Maria do Céu reforça vaquinha para ajudar Jefferson, vítima de homofobia

Jefferson Anderson Feijó da Cruz, de 22 anos, segue internado desde o fim de 2018 quando foi vítima de homofobia durante uma festa em sua cidade natal, Moreno, localizada na região metropolitana de Recife.

O jovem foi espancado, estuprado, apedrejado e ficou um mês em coma, gerando várias sequelas. O autor do crime, Robson da Silva Alexandre de 25 anos, já esta preso. Porém, Jefferson segue internado e precisa de ajuda financeira para custear seu tratamento e cuidados.

Por este motivo a ativista pelos direitos LGBTI+ de Pernambuco, Maria do Céu, visitou o jovem e reforçou o pedido de contribuição financeira para custear seu tratamento.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Maria do Céu (@mariadoceuoficial) em

Maria pede para que seus seguidores colaborem com uma vaquinha criada com a finalidade de ajudar Jefferson a ter sua vida de volta.

Para ajudar o jovem, basta contribuir ou até mesmo compartilhar este link:

https://www.vakinha.com.br/vaquinha/as-sequelas-e-o-horror-da-homofobia

O jovem precisa de uma Maca Elétrica Ortostática e também produtos proteicos especiais..


>> Aproveitando sua visita:

– Ajude a ONG APOGLBT SP, Associe-se!
– Nosso evento no Facebook para 2020 foi criado: ParadaSP 2020
– Curta as redes sociais da Parada LGBT de SP: Facebook / Twitter / Instagram

Publicado por: Fabrício Viana
Fabrício Viana é o jornalista (MTB 80753/SP) responsável pela assessoria de imprensa e comunicação da APOGLBT SP, ONG que realiza a maior Parada LGBT do mundo. Para a página de Imprensa, aqui. Contato com a Diretoria da ONG, aqui. Seja um Associado/a, aqui