Kylie Minogue se recusa casar na Austrália em protesto pela não legalização do casamento gay

Não precisa ser LGBT para defender LGBTs. Com essa ideia em mente a cantora Kylie Minogue e seu namorado, o ator britânico Joshua Sasse, disseram que não irão se casar na Austrália em protesto pela não legalização do casamento gay.

Segundo o The Guardian desta quinta, 06, Sasse deixou bem claro o motivo:

“Há chances de termos um casamento em Melbourne [onde Kylie nasceu], mas não vamos nos casar até que [o casamento gay] seja legalizado na Austrália. (…) Quando descobri que o casamento gay é ilegal no país, fiquei chocado. Simplesmente não consigo compreender, tanto moral quanto religiosamente ou em qualquer outro nível, que eu tenho o direito de me casar com a pessoa que amo e que outra pessoa não pode por causa de sua orientação sexual.”

Tão querida no mundo por seus fãs LGBTs, Kylie Minogue e Joshua Sasse ganharam repercussão mundial por conta deste protesto.

Segundo cronograma, existe um plebiscito agendado para fevereiro de 2017 convocado pelo governo australiano para saber se os cidadãos são ou não favoráveis a legalização do casamento gay.

Quando grande parte dos cidadãos são conscientemente favoráveis, incluindo personalidades, o mundo fica melhor para todos: afinal, todos nós temos direito ao amor, a felicidade, ao namoro, ao casamento e a constituição de nossas próprias famílias.


>> Aproveitando sua visita:

– Ajude a ONG APOGLBT SP, Associe-se!
– Curta as redes sociais da Parada LGBT de SP: Facebook / Twitter / Instagram
– Participe também do evento oficial da Parada no Facebook: Parada do Orgulho LGBT de SP 2018

Publicado por: Fabrício Viana
Fabrício Viana é jornalista (MTB 80753/SP), gay, escritor premiado e responsável pela assessoria e comunicação da APOGLBT SP, ONG que realiza a maior Parada LGBT do mundo. Mais sobre Viana, aqui