Museu da Diversidade Sexual abre exposição Solidão nesta terça

O Museu da Diversidade Sexual inaugura dia 10 de outubro, a partir das 17h, sua nova exposição “Solidão”.

Com curadoria de Duilio Ferronato e Eduardo Besen, a coletiva conta com trabalhos de 17 artistas sobre o tema: Adams Carvalho, Alex Cerveny, António Teixeira, Cláudio Caropreso, Guilherme Gafi, Higo Joseph, Júlio de Paula, Jorge Morabito, Luma Assis, Magdalena Marciniak, Malu Pessoa Loeb, Sandra Martinelli, Sheila Goloborotko e Teresa Berlinck.

Os trabalhos exibidos abordam com visões muito particulares e distintas entre si: da solidão do jovem homossexual, ou de outras pessoas, com relação ao companheirismo, amizades e amores diversos. Quando o ser humano evolui para sua vida coletiva e entende que ficar sozinho é algo penoso. A solidão que cerca nossas vidas, mesmo estando nas redes sociais.

Solidão fica exposto até 13 de janeiro de 2018 com entrada gratuita. O Museu da Diversidade Sexual localiza-se no mezanino do metrô República, em São Paulo.

Serviço:

Mostra “Solidão”
Local: Museu da Diversidade Sexual (Rua do Arouche, 24, República – São Paulo)
Abertura: 10 de outubro de 2017, terça-feira, das 18h às 22h
Período expositivo: de 10 de outubro de 2017 a 13 de janeiro de 2018 (de terça a domingo, das 10h às 18h)
Entrada gratuita
Acessibilidade para deficientes físicos
Website http://www.mds.org.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 − treze =

Pin It on Pinterest