Donald Trump impede pessoas trans de servirem as Forças Armadas

Por meio da sua conta oficial no Twitter, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou que impedirá pessoas trans de servirem as forças armadas.

“Após consultar meus generais e especialistas militares, estejam avisados que o governo dos EUA não vai aceitar ou permitir que indivíduos transgêneros sirvam em qualquer competência nas Forças Armadas dos EUA”, disse ele.

Esta não é a primeira vez que Trump se pronunciou contra a comunidade LGBT. Ainda em sua conta na rede social, ele disse na última quinta-feira, 25, que:

“Nosso militares devem estar focados na vitória decisiva e devastadora e não podem ficar sobrecarregados com tremendos custos médicos e interrupção que o militar trans pode envolver”, dando a desculpa de que a redução de gastos é seu foco.

Atualmente, estima-se que mais de 7 mil militares transexuais sirvam no exercito dos EUA. Desde que assumiu a presidência, Trump já revogou a liberação para que pessoas trans usassem o banheiro de acordo com sua identidade de gênero, retirou questões de sexualidade e gênero do censo e exonerou o primeiro comandante gay do exército americano.

Como podemos sabemos, em diversos países, a evolução e o caminho da ampliação dos direitos de cidadãos LGBTs é constantemente ameaçado.


>> Aproveitando sua visita:

– Ajude a ONG APOGLBT SP, Associe-se!
– Curta as redes sociais da Parada LGBT de SP: Facebook / Twitter / Instagram
– Participe também do evento oficial da Parada no Facebook: Parada do Orgulho LGBT de SP 2018

Publicado por: Fabrício Viana
Fabrício Viana é jornalista (MTB 80753/SP), gay, escritor premiado e responsável pela assessoria e comunicação da APOGLBT SP, ONG que realiza a maior Parada LGBT do mundo. Mais sobre Viana, aqui