Documentário Transversais estreia dia 17 de Fevereiro nos Cinemas

Censurado em uma live por Bolsonaro, que na época disse “não tinha cabimento fazer um filme com este tema” e que ele seria retirado do edital da Ancine, a produção de Allan Deberton continuou e tem estreia confirmada para o dia 17 de Fevereiro nos cinemas.

Segundo entrevista dada ao Cinema Com Rapadura, Deberton disse que o projeto do documentário Transversais surgiu com o desdobramento de dois curtas-metragens que ele realizou, sobre o Kaio Lemos e Caio José, e que com o tempo foram solicitadas outras histórias e vivências a mais. Foi neste momento que tentaram o edital da Ancine, teve a censura do Governo Federal e daí tudo parou de vez. Mas isso não foi motivo pra desistência. Ele conseguiu apoio de uma produtora e foram atrás das histórias.

Entre os relatos estão que, desde o início, a intenção do documentário não é de demonstrar vitimização ou um filme de sofrimento e sim de superação, com histórias vidas que se transformam.

Ficha Técnica Transversais

DIREÇÃO: Émerson Maranhão
PAÍS: Brasil
CIDADE: CE
ANO: 2021
DURAÇÃO: 84
CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA: 14 anos

Sinopse: Érikah é professora, Samilla é funcionária pública. Caio é paramédico, Kaio Lemos é pesquisador. Mara é jornalista e mãe. Os cinco têm origens, formações e classes diferentes. Em comum, o fato de ter suas vidas atravessadas pela transexualidade.

Elenco/Cast: Caio José Batista, Érikah Alcântara, Kaio Lemos, Mara Beatriz, Samilla Marques Aires, Clotilde Batista Da Silva, Edivane Barros, Jânio Torres, José Rogério Franklin, Lara Mendes, Pai Aluísio, Priscila Marques, Priscila Paula Pessoa, Rozelangia de Paula Pessoa
Roteiro/Screenplay: Émerson Maranhão
Fotografia/Cinematography: Juno Braga, Linga Acácio
Montagem/Editing: Natara Ney
Som/Sound: Guma Farias
Produção/Production: Allan Deberton, César Teixeira


>> Aproveitando sua visita:
– Ajude a ONG APOGLBT SP Associe-se!

Publicado por: Fabrício Viana
Fabrício Viana é o jornalista (MTB 80753/SP), escritor LGBT premiado e responsável pela assessoria de imprensa e comunicação da APOLGBT SP, ONG que realiza a maior Parada LGBT do mundo. Contato com a Diretoria da ONG, aqui.