#HOMOFOBIA: Adolescente de 16 anos morre apanhando em Fortaleza

Nos últimos dias de 2017 mais um jovem é vítima de homofobia no Brasil. Gabryel Schneyder Ribeiro Magalhães, de apenas 16 anos, morreu após discussão com o pai em Fortaleza, Ceará.

Segundo Aurelidia Ramos, avó materna do adolescente, em uma postagem nas redes sociais, o garoto sofria agressões físicas e psicológicas do pai após ele ter contado que era homossexual.

Não precisava de tantas agressões físicas e psicológicas, morreu apanhando”, postou Aurelidia.

Amigos do adolescente, postaram a tag #RIPGabryelSelenator no Twitter para denunciar a morte do garoto após o Natal. Inclusive, a cantora Selena Gomez, muito famosa e de origem Mexicana, publicou sobre a morte do Gabryel:

Segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), a polícia ouviu os parentes do adolescente que confirmaram que ele passou mal após a briga com o pai. Ele foi socorrido para uma unidade de saúde mas não resistiu.

Embora suspeito, o corpo não apresentava sinais de violência decorrentes da briga, mas ainda está sendo analisado pela Polícia Forense do Ceará (Pefoce).


>> Aproveitando sua visita:

– Ajude a ONG APOGLBT SP, Associe-se!
– Nosso evento no Facebook para 2020 foi criado: ParadaSP 2020
– Curta as redes sociais da Parada LGBT de SP: Facebook / Twitter / Instagram

Publicado por: Fabrício Viana
Fabrício Viana é o jornalista (MTB 80753/SP) responsável pela assessoria de imprensa e comunicação da APOGLBT SP, ONG que realiza a maior Parada LGBT do mundo. Para a página de Imprensa, aqui. Contato com a Diretoria da ONG, aqui. Seja um Associado/a, aqui