Soldado gay recebe permissão para se casar usando farda




Também nosso Twtiter e Facebook

Miguel Martins, de 29 anos, é o primeiro soldado homossexual brasileiro a receber autorização para se casar usando a farda de gala da Brigada Militar. A união com o modelo Diego Souza, de 21 anos, é bem vista pela corporação.

Segundo o tenente-coronel Roberto Ortiz Pereira, comandante do batalhão, não há nenhum impedimento para a realização da cerimônia. O uso da farda é uma prerrogativa da função exercida pelo soldado, portanto, não faz sentido negar esse direito.

Martins trabalha no 1º Batalhão de Patrulhamento de Áreas de Fronteira, em Uruguaiana, na fronteira do Rio Grande do Sul com a Argentina e o Uruguai. Ele conta que assumiu a homossexualidade para seus familiares e amigos quando tinha 20 anos e que até então nunca sofreu preconceito por isso.

“Nunca fui desrespeitado ou alvo de piados por ser um PM homossexual. Já efetuei diversas prisões e sequer os criminosos fizeram deboche.”

Fonte: Razões Para Acreditar


>> Aproveitando sua visita:

– Ajude a ONG APOGLBT SP, Associe-se!
– Curta as redes sociais da Parada LGBT de SP: Facebook / Twitter / Instagram
– Participe também do evento oficial da Parada no Facebook: Parada do Orgulho LGBT de SP 2018

Publicado por: Fabrício Viana
Fabrício Viana é jornalista (MTB 80753/SP) e responsável pela assessoria e comunicação da APOGLBT SP, ONG responsável pela maior Parada LGBT do mundo. Mais informações sobre Viana, aqui.


Deixe uma resposta

um + 5 =