Nota de Repúdio à Sorofobia sofrida por Diego Krausz

A Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo – APOGLBT/SP, ONG responsável pela maior Parada LGBT do mundo e outros eventos de militância LGBT, cultural e de saúde, vem por meio desta, manifestar o seu repúdio ao ataque sorofóbico (discriminação contra pessoas vivendo com HIV/Aids) sofrido pelo influenciador e ator Diego Krausz.

No último sábado (06), Diego compartilhou em suas redes sociais, trecho de uma conversa de WhatsApp, em que foi chamado de “aidético sujo”, expressão que além de discriminatória, corrobora e reforça com décadas de estigma, em que pessoas vivendo com HIV/Aids têm suas vivências diminuídas a um vírus e são lidas como sujas.

Tais preconceitos, infelizmente, não são tão raros na vida de quem vive com HIV/Aids. Conforme dados do Índice de Estigma em Relação às Pessoas Vivendo com HIV/Aids de 2019, realizado pelo UNAIDS Brasil, somente em São Paulo (SP), 41,2% das pessoas entrevistadas relataram já ter sofrido fofocas ou comentários discriminatórios por serem soropositivas ao HIV. Além disso, 27,4% relataram ter sido vítima de assédios verbais, enquanto 7,7% chegaram a sofrer agressões físicas.

Nesse contexto, no ano em que a 25ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo terá como tema “HIV/Aids: ame +, cuide +, viva +”, reforçamos a nossa convocação  para que toda sociedade, em especial a população LGBT+, possa acolher e se unir na luta contra o estigma e discriminação das pessoas vivendo com HIV/Aids.

Assim, após sermos informados que foi realizado o devido B.O. (Boletim de Ocorrência) sobre o ocorrido, aguardamos uma rigorosa investigação e punição, mediante os fatos.

Diretoria APOGLBT SP
www.paradasp.org.br


>> Aproveitando sua visita:

– Ajude a ONG APOGLBT SP Associe-se!

Publicado por: Fabrício Viana
Fabrício Viana é o jornalista (MTB 80753/SP), escritor LGBT premiado e responsável pela assessoria de imprensa e comunicação da APOLLBT SP, ONG que realiza a maior Parada LGBT do mundo. Para a página de Imprensa, aqui. Contato com a Diretoria da ONG, aqui. Seja um Associado/a, aqui