quinta-feira, julho 20, 2017
Tags Posts tagged with "diversidade sexual"

diversidade sexual

A GLAAD (Gay & Lesbian Alliance Against Defamation) é um das maiores e mais respeitadas organizações de pesquisas dos EUA. Entre seus trabalhos conhecidos, ela orienta jornalistas e profissionais da mídia a retratar de forma não estereotipada gays e lésbicas. E mais, anualmente, premia atores, personalidades e profissionais que fazem um bom trabalho ligados à diversidade sexual. Esta premiação deles é semelhante ao nosso Prêmio Cidadania em Respeito à Diversidade.

Recentemente, a GLAAD publicou uma pesquisa onde mostra que, 20% da chamada Geração Y, se identificam com uma das siglas LGBT. Para quem não sabe, dentro da sociologia, o conceito “Geração Y”, para alguns autores são pessoas que nasceram após 1980 ou segundo outros, pessoas que nasceram entre 1970 e 1990: em outras palavras, que possuem mais afinidade com a Internet.

A pesquisa foi realizada com mais de 200 adultos em novembro/16 para o estudo chamado “Aceleração e Aceitação 2017”. O resultado analisado demonstrou que, aqueles que tinha entre 18 e 34 anos, são mais sucetíveis a se identificarem com as identidades LGBTs.

Segundo Sarah Kate Ellis, presidente da GLAAD, disse que “Esse estudo mostra que uma maravilhosa era de entendimento e tolerância entre as pessoas mais jovens – um sinal inspirador de esperança para o futuro”.

A pesquisa completa (em inglês) pode ser consultada aqui:
http://www.glaad.org/publications/accelerating-acceptance-2017

0 688

Até o dia 21/02/2017, o Governo do Estado de São Paulo e a Secretaria da Cultura, por meio da APAA (Associação Paulista dos Amigos da Arte) irão receber propostas para todos os seus programas, projetos e equipamentos simultaneamente, entre eles a Virada Cultural Paulista, o Circuito Cultural Paulista, o Teatro Sérgio Cardoso e o Festival Paulista de Circo.

Os projetos serão avaliados conforme demanda anual, seguindo o cronograma de projetos, programas e equipamentos. A seleção será feita por especialistas de cada área e não terá lista de aprovados.

O envio das propostas deverá ser feita por meio de formulário online

Artistas LGBTs, projetos ligados a Diversidade Sexual e afins também podem participar.

Outras informações podem ser obtidas aqui.

Fora do Brasil, em países desenvolvidos, é comum ver publicidade direcionada ao público LGBT em jornais, revistas, portais e TVs. Porém, também é comum vermos que muitas multinacionais, que fazem estas propagandas direcionadas lá fora, não tem a mesma “coragem” por aqui. As vezes, parecem até serem outras empresas.

A desculpa velada que chega aos nossos ouvidos? A “cultura brasileira”. Porém, nestes longos anos, já tivemos exemplos fantásticos de publicidade que respeita as diferenças por aqui. Algumas delas, inclusive, foram premiadas pela APOLGBT SP por meio do prêmio Cidadania em Respeito à Diversidade (aliás, assista ao vídeo do último evento realizado neste ano, clicando aqui).

O fato é que, sempre que vemos alguma empresa demostrando esse respeito com publicidades direcionadas, todos nós vibramos. É o caso da Unimed, unidade de Itapetininga que, no dia 12 de dezembro, publicou em seu Facebook o texto “O mundo mudou, mas a Unimed permanece valorizando a vida e respeitando a diversidade. Para o amor, respeito. Para sua família, Unimed! ” com a seguinte imagem:

Até este momento, a propaganda teve mais de 10 mil reações, 4.172 compartilhamentos e 879 comentários: a maioria são positivos!

Do dia 01 ao dia 07/11/2016 acontece o 2º Congresso Nacional Online sobre Diversidade Sexual, evento organizado pelo advogado e defensor dos Direitos LGBTs William Bryan. E melhor, gratuito e por meio da internet.

O primeiro evento focou na conscientização do público geral e especializado para melhor lidarem com as diversidades sexuais e de gênero, e essas palestras serão retransmitidas no 2º evento, que terá seu foco na Orientação aos próprios LGBTs sobre longo processo de Aceitação, Superação e Conquistas pessoais. Aliás, esse é o foco do segundo encontro: diversos profissionais e estudiosos indicarão o caminho as pessoas LGBT para viver com felicidade de forma plena, com respeito, paz, amor próprio e compartilhado.

O projeto CONADS trata sobre a luta contra a discriminação, intolerância sexual e de gênero, e concepções ultrapassadas que pioram o setor cultural do nosso país. Até o momento, diversos profissionais já confirmaram suas palestras, entre eles:

Adriana Souza, Coach de Corpo e Alma, Especialista em Florais de Bach e Idealizadora do Hoje eu me sinto. Trabalha reconectando as pessoas às suas essências naturalmente perfeitas. Cada ser é único e especial, por isso o tratamento respeita o ritmo e objetivos particulares de cada indivíduo, trazendo de volta a plenitude, leveza e alegria, que é sua por direito. Abordará o tema da autoaceitação, e da percepção das nossas qualidades, independente do ponto de vista social, explorando a essência perfeita, nata em todos os seres humanos.

Anderson Schirmer é Professor Doutor em Psicologia Social pela PUC/SP e trabalha em consultório particular. Sua linha de pesquisa é Psicanálise, Políticas da Sexualidade e Homofobia.

Fabrício Viana, jornalista, escritor e bacharel em psicologia. Com mais de 20 mil leitores, Viana é autor do livro O Armário (sobre a homossexualidade), Ursos Perversos (literatura erótica), Orgias Literárias da Tribo (coletânea LGBT premiada), Theus: Do fogo à busca de si mesmo (romance com temática gay) e outras publicações. Entre seus projetos, destacam-se a “Criando Livros” e a “Bons Livros Editora Digital

Henrique Goetten, Mago, Sacerdote, Coach Transformacional e Palestrante de Ética e Diversidade Humana.
Estuda filosofia como autodidata desde os 16 anos na área de neurolinguística, ética, metafísica e física quântica voltadas à transcendência da matéria. Autor do Curso e Livro “Língua Solta” dedicado às pessoas que têm dificuldades de se comunicar interna e externamente. Atualmente dedica a vida a ajudar pessoas a se libertarem de seus paradigmas e descobrirem o EU verdadeiro, para que possam conquistar seus objetivos e realizar seus sonhos de maneira simples e definitiva

Marcos Lacerda, Psicólogo Mestre em Psicologia Social e Especialista em Psicologia Clínica e Teoria Psicanalítica pela UFPB. Autor do premiado Romance “Um Estranho em Mim”, e do Romance “Libélula” (Pontes Editores). Atua em clínica particular desde 1993, em que enfatiza, principalmente, os temas: saúde mental, vida cotidiana, preconceito e violência.

Além de muitos outros nomes:

congresso-nacional-diversidadesexual-genero

Para se inscrever e assistir a todas as palestras gratuitamente é simples, basta acessar o link abaixo e se cadastrar com nome e e-mail:
http://www.inads.com.br/conads

Produzida e encenada pelo Teatro da Conspiração de Santo André, este projeto recebeu o “PROAC /2015 – Apoio a projetos de promoção das manifestações culturais com temática LGBT” e tem como trama a jovem Cíntia que está prometida em casamento para o príncipe do reino vizinho, porém se apaixona pela costureira responsável por confeccionar seu vestido de noiva.

Na cultura há uma carência de produções artísticas sobre a diversidade sexual e identidade de gênero, diante de uma sociedade insegura para falar com os jovens sobre as ”diferenças”. A peça é a adaptação teatral do livro homônimo de Janaína Leslão, que levou cinco anos buscando uma editora que aceitasse sua história, ela foi homenageada na categoria literatura durante o 16º Prêmio Cidadania em Respeito à Diversidade, organizada pela Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo.

Com uma linguagem acessível, a partir do conto de fadas, o texto aguça a reflexão do adolescente sobre as chamadas “diferenças”, que não devem ser traduzidas em “desigualdades”.

A encenação traz músicas compostas originalmente para o espetáculo, adereços cênicos e figurinos que se transformam de acordo com o enredo dando agilidade à trama. Já na atuação dos atores, há mudanças constantes de personagens, em forma de jogo, sugerindo a necessidade de nos colocarmos no lugar do outro para entendermos diferentes formas do ser.

O Teatro da Conspiração foi fundado em 2000 e já encenou cinco espetáculos adultos e cinco infantis que foram apresentados nas cidades do ABCD e em temporadas na cidade de São Paulo, recebendo prêmios em diversos festivais. Coordenou também entre 2005 e 2015 o Projeto-Oficinão no Parque Escola de Santo André produzindo diversas montagens com atores iniciantes.

SERVIÇO:

A PRINCESA E A COSTUREIRA

Dramaturgia: Solange Dias a partir da obra de Janaína Leslão
Direção: Antônio Correa Neto
Atores: Erika Coracini, Mariana Sancar e Marcio Ribeiro
Direção musical e Música Original: Elaine Marin
Música “Costura da Vida” gentilmente cedida por Sérgio Pererê
Figurinos, Cenografia e Arte Gráfica: Mauro Martorelli
Iluminação: Cássio Castelan
Produção: Erika Coracini
Duração: 60 minutos
Faixa Etária: livre

QUANDO? De 09/07 a 04/09 – sábados e domingos, às 16h (exceto 17/07)
Ingressos: R$20,00 (meia para estudantes, aposentados e classe artística)
Onde? Centro Cultural São Paulo – Sala Jardel Filho
Vergueiro, 1000. São Paulo – SP
Próx. a estação Vergueiro de metrô

Celebração, resistência e muito amor marcaram esse final de semana em Campinas/SP, Brasília/DF, Nova Iorque e Londres.

Vamos começar a semana com ótimas imagens?

Pedido de casamento ontem, durante a NYC Pride, pela Juliana Arroyo a sua namorada Erika Marrero, as duas são paramédicas do Corpo de Bombeiros/FDNY. Assista:

Ao Buzzfeed, Juliana justificou o porquê a NYC Pride foi o cenário desse momento:

”Eu queria no desfile homenagear as 49 vítimas do ataque em Orlando, e ao mesmo tempo dar a Erika algo positivo para lembrar do desfile.”

E não para por aqui, anteontem, durante a Pride London, dois casais de pombinhos da policia londrina protagonizaram pedidos de casamento e muito amor:

orgulho-lgbt-policiaisgays

orgulho-lgbt-policiaisgays-1

Lindos, não?

E tem muito mais! Aqui no Brasil, ontem, aconteceu a 16ª Parada do Orgulho LGBT de Campinas com o tema ”Diga sim à educação, e não a transfobia. Intolerância : o vírus mais assassino, contra qualquer forma de opressão.” A marcha reuniu 40 mil participantes durante 3km de trajeto:

paradalgbt-campinas

Não dissemos que havia mais? Olha que legal. A 19ª Parada do Orgulho LGBT de Brasília aconteceu na tarde deste domingo. O Eixo Monumental foi o cenário para o ato que reuniu, segundo a organização, 50 mil pessoas.

paradalgbt-brasilia

As 49 vítimas do ataque terrorista e homofóbico em Orlando (12/06) foram lembradas por tod@s presentes, a concentração ocorreu em frente ao Congresso.

paradalgbt-brasilia 2

Foi um final de semana muito lindo. E com todas as cores da nossa bandeira. Mais uma vez, alegria e militância fizeram parte dos LGBTs em um mundo onde ainda precisamos desta visibilidade, leis e direitos. Parabéns a todas as pessoas envolvidas, participantes, familiares e amigos!