara LGBT do Brasil.

O prêmio é uma das mais antigas honrarias LGBT concedida a pessoas, projetos, iniciativas, empresas e instituições que se destacam na defesa da cidadania e dos direitos humanos. Afinal, é disso que se tratam os direitos LGBT.  A premiação sofreu algumas adaptações nos últimos anos e abriu-se mais para a participação popular, tanto no processo das indicações quanto no da votação. “O prêmio é histórico, ele nasceu nos primeiros anos da nossa existência como parada e como associação. Portanto, está intimamente relacionado com o amadurecimento do movimento LGBT no Brasil. São 21 anos de existência e 20 edições, pois tivemos de cancelar ano passado ainda sob o impacto dos primeiros meses da pandemia”, conta Cláudia Regina Garcia, presidente da APOLGBT-SP.

“Mas ao contrário da parada, que atrai a atenção de milhões de pessoas, o prêmio sempre ficou muito restrito ao umbigo do movimento. Isso não é ruim, mas limitou o seu raio de alcance. Nosso objetivo é ampliá-lo sem perder as referências, a seriedade nem sua relevância para entender as novas camadas desse movimento que se expande”, complementa. A edição 2021 também trouxe uma parceria inédita com o Fórum de Empresas e Direitos LGBTI+, que foi responsável pelo processo de indicação entre suas empresas signatárias para as novas categorias “Empresa” e “Marketing & Publicidade”.

Veja as nove categorias e suas indicações.

A cerimônia de premiação contou com o apoio do British Council, Accor, Logay, Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo e do Teatro João Caetano.

Veja quem venceu cada uma das nove categorias:

Audiovisual & Artes Cênicas: LGBT+60: Corpos que Resistem é a série documentário para web eleita a melhor da categoria por 53.8% dos votos.

Literatura: o livro Devassos no Paraíso, de João Silvério Trevisan, recebeu 37,9% dos votos, sendo considerado o melhor da categoria. Devido a uma correção feita no nome das obras candidatas “Guardei no Armário” e “Devassos no Paraíso”, o formulário do Google criou uma nova contagem para ambas.

Iniciativas e Ações Pró-LGBT: o projeto EducaTransforma foi escolhido o melhor da sua categoria por 44,8% dos votos.

Digital Influencer: a drag queen Rita von Hunty foi eleita a melhor da categoria por 66% dos votos.

 

Celebridade Aliada: O Padre Júlio Lancellotti foi escolhido o melhor da categoria por 69,9% das pessoas que votaram. ;

 

Esportes: a jogadora de futebol Marta Silva teve 59,6% dos votos e assim considerada a melhor da categoria.

 

Marketing & Publicidade:a campanha publicitária #OrgulhoNãoPara, da Ambev, venceu como melhor da categoria com 55,2% dos votos;

 

Empresa: a Dow Brasil foi eleita a melhor empresa com 43,9% dos votos.

 

Tema do Ano: O Grupo Pela Vidda/SP foi escolhido o melhor na categoria por 55,6% das pessoas associadas da APOLGBT-SP que votaram.

Para assistir à premiação, acesse www.youtube.com/paradasp

Release pra imprensa, aqui


>> Aproveitando sua visita:

– Ajude a ONG APOGLBT SP Associe-se!

Publicado por: Fabrício Viana
Fabrício Viana é o jornalista (MTB 80753/SP), escritor LGBT premiado e responsável pela assessoria de imprensa e comunicação da APOLGBT SP, ONG que realiza a maior Parada LGBT do mundo. Para a página de Imprensa, aqui. Contato com a Diretoria da ONG, aqui. Seja um Associado/a, aqui