#OrgulhoLGBT: Pentágono permite pessoas transgêneros nas Forças Armadas!

Nesta tarde no Pentágono, o secretário de Defesa dos EUA, Asthon Carter, anunciou a retirada da proibição de pessoas transgêneros dentro das Forças Armadas americana.

Com a regra ”Don’t ask, don’t tell” (não pergunte, não conte), a omissão da orientação sexual sempre foi muito comum por lá. Em 2010, o presidente Barack Obama derrubou o veto para que gays assumidos se alistassem livremente e assumissem as forças armadas se assim desejassem. Segundo ele, orientação sexual não deveria ser motivo para o não alistamento.

Mesmo porque, como já sabemos, orientação sexual não tem relação alguma com caráter ou competências.

Após seis anos, agora, vem a notícia que além de gays, as Forças Armadas também aceitarão pessoas transgêneros. Respeitando, assim, a identidade de gênero de cada indivíduo: indiferente de sua orientação sexual.

Segundo pesquisa do Departamento de Defesa em nota publicada na CNN, por ano, aproximadamente 65 militares buscam a redesignação sexual conforme sua identidade de gênero e, também aproximadamente, 2.450 se identificam com o gênero diferente que possui na certidão de nascimento. Um número bem expressivo e que ajudou na tomada de decisão.

Grupos, militantes e ONGs do mundo inteiro comemoram esta grande notícia pelos direitos LGBTs. Esperando que decisões como esta se espalhem pelo mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove + 8 =

Pin It on Pinterest