Diariamente, vários casos de homofobia são registrados ao redor do mundo, mas somente alguns deles vêm a tona.

Um dos casos mais famosos da atualidade foi o massacre ocorrido em Junho de 2016, na boate Pulse, Florida. Conhecida mundialmente como um cenário onde muito sangue LGBT foi derramado, a boate construirá um memorial em homenagem as vítimas.

A proprietária, Barbara Poma, afirmou na última quinta-feira, que os detalhes do memorial serão determinados em conjunto com as pessoas afetadas pelo massacre. Inicialmente, a homenagem será temporária, mas existem planos para a construção de algo fixo, em Orlando.

“Aquilo que começou como um lugar de alegria e felicidade, agora é chão sagrado”, disse Poma em uma coletiva de imprensa, salientando que o desenvolvimento do projeto não será algo rápido.

No dia 12 de Junho, Omar Marteen abriu fogo contra as pessoas presentes em uma das festas promovidas pela boate. 49 pessoas morreram e cerca de 58 pessoas ficaram machucadas.

“Nós nunca podemos esquecer o real motivo do nosso projeto…não deixaremos o ódio vencer”, encerrou Barbara.

NO COMMENTS

Leave a Reply