Julgamento dos assassinos da travesti Laura Vermont será dia 28/11 em SP

Em 20 de Junho de 2015, a travesti Laura Vermont foi espancada por cinco homens na zona leste de São Paulo. Dois policiais militares foram presos por atirarem contra ela e mentirem à Polícia Civil sobre o caso.
Imagens das câmaras de segurança de lojas na avenida Nordestina, Vila Nova Curuça, zona leste de São Paulo, gravaram o momento em que a travesti Laura Vermont, de 18anos, foi atacada por cinco homens.

De acordo com os delegados Michel Augusto Toricelli e José Manoel Lopes, do 32º DP (Itaquera), os responsáveis pela morte de Laura são Van Basten Bizarrias de Deus, Jefferson Rodrigues Paulo, ambos de 24 anos, Iago Bizarrias de Deus, Wilson de Jesus Marcolino, os dois com 20 anos, e Bruno Rodrigues de Oliveira.

PMs presos por mentir

Os PMs Ailton de Jesus, 43 anos, e Diego Clemente Mendes, 22, do 39º Batalhão, foram presos em flagrante, na tarde de 20 de junho, após mentir para a Polícia Civil sobre um tiro disparado contra Laura.

A versão contada por eles é que Laura teria pego o carro da polícia sem permissão, batido em um poste e tentado fugir. A mãe da vítima estranhou o fato, já que ela não sabia dirigir. Tendo uma testemunha de 19 anos apresentada pelos policiais, os investigadores ficaram desconfiados pela riqueza dos detalhes.

Ao fazerem a reconstituição do crime, notaram diversas manchas de sangue em locais que nem a testemunha e nem os policiais relataram. Pressionados, a verdade apareceu.

O PM Ailton assumiu ter atirado em Laura “porque ela havia apresentado resistência”. Já o PM Mendes disse a Polícia Civil que “foi instruído por [o PM] Ailton a não relatar a verdade dos fatos”. Por conta disso, os dois foram presos em flagrante por falto testemunho e fraude processual.

O julgamento dos assassinos de Laura Vermont será realizado nesta segunda, dia 28/11, no Fórum Criminal da Barra Funda em São Paulo (Av. Dr. Abrahão Ribeiro, 313) e será acompanhado por militantes, coletivos e pela diretora e segunda secretária da APOGLBT SP Adriana da Silva.

Que a justiça seja feita!

Um comentário em “Julgamento dos assassinos da travesti Laura Vermont será dia 28/11 em SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 + 1 =

Pin It on Pinterest