Dica de Leitura: Devassos no Paraíso – A homossexualidade no Brasil, da colônia à atualidade

Como tem muita gente de férias, nada mais justo que iniciar o ano com indicação de leitura, não é mesmo? E, felizmente, hoje temos uma repleta gama de livros com temática LGBTQI+ de diversos autores – em sua maioria – também LGBTs.

Entre tantos títulos e autores, uma destas obras que se destaca dentro da militância LGBTQI+ e que merece nosso respeito, indicação e recomendação sempre que possível é – sem sombra de dúvidas – o livro Devassos no Paraíso – A homossexualidade no Brasil, da colônia à atualidade, do escritor, dramaturgo, tradutor, cineasta, gay e militante João Silvério Trevisan.

Para vocês terem ideia, Devassos no Paraíso surgiu de uma pesquisa do Trevisan em uma época em que nada sabíamos sobre a história da homossexualidade no Brasil. Para isso, ele teve que buscar arquivos e documentos antigos onde a homossexualidade era considerada crime. Ou, melhor dizendo, “o amor que não ousa dizer seu nome”.

Entre diversos trechos, a gente consegue entender que no Brasil, há muitos anos, não existia por exemplo a palavra “homossexualidade” (nem “homossexualismo”), e que pessoas que eram pegas transando com alguém do mesmo sexo eram condenadas e, durante a condenação, não se falava muito sobre o tal “crime” praticado pois isso poderia ser alimento do desejo sexual para as outras pessoas.

Interessante, não?

E tem muito mais. O livro, que tem mais de 500 páginas, estava esgotado. Mas em 2018 ele ganhou uma nova edição (quarta edição – revisada e ampliada). Tornando-se uma leitura quase que obrigatória para todos nós, brasileiros (especialmente militantes LGBTs) para entendermos nossa história, movimento e luta.

Por isso Devassos no Paraíso ganhou esse post hoje na página da maior Parada LGBT do mundo.

Uma dica de leitura importantíssima para todos nós nesta época obscura e de resistência.

Tanto a versão física quanto a digital pode ser adquirida em diversas livrarias, em especial na Amazon: https://amzn.to/2MMKgzJ (você pode ler inclusive no celular, usando o aplicativo gratuito chamado Kindle para Android ou iOS)

Vamos compartilhar? Divulgar e recomendar esse trabalho incrível?

E se você tiver outras obras importantes como esta para recomendar, registra nos comentários!


>> Aproveitando sua visita:

– Ajude a ONG APOGLBT SP, Associe-se!
– Nosso evento no Facebook para 2020 foi criado: ParadaSP 2020
– Curta as redes sociais da Parada LGBT de SP: Facebook / Twitter / Instagram

Publicado por: Fabrício Viana
Fabrício Viana é o jornalista (MTB 80753/SP) responsável pela assessoria e comunicação da APOGLBT SP, ONG que realiza a maior Parada LGBT do mundo. Para a página de Imprensa, aqui. Contato com a Diretoria da ONG, aqui. Seja um Associado/a, aqui