quarta-feira, julho 26, 2017
Tags Posts tagged with "Catraca Livre"

Catraca Livre

Foto: Gabriel Nogueira/Catraca Livre

Muitos acreditam que o cristianismo é uma religião impossível para pessoas LGBTs, mas isso não é verdade. Alexya Salvador é prova disso. Ela é pastora na Igreja da Comunidade Metropolitana, mãe de dois filhos, e Trans!

Foto: Gabriel Nogueira/Catraca Livre

Ela é a primeira entrevistada da série de reportagens “Mãe que TRANSformam” , produzida pelo portal “Catraca Livre”. Durante a conversa, Alexya conta como é ser mãe, passando por temas como transexualidade, preconceito, criação dos filhos e dificuldades da maternidade.

A pastora afirma que o desejo de ser mãe surgiu na infância, ao observar a maneira como sua mãe a criava. Segundo Alexya, sua mãe era super rígida, mas que agora percebe que isso foi uma coisa necessária e primordial na composição da pessoa que ela é hoje, e que agora era ela quem era rígida com os filhos. “É igualzinho. Tal mãe, tal filha mesmo!”.

Por ter um filho com necessidades especiais e uma filha trans, ela afirma que suas lutas são várias. Gabriel (filho) precisa de uma atenção maior quando se trata de aprendizagem, já com Ana Clara, o problema ainda é mais intenso, pois ela tenta preparar a filha para uma sociedade transfóbica.

“E ela deve crescer sabendo que o mundo não vai aceitá-la da forma que ela é, mas que ela tem que aceitar o mundo como ele é, pra ela mesma ser feliz.”

Para ela, a maternidade ensinou a se cobrar mais, para que possa ser um exemplo bom para seus filhos. Tornando-a uma pessoa melhor a cada dia.

Quando perguntada a dar um conselhos às outras mães, Alexya disse que as dificuldades virão, mas que a resposta para lidar com elas é, e sempre será o amor.

“Eu digo para todas as mães, e não apenas as de crianças transgêneras ou homossexuais, que o melhor é o amor incondicional. Se houver um amor incondicional, ele é capaz de romper toda e qualquer barreira, esteja esta pessoa onde ela estiver.”

Você pode acompanhar a reportagem na íntegra, na página do Catraca Livre