Nota de Repúdio: Contra violência praticada por “militantes” do PCO contra militantes do Diversidade Tucana (PSDB)

A Associação da Parada do Orgulho LGBT+ de São Paulo, repudia com veemência o ato de extrema violência praticada por “militantes” do PCO – Partido da Causa Operária contra militantes do Diversidade Tucana (PSDB), no ultimo Sábado, no ato contra o atual presidente Jair Bolsonaro.

Assistimos estarrecidos cenas de tamanha violência praticada por esses que se autodenominam “militantes da esquerda”, mas não respeitaram e atacaram mulheres e LGBT+ com socos, pauladas e xingamentos, seguindo o exemplo daquele que eles dizem combater! Também é inaceitável e chocante ver as publicações que o “partido” (PCO) fez em suas redes sociais se vangloriando dessa ação nada democrática.

É absolutamente lamentável que haja um atentado contra a liberdade de manifestação, princípio assegurado em qualquer país democrático. O movimento Fora Bolsonaro é pela democracia e, como tal, deve ser democrático e respeitar toda é qualquer diferença.

No último sábado, os atacados não foram meros militantes políticos, mas sim pessoas LGBT+ alvos preferido de ataques do atual governo brasileiro. Portanto, é inaceitável o desrespeito e a violência praticada no ato no ultimo sábado.

Toda nossa solidariedade ao Danilo Augusto, Presidente do Diversidade Tucana e ao seus militantes, e a todos brasileiros de bem que saíram às ruas e sofreram agressões nesse sábado.

Atenciosamente,
Diretoria da Associação da Parada do Orgulho LGBT+ de São Paulo.
www.paradasp.org.br


>> Aproveitando sua visita:

– Ajude a ONG APOGLBT SP Associe-se!

Publicado por: Fabrício Viana
Fabrício Viana é o jornalista (MTB 80753/SP), escritor LGBT premiado e responsável pela assessoria de imprensa e comunicação da APOLGBT SP, ONG que realiza a maior Parada LGBT do mundo. Para a página de Imprensa, aqui. Contato com a Diretoria da ONG, aqui. Seja um Associado/a, aqui