UFJF irá sediar Congresso Internacional de Estudos sobre a Diversidade Sexual e de Gênero

A Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) irá sediar o VIII Congresso Internacional de Estudos sobre a Diversidade Sexual e de Gênero, que será realizado na Faculdade de Educação (Faced) da UFJF entre os dias 23 e 25 de novembro de 2016. Os interessados em participar com envio de trabalhos devem ficar atentos: as inscrições para apresentação de trabalhos devem ser feitas até o dia 1º de julho. Os trabalhos para comunicação oral, pôsteres e relato de experiência podem ser enviados para o endereço eletrônico congressoabeh2016@gmail.com ou para a página do congresso.

Podem participar profissionais de diversas áreas, como professores (universitários e de educação básica), estudantes universitários, especialistas e graduados. Os interessados devem acessar a página VIII Congresso Internacional de Estudos  sobre a Diversidade Sexual e de Gênero e escolher a forma de participação e pagamento.

Os trabalhos podem ser inscritos em um dos 24 simpósios temáticos. As normas gerais e específicas para trabalho podem ser conferidas no site do evento. Um e-book com os trabalhos selecionados será disponibilizado aos participantes, entidades patrocinadoras e bibliotecas de universidades do Brasil. O resultado da seleção será divulgado no dia 25 de julho.

O congresso é uma realização da Associação Brasileira de Estudos da Homocultura (ABEH). Com o tema “ABEH e a construção de um campo de Pesquisa e Conhecimento: Desafios e Potencialidades de nos (re) inventarmos”, o objetivo do evento é reunir um número significativo de trabalhos acadêmico-científicos e experiências de diferentes áreas do conhecimento, que versem sobre discussões da diversidade sexual e de gênero.

A última edição do Congresso aconteceu na cidade de Rio Grande, na Universidade Federal do Rio Grande (FURG), em 2014 e reuniu 1.500 pessoas. De acordo com o professor da Faced e coordenador geral do evento, Anderson Ferrari, os estudos da homocultura envolvem uma discussão e produção discursiva, de imagem e de representação em torno da diversidade sexual que podem ser pensadas como uma das marcas da contemporaneidade da população LGBTTI. A expectativa de público é de duas mil pessoas.

Outras informações: (32) 2102-3911 (Faculdade de Educação-UFJF)


>> Aproveitando sua visita:

– Ajude a ONG APOGLBT SP, Associe-se!
– Curta as redes sociais da Parada LGBT de SP: Facebook / Twitter / Instagram
– Participe também do evento oficial da Parada no Facebook: Parada do Orgulho LGBT de SP 2018

Publicado por: Fabrício Viana
Fabrício Viana é jornalista (MTB 80753/SP), gay, life coach, escritor premiado e responsável pela assessoria e comunicação da APOGLBT SP, ONG que realiza a maior Parada LGBT do mundo. Mais sobre Viana? Clique aqui.