Curso: A História do Movimento LGBT, por Renan Quinalha

O curso, ministrado por Renan Quinhlha, tem por objetivo analisar os principais momentos da constituição do movimento de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais (LGBT) no mundo e no Brasil, desde os protoativismos do fim do séc. XIX, passando pelos grupos pioneiros na era pós-Stonewall e chegando até os dias atuais.

Datas e horários:

05 a 10 de Abril de 2021 – (totalizando doze horas de curso).

O curso será ao vivo, nos horários indicados, por plataforma virtual.

As aulas serão gravadas e ficarão disponíveis por 30 dias depois do encerramento do curso. Assim, quem perder alguma das aulas ou preferir assistir em outro momento, poderá fazê-lo nesse prazo.

Uma pasta com as referencias bibliográficas do curso também será disponibilizada pelo mesmo período.

*No final do curso os interessados receberão certificação.


1º dia ( 05 de Abril, segunda, das 20h às 22h)
 – Definições conceituais; compreensões sobre gênero e sexualidade: essencialismo x construtivismo; as histórias da sexualidade no plural; onde quase tudo começou: eurocentrismo e o protoativismo no final do XIX e início do XX.

2º dia ( 06 de Abril, terça, das 20h às 22h) – Mudanças políticas e culturais pós-Segunda Grande Guerra; antecedentes de Stonewall nos EUA; ativismos homófilos dos anos 1950; casos de revoltas anteriores em bares; mobilizações existentes na América Latina

3º dia ( 07 de Abril, quarta, das 20h às 22h) – Levante de Stonewall: da vergonha ao orgulho; disputas das memórias e protagonismo das lésbicas e trans: apagamentos e invisibilizações; os novos grupos militantes; surgimento da epidemia do HIV-aids; normalização do movimento, institucionalização e as críticas queer.

4º dia ( 08 de Abril, quinta, das 20h às 22h) – E no Brasil? Do armário ao gueto: primórdios do ativismo nos anos 60; as políticas sexuais da ditadura: violência, censura e repressões; processo de transição e as mobilizações feminista, negra e homossexual; Grupo Somos, jornal Lampião da Esquina e o início do Movimento Homossexual Brasileiro; a Primeira Onda.

5º dia ( 09 de Abril, sexta, das 20h às 22h) – Do gueto às ruas: emergência da Segunda Onda e epidemia do HIV/aids; luta por direitos (despatologização e Constituinte); a Terceira Onda; negociação com Estado e mercado; as Paradas do Orgulho LGBT; políticas públicas e judicialização dos direitos LGBTs

6º dia ( 10 de Abril, sábado, das 10h às 12h) – Quarta onda: os movimentos LGBT na atualidade; novos sujeitos, novas mídias; diferentes tipos de ativismos; Backlash e ascensão conservadora; riscos à cidadania LGBTs sob bolsonarismo. Quais as perspectivas de futuro? Discussão de dúvidas e orientação de alunes.

Investimento e forma de pagamento:

R$ 300,00

( Desconto de 50% para ex alunos)

  • Transferência/depósito – Banco Itaú

    ou

  • PIX

    ou

  • Cartão de crédito em link do app PicPay (com possibilidade de parcelamento).

Entre em contato solicitando dados bancários ou link para PicPay.

A inscrição se efetiva com a confirmação do pagamento.


Vagas sociais: 
serão oferecidas vagas sociais para pessoas negras, trans e indígenas que não tenham condições econômicas de pagar pelo curso. Para se candidatar a essas vagas, basta enviar um e-mail com breve apresentação e justificativa à candidatura  até 31 de março.

* Os resultados serão divulgados no dia 02 de Abril.

Mais informações, e inscrições, visite: https://www.renanquinalha.com/curso


>> Aproveitando sua visita:

– Ajude a ONG APOGLBT SP, Associe-se!
– Nosso evento no Facebook para 2020 foi criado: ParadaSP 2020
– Curta as redes sociais da Parada LGBT de SP: Facebook / Twitter / Instagram

Publicado por: Fabrício Viana
Fabrício Viana é o jornalista (MTB 80753/SP) responsável pela assessoria de imprensa e comunicação da APOGLBT SP, ONG que realiza a maior Parada LGBT do mundo. Para a página de Imprensa, aqui. Contato com a Diretoria da ONG, aqui. Seja um Associado/a, aqui