Visite São Paulo cria comitê para fomento de ações LGBT+; confira

Originalmente publicado aqui 

O Visite São Paulo criou um comitê da diversidade que visa fomentar as ações para os viajantes LGBT+, nesta segunda-feira (29). No anúncio, a entidade reuniu as lideranças da comunidade que farão parte do grupo, na capital paulista, e definiu os próximos passos de promoção.

Além de fortalecer os eventos que já acontecem na cidade, o comitê do Visite São Paulo também estudará maneiras de atrair outros encontros LGBT+, principalmente nos meses de baixa temporada.

A reunião contou com a presença de representantes do Museu da Diversidade, da IGLTA, da revista ViaG, da secretaria de turismo do município de São Paulo, da secretaria municipal de direitos humanos, e da Associação da Parada do Orgulho LGBT, agora membros do novo comitê.

Além de definir a criação do comitê o encontro do Visite São Paulo definiu ainda a criação de um calendário anual unificado de ações LGBT+ da capital paulista.

Visite São Paulo promete apoio em ações LGBT+

Um dos principais assuntos discutidos foi o de como o Visite São Paulo pode auxiliar a Associação da Parada do Orgulho LGBT a superar as dificuldades que a entidade tem para a realização do evento.

“Reconhecemos a importância da Parada LGBT de São Paulo e queremos estar mais próximos e de maneira mais ativa na realização do evento, ajudando no que for possível para que ele seja melhor a cada ano”, declarou Roberto Adler, diretor de relacionamento do Visite São Paulo.

“Há 23 anos, organizamos esse evento grandioso com muito sacrifício. Os valores divulgados pela prefeitura esse ano comprovam que o evento é excelente para economia da cidade, mas todo ano sofremos com a falta de apoio para a sua realização”, lamentou Renato Viterbo, VP da Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo.

“É importante lembrar que a Parada de São Paulo acaba sendo um movimento turístico devido ao grande número de visitantes de outras localidades que vem visitar a cidade nesse período”, afirmou Vander Lins, coordenador de eventos da Secretaria de Turismo da cidade de São Paulo.

“O potencial do turismo LGBT+ já está confirmado. São números impressionantes e todo já sabe disso. Só precisamos quebrar as barreiras e muros que impedem a comunicação entre as entidades”, destacou Clovis Casemiro, coordenador da IGLTA no Brasil.

“O mercado de eventos da comunidade LGBT+ é algo surpreendente. Hoje temos competições esportivas, eventos corporativos, encontros políticos, eventos culturais entre outros que acontecem no Brasil e no exterior, e as pessoas nem fazem ideia”, disse Alex Bernardes, diretor da revista ViaG.

“Tenho certeza que a cidade de São Paulo tem total condições de receber esses eventos. O que vamos fazer é seleciona-lós e buscar maneiras de atrair esses eventos para cá”, concluiu o executivo.


>> Aproveitando sua visita:

– Ajude a ONG APOGLBT SP, Associe-se!
– Nosso evento no Facebook para 2020 foi criado: ParadaSP 2020
– Curta as redes sociais da Parada LGBT de SP: Facebook / Twitter / Instagram

Publicado por: Fabrício Viana
Fabrício Viana é o jornalista (MTB 80753/SP) responsável pela assessoria e comunicação da APOGLBT SP, ONG que realiza a maior Parada LGBT do mundo. Para a página de Imprensa, aqui. Contato com a ONG, aqui