Novembro Azul chama atenção para os cuidados com a saúde do homem

Novembro Azul, mês de conscientização para a prevenção e diagnóstico precoce do câncer de próstata. O objetivo é fazer com que cada vez mais os homens cuidem da saúde e façam os exames preventivos anualmente, pois quanto mais precoce a doença for diagnosticada, melhores as chances de cura. Isto é importante, pois, em estágio inicial, não existem sinais ou sintomas.

Para esclarecer mais sobre a saúde do homem, conversamos com o urologista Dr. Mário Cruvinel.

Doutor Mário, sabemos que os homens não costumam ir com frequência ao médico. Como tentar mudar isso?

Dr. Mário: é preciso incentivar e reforçar que ir ao médico não é algo que se deva fazer só quando estiver doente. A prevenção é o melhor caminho. A maioria das doenças pode ser evitada e, no caso da sua ocorrência, o diagnóstico precoce aumenta significativamente as chances de cura. No Brasil, quase 40% dos homens até 39 anos e 20% daqueles com mais de 40 só vão ao médico quando se sentem mal. O incentivo da esposa e familiares é um grande aliado para visitas ao urologista.

Quais exames os homens precisam fazer anualmente?

Dr. Mário: Do ponto de vista urológico, é recomendado ao homem que tenha história familiar de câncer de próstata iniciar consultas a partir dos 45 anos. Aos que não têm, a recomendação é iniciar aos 50 anos. Na consulta, é importante uma história clínica e um exame minucioso, dosagem do PSA, da função renal, exame de rotina da urina e ultra-sonografia do abdômen. Outros exames poderão ser solicitados dependendo da avaliação. A partir daí, mapeia-se o tempo ideal para revisões, que na maioria dos casos é de um ano. Eu recomendo a data de aniversário como um marco para as visitas, já que isso torna mais fácil a lembrança de uma época de se cuidar e favorece a criação de um hábito.

Quais os fatores de risco para o câncer de próstata?

Dr. Mário: Homens com mais de cinquenta anos, predisposição genética (parentes que possuam a doença), obesidade e tabagismo. Estima-se que 95% das mutações para o câncer de próstata ocorrem por azar. Além disso, homens afrodescendentes têm maior prevalência destes casos de câncer.

Como prevenir o câncer de próstata, bexiga e rins?

Dr. Mário: A prevenção começa com a adoção de hábitos saudáveis, controle de peso e atividade física regular. Os exames de check up não evitam o câncer, mas favorecem o seu diagnóstico precoce. Nesta condição, o tratamento pode ser menos agressivo, evitar sequelas e ter chance de cura muito maior. Apesar da correria do dia a dia, é preciso se atentar mais aos cuidados com a saúde.

 

E vocês? Estão todos se cuidando?

Vamos aderir a campanha?


>> Aproveitando sua visita:

– Ajude a ONG APOGLBT SP, Associe-se!
– Curta as redes sociais da Parada LGBT de SP: Facebook / Twitter / Instagram
– Participe também do evento oficial da Parada no Facebook: Parada do Orgulho LGBT de SP 2018

Publicado por: Fabrício Viana
Fabrício Viana é jornalista (MTB 80753/SP), gay, life coach, escritor premiado e responsável pela assessoria e comunicação da APOGLBT SP, ONG que realiza a maior Parada LGBT do mundo. Mais sobre Viana? Clique aqui.