Rio de Janeiro inclui gênero ‘não binarie’ em certidões de nascimento

Não-binariedade ou identidade não binária é um termo guarda-chuva (que envolvem diversas identidades dentro de si) para identidades de gêneroque não são estritamente masculinas ou femininas, estando fora do binário de gênero e da cisnormatividade.

Com isso, a Defensoria Pública do Rio de Janeiro, em parceria com a Justiça Itinerante do TJ fluminense, conseguiu que o Rio de Janeiro incluisse o gênero “Não binarie” nas certidões de nascimento. A ação da Defensoria, que é de novembro de 2021, garantiu decisões judiciais favoráveis para que pessoas trans e não binárias conseguissem alterar suas certidões de nascimento.

Entrentato, conforme relato de pessoas e do movimento nas redes sociais após a publicação da notícia, muitas coisas ainda precisam ser melhoradas. Como por exemplo a palavra Sexo, que deveria constar masculino ou feminino e um novo campo que deveria ser incluído, chamado de Gênero (como a pessoa se percebe), onde o “não binarie” deveria ser colocado se assim desejassem.

Ainda assim, são pequenos passos para a nossa colorida e necessária diversidade humana.


>> Aproveitando sua visita:
– Ajude a ONG APOGLBT SP Associe-se!

Publicado por: Fabrício Viana
Fabrício Viana é o jornalista (MTB 80753/SP), escritor LGBT premiado e responsável pela assessoria de imprensa e comunicação da APOLGBT SP, ONG que realiza a maior Parada LGBT do mundo. Contato com a Diretoria da ONG, aqui.