Saindo do Armário: Lista com atletas assumidamente LGBTs das Olimpíadas Rio 2016




Também nosso Twtiter e Facebook

Assumir-se “diferente” dos demais, seja por sua orientação sexual ou identidade de gênero, não é algo fácil para muita gente. Ainda mais para aqueles que sofrem pelo peso da religião (pois algumas, infelizmente, a condenam ferozmente). Quando você junta com o machismo social, muito presente nos esportes, a situação é ainda mais delicada.

Porém, assim como na sociedade, para a nossa alegria, encontramos pessoas que são assumidas e plenamente felizes com sua identidade de gênero ou orientação sexual. Pessoas que souberam escolher, trilhar caminhos (mesmo difíceis) e viver uma vida autêntica: não precisando esconder sua sexualidade/afetividade de famílias, amigos e colegas de trabalho.

Confira a lista dos esportistas das Olimpíadas Rio 2016 que, até o momento, são assumidamente gays, lésbicas, bissexuais e/ou pessoas trans. Em ordem alfabética:

Alexandra Lacrabère  (França, handebol)
Amini Fonua  (Tonga, natação)
Angel McCoughtry (EUA, basquete)
Ari-Pekka Liukkonen (Finlândia, natação)
Ashley Nee  (EUA, caiaque individual)
Brittney Griner (EUA, basquete)
Carl Hester (Reino Unido, hipismo)
Carlien Dirkse van den Heuvel (Países baixos, hockey)
Carolina Seger  (Suécia, futebol)
Caster Semenya (África do sul, atletismo)
Dutee Chand (India, track & field)
Edward Gal (Países Baixos, hipismo)
Hans Peter Minderhoud (Países baixos, hipismo)
Hedvig Lindahl (Suécia, futebol)
Helen Richardson-Walsh (Reino Unido, hockey)
Ian Matos (Brasil, saltos ornamentais)
Jeffrey Wammes  (Países Baixos, ginástica olímpica)
Jillion Potter  (EUA, rugby)
Julia Vasconcelos  (Brasil, taekowndo).
Kate Richardson-Walsh (Reino Unido, hockey)
Katie Duncan (Nova Zelândia, futebol)
Kelly Griffin  (EUA, rugby)
Larissa França (Brasil, vôlei de praia)
Lisa Dahlkvist (Suécia, futebol)
Maartje Paumen (Países Baixos, hockey)
Marie-Eve Nault (Canadá, futebol)
Martina Strut  (Alemanha, salto com vara)
Mayssa Pessoa (Brasil, handebol)
Megan Rapinoe (EUA, futebol)
Mélanie Henique  (França, natação)
Melissa Tancredi  (Canadá, futebol)
Michelle Heyman (Austrália, futebol)
Nadine Müller  (Alemanha, lançamento de disco)
Nicola Adams (Reino Unido, boxe)
Nilla Fisher (Suécia, futebol)
Robbie Manson (Nova Zelândia, remo)
Seimone Augustus (EUA, basquete)
Spencer Wilton  (Reino Unido, hipismo)
Stephanie Labbe  (Canadá, futebol)
Sunette Stella Viljoen  (África do Sul, lançamento de dardo)
Susannah Townsend  (Reino Unido, hockey)
Tom Bosworth (Reino Unido, atletismo)
Tom Daley (Reino Unido, saltos ornamentais)
Victor Guttiérez  (Espanha, pólo aquático)

Conhece mais alguém que não esta nesta na lista? Mande-nos um e-mail com o nome e a referência sobre o atleta (link de alguma publicação séria que fale sobre sua orientação sexual ou identidade de gênero). Teremos o maior prazer em incluir na listagem.


>> Aproveitando sua visita:

– Ajude a ONG APOGLBT SP, Associe-se!
– Curta as redes sociais da Parada LGBT de SP: Facebook / Twitter / Instagram
– Participe também do evento oficial da Parada no Facebook: Parada do Orgulho LGBT de SP 2018

Publicado por: Fabrício Viana
Fabrício Viana é jornalista (MTB 80753/SP) e responsável pela assessoria e comunicação da APOGLBT SP, ONG responsável pela maior Parada LGBT do mundo. Mais informações sobre Viana, aqui.


Deixe uma resposta

16 + seis =