Pink no Rock In Rio: beijo gay, ativismo, pedido de casamento e feminismo

A cantora Pink fez uma apresentação incrível neste sábado (05) no Rock In Rio dentro do Palco Mundo e não poupou esforços em agradar seus fãs brasileiros. Além de trazer sua estrutura completa da sua atual turnê, a Beautiful Trauma World Tour, ela foi além: mostrou beijo gay, ativismo, pedido de casamento e feminismo.

Com inspiração nos circos, Pink se pendurou em lustres e em diversos locais do palco, cantando e sem perder seu ritmo “Let’s Get This Party Started”, do disco Missundaztood (2001).

Mas foi antes do ato número 4 que ela foi além: exibiu um vídeo no telão onde falou sobre feminismo, legalização do aborto, igualdade e ainda se posicionou contra o presidente dos EUA Donald Trump. Logo em seguida ela veio um coro contra o presidente Bolsonaro, mostrou a bandeira do orgulho LGBTI+

E sim, ainda teve pedido de casamento!

Que incrível, não?

Tradução: “Eu sou um garoto gay, criado numa cidade pequena. Eu me sentia um estranho, e as suas músicas me fizeram me conectar a outras pessoas. E eu me conectei com pessoas maravilhosas, e com muitos queers assim como eu. E eu conheci o Gabriel. Nos tornamos amigos, depois melhores amigos, e agora namorados. E hoje, 10 anos depois, acho que é a hora de dar o próximo passo. Eu te amo tanto, e embora essa mulher nos alerte tanto sobre casamento, acho que ainda quero tentar se isso é real. Casa comigo?”

Pink fez a diferença.

Foi realmente incrível.

Que mais artistas façam a diferença!


>> Aproveitando sua visita:

– Ajude a ONG APOGLBT SP, Associe-se!
– Curta as redes sociais da Parada LGBT de SP: Facebook / Twitter / Instagram
– Participe também do evento oficial da Parada no Facebook: Parada do Orgulho LGBT de SP 2018

Publicado por: Fabrício Viana
Fabrício Viana é jornalista (MTB 80753/SP), gay, life coach, escritor premiado e responsável pela assessoria e comunicação da APOGLBT SP, ONG que realiza a maior Parada LGBT do mundo. Mais sobre Viana? Clique aqui.