#Literatura Debates feministas: um intercâmbio filosófico, com Seyla Benhabib, Judith Butler, Drucilla Cornell e Nancy Fraser

As norte-americanas Seyla Benhabib, Judith Butler, Drucilla Cornell e Nancy Fraser debatem pontos e contrapontos da teoria feminista

“Podemos construir práticas, instituições e formas de vida nas quais o empoderamento de alguns não implique a falta de poder de outros? Se não, qual é o objetivo da luta feminista?”, pergunta Nancy Fraser. Em busca de construir pontos e contrapontos, nasce Debates feministas: um intercâmbio filosófico, lançamento da Editora Unesp.

“Articular o conteúdo deste volume é uma tarefa particularmente desafiadora por razões que serão entendidas se considerarmos o que este volume não é. Em primeiro lugar, este volume não é uma antologia do estado atual da teoria feminista”, alerta Linda Nicholson na introdução da obra. “Em 1995, se uma coleção de ensaios e réplicas escritos por quatro mulheres brancas dos Estados Unidos, saídas de uma certa tradição em uma disciplina particular, pretendesse representar a “teoria feminista”, ela exprimiria um tipo de arrogância que seria rejeitada com veemência por cada uma dessas mulheres.”

Ao longo de oito capítulos, as autoras se alternam, cada qual com sua voz, buscando construir argumentos na primeira parte – em “Ensaios” – e respondê-los – nas “Réplicas”. Portanto, neste volume os leitores têm acesso a uma grande conversa entre quatro mulheres, iniciada previamente em um simpósio sobre feminismo e pós-modernismo – a própria obra, após debate, refuta o uso do último termo, enquanto cada uma apresentava sua visão sobre a melhor maneira de descrever a discussão.

“Mas a característica particular deste volume, combinada com a complexidade e a riqueza das ideias expressas, torna problemática qualquer tentativa de caracterização abstrata do seu tema, em particular antes que o leitor tenha qualquer percepção do que as próprias autoras estão dizendo”, explica Linda Nicholson. Nada melhor, então, do que se sentar à mesa com as autoras, ouvi-las e, assim, compreendê-las.

Sobre as autoras – Seyla Benhabib, Professor of Government e Senior Research Associate no Center for European Studies na Universidade de Harvard, é autora de Situating the Self: Gender, Community and Postmodernism in Contemporary Ethics (1992), entre outras obras.

Judith Butler é professora de retórica e literatura comparada na Universidade da Califórnia, em Berkeley. É uma das principais teóricas atuais nas áreas de feminismo contemporâneo, teoria queer, filosofia política e ética.

Drucilla Cornell atualmente tem os cargos de Professor Extraordinaire na Universidade de Pretória, na África do Sul, e professora visitante no Birkbeck College, na Universidade de Londres.

Nancy Fraser é titular da cátedra Henry A. and Louise Loeb de Ciências Políticas e Sociais da New School University, em Nova York. Expoente no campo dos estudos feministas, vincula-se à escola de pensamento da chamada Teoria Crítica.

Título: Debates feministas: um intercâmbio filosófico
Autoras: Seyla Benhabib, Judith Butler, Drucilla Cornell e Nancy Fraser
Tradutora: Fernanda Veríssimo
Número de páginas: 270
Formato: 14 x 21 cm
Preço: R$ 52,00
ISBN: 978-85-393-0765-4

Mais informações sobre os livros publicados pela Editora Unesp estão disponíveis no site: http://www.editoraunesp.com.br


>> Aproveitando sua visita:

– Ajude a ONG APOGLBT SP, Associe-se!
– Curta as redes sociais da Parada LGBT de SP: Facebook / Twitter / Instagram
– Participe também do evento oficial da Parada no Facebook: Parada do Orgulho LGBT de SP 2018

Publicado por: Fabrício Viana
Fabrício Viana é jornalista (MTB 80753/SP), gay, coach, escritor premiado e responsável pela assessoria e comunicação da APOGLBT SP, ONG que realiza a maior Parada LGBT do mundo. Conheça Viana e seus livros aqui www.fabricioviana.com