Livro de Renan Quinalha fala da repressão militar e ditadura aos LGBTs nos anos 70 e 80

Renan Quinalha é advogado, ativista LGBT e professor de direito da Unifesp e lança, pela editora Companhia das Letras, o livro intitulado de “Contra a moral e os bons costumes – A Ditadura e a repressão à comunidade LGBT“. O novo livro aborda as políticas sexuais da ditadura brasileira, abordando o controle moral e repressivo direcionado aos grupos LGBTs durante a ditadura e repressão militar nos anos 70 e 80.

Renan Quinalha utiliza farta documentação de época, em especial os arquivos trabalhados pela Comissão da Verdade, para demonstrar que, apesar de ter raízes históricas mais antigas, no regime iniciado com o Golpe de 64 a repressão às pessoas que desafiavam a heteronormatividade ganhou nova dimensão.

Além de revelar a sistematização da violência em todos os níveis – perseguição e censura a veículos como Lampião e Chana com Chana, fechamento dos pontos de encontro da comunidade, prisões, espancamentos, tortura –, Quinalha demonstra como um movimento social tão jovem como o LGBT conseguiu não apenas sobreviver, mas trilhar um caminho de conquistas de direitos fundamentais.

Ficha técnica:

Capa: Kiko Farkas
Páginas: 416
Formato: 16.00 X 23.00 cm
Peso: 0.632 kg
Acabamento: Livro brochura
Lançamento: 08/09/2021
ISBN: 9788535928716
Selo: Companhia das Letras

Serviço:

Lançamento “Contra a moral e os bons costumes – A Ditadura e a repressão à comunidade LGBT
Nesta quarta, 15 de Setembro, às 19h, terá uma live de lançamento com o autor, Erika Hilton, James N Green e Symmy Larrat com mediação da Rita Palmeira. No sábado, 18 de Setembro das 11h às 13h, sessão de autógrafos na Galeria Metrópole (Av. São Luiz, 187 – Piso 3 – Loja 1)

 


>> Aproveitando sua visita:

– Ajude a ONG APOGLBT SP Associe-se!

Publicado por: Fabrício Viana
Fabrício Viana é o jornalista (MTB 80753/SP), escritor LGBT premiado e responsável pela assessoria de imprensa e comunicação da APOLGBT SP, ONG que realiza a maior Parada LGBT do mundo. Para a página de Imprensa, aqui. Contato com a Diretoria da ONG, aqui. Seja um Associado/a, aqui