Eduardo Bolsonaro critica Superman bissexual e ganha repúdio nas redes sociais

Nesta terça (12) o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) ganhou repúdio nas redes sociais por críticar Superman bissexual em história de quadrinhos. Revoltados, usuários das redes subiram a #BananinhaFrágil sobre o filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) como repúdio por sua masculinidade frágil.

“A intenção não é democratizar os super-heróis ou tornar o mundo + tolerante, é o contrário: destruir a masculinidade dos mais tolerantes p dominar estes cordeiros e instigar o ódio nos resistentes para poder acusá-los de homofóbicos e depois a esquerda se dizer protetora dos gays”, escreveu Eduardo no Twitter desta terça-feira (12).

O político conservador se referia à notícia de que Jon Kent, que veste o uniforme de Super-Homem recentemente nos quadrinhos da DC Comics, se revelará bissexual na edição de novembro da série com um beijo entre seu colega Jay Kakamura divulgado na segunda (11).

O repúdio nas redes foi imediato e persiste, cada vez ganhando mais adeptos. Clique aqui para ler as ultimas postagens da #BananinhaFragil

 


>> Aproveitando sua visita:

– Ajude a ONG APOGLBT SP Associe-se!

Publicado por: Fabrício Viana
Fabrício Viana é o jornalista (MTB 80753/SP), escritor LGBT premiado e responsável pela assessoria de imprensa e comunicação da APOLGBT SP, ONG que realiza a maior Parada LGBT do mundo. Para a página de Imprensa, aqui. Contato com a Diretoria da ONG, aqui. Seja um Associado/a, aqui